quarta-feira, 08 de dezembro de 2021
Tecnologia

PAINEL COM NÚMERO DE MORTES NO TRÂNSITO É INSTALADO NO FAROL DA BARRA

A obra artística ficará exposta no Farol da Barra até o final deste ano
Secom Salvador , Salvador | 25/11/2021 às 18:36
Painel com número de mortes no trânsito é instalado no Farol da Barra
Foto: Bruno Concha/Secom

A Prefeitura de Salvador, através da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), instalou um painel com o número de vítimas fatais no trânsito da capital baiana em 2020. A obra artística, em alusão ao Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito, ficará exposta no Farol da Barra até o final deste ano.

 

O ato simbólico de conscientização contou com a presença da vice-prefeita Ana Paula Matos, do secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller, do superintendente de trânsito da capital, Marcus Passos, da gerente de Educação para o trânsito da Transalvador, Mirian Bastos e do representante da Bloomberg em Salvador, Fernando Pinto Coelho.

 

A ação, além de homenagear milhões de mortos e feridos nas vias do mundo, também tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de ser prudente e educado, para a redução de sinistros fatais. Em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (Bigrs), o ato simbólico acontece pelo segundo ano consecutivo.

 

Com imagens e histórias de vítimas reais, o monumento expõe o número 130, que indica a quantidade de pessoas que foram mortas em acidentes no trânsito de Salvador, no ano passado. Com o tema “Há sonhos perdidos por trás dos números”, a ação traz a mensagem de que toda vida importa e deve ser preservada, através do respeito à legislação de trânsito.

 

“Estabelecer critérios de trânsito calmo, como a Zona 30, tem nos ajudado a evitar acidentes. A redução do número de vítimas fatais no trânsito é uma questão de governo, políticas públicas, comprometimento, mas também é responsabilidade de cada cidadão”, alertou Ana Paula Matos.

 

Destaque – Apesar dos números ainda alarmantes, a capital baiana tem reduzido significativamente o índice de sinistros de trânsito nos últimos anos. Na última década, através de ações, 1.058 vidas foram salvas. Com esse número, Salvador se destacou como uma das cidades do mundo que superaram a meta da Organização das Nações Unidades (ONU), para redução de 50 por cento de mortes no trânsito, entre 2011 e 2020.

 

O superintendente de trânsito, Marcus Passos, falou sobre a importância do evento. “Esse é um ato simbólico para conscientizar. Toda morte em vias não é aceitável porque é causada por imprudência humana, então poderia ser evitada”, lamentou.

 

Ele lembrou que a Transalvador, junto com diversos órgãos municipais, estaduais e federais, tem desenvolvido um conjunto de ações justamente nesse sentido. “Estamos realizando uma campanha de educação no trânsito muito forte, com readequação de velocidade em algumas vias, mudanças viárias e ajustes de vias para dar conforto ao cidadão”, disse.

  

A capital baiana é a primeira cidade do Brasil a assinar uma carta de compromisso com a ONU, com o objetivo de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito, até 2030. Para atingir a nova meta, a cidade continua investindo em ações de fiscalização, educação para o trânsito e realizando intervenções, que promovem a segurança viária, a exemplo do projeto Zona 30.

 

“Fomos a primeira capital do Brasil a alcançar a meta de segurança viária da década, estabelecida pela ONU. Isso legitimou muitas ações que foram feitas na cidade, do ponto de vista de redução de velocidade, fiscalização eletrônica e blitz de alcoolemia. Tudo isso colaborou para essa redução”, afirmou o secretário Fabrizzio Muller.