quarta-feira, 23 de junho de 2021
Política

BAHIA ULTRAPASSA MARCA DE 19.000 PESSOAS MORTAS PELA PANDEMIA COVID

A média móvel de mortos pela Covid no Brasil caiu
Tasso Franco , da redação em Salvador | 07/05/2021 às 21:37
Domingo é o dia das mães
Foto: Jefferson Peixoto
    MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.579 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 3.739 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico desta sexta-feira (7) também registra 91 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje. 

   2. Dos 925.001 casos confirmados desde o início da pandemia, 889.108 já são considerados recuperados, 16.822 encontram-se ativos e 19.071 tiveram óbito confirmado.

   3. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.217.510 casos descartados e 202.095 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (7). Na Bahia, 47.726 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

   4. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 19.071, representando uma letalidade de 2,06%. Dentre os óbitos, 55,60% ocorreram no sexo masculino e 44,40% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,72% corresponderam a parda, seguidos por branca com 21,98%, preta com 15,36%, amarela com 0,44%, indígena com 0,12% e não há informação em 7,38% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 64,09%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,51%).
                                                      *****
5.  O Brasil registrou, nesta sexta-feira, 2.217 mortes por Covid-19, elevando para 419.393 o total de vidas perdidas no país para o coronavírus. A média móvel foi de 2.158 mortos, 15% menor que o cálculo de duas semanas atrás. Este é o índice mais baixo dos últimos 50 dias. O menor cálculo foi registrado em 18 de março, com média de 2.096. 
                                                      *****
6. este sábado (08), a vacina contra a Covid-19 continua em Lauro de Freitas nos quatro drives das 8h às 15h. A novidade é que a imunização será ampliada para gestantes e puérperas sem comorbidades e lactantes com comorbidades, a partir de 18 anos.  Este novo público deve apresentar a documentação habitual exigida e relatório médico.

7. “Para salvar vidas é necessário estarmos bem, íntegros e com saúde. Nossa profissão atua na linha de frente no combate à pandemia e receber essa vacina torna nosso trabalho mais tranquilo”, declarou o sargento Cardoso lotado no Subgrupamento de Bombeiros  Militar em Lauro de Freitas ao receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, nesta sexta-feira (07). Hoje também foram imunizados guardas municipais e salva-vidas.

8.  Além dos bombeiros, pessoas com idade igual ou superior a 59 anos, profissionais de saúde autônomos e trabalhadores da educação integram o público alvo da atual fase do Plano Municipal de Vacinação. 

9. “A vacina traz a expectativa de dias melhores e também nos mostrou o quanto podemos ser felizes valorizando o que temos”, afirmou a professora da educação infantil, Dinalva Lemos que recebeu hoje a primeira dose.

10.  Nos quatro drive-thrus montados no Ginásio de Esportes do Aracui, no Colégio Dois de Julho na Itinga, na Escola Municipal Esfinge e no Terminal Rodoviário em Portão, a vacinação seguiu em ritmo acelerado, o que foi elogiado por quem aguardava sua vez, como a dona de casa Rosa Lúcia, de 59 anos. “Lauro de Freitas está de parabéns, dando show na vacinação. Semana passada acompanhei meu marido e foi muito rápido também”, relatou.

11. Para ser imunizado, basta ser integrante de um dos grupos prioritários e se dirigir a um dos pontos de vacinação munido de documento de identificação com foto, cartão SUS e comprovante de residência. Profissionais da educação devem ter o nome na lista divulgada pela instituição pública ou prova da instituição de ensino em que trabalham. Para pessoas com comorbidades e deficiências o esquema solicita a apresentação do relatório médico atualizado e ter acima de 18 anos.

12. No domingo (9) é celebrado o Dia das Mães. Trata-se do segundo ano em que a data comemorativa ocorre durante a pandemia. Por este motivo, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) alerta que os cuidados necessários para combater o coronavírus sejam mantidos, ainda que as homenageadas já tenham sido imunizadas com a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

 13. “As recomendações seguem as mesmas. Uso da máscara, higienização das mãos e nada de aglomeração. É necessário evitar as típicas conversas sem máscara depois da refeição. Também é ideal dividir as celebrações em momentos diferentes, quando as famílias forem muito grandes. E, ainda, escolher locais abertos, onde se possa manter o distanciamento social e reduzir ao mínimo o número de pessoas no almoço de domingo”, adverte a médica infectologista da SMS, Adielma Nizarala.

 14. A aposentada Marinalva Cordeiro, 78 anos, já recebeu a segunda aplicação da vacina contra a Covid-19. Ela tem três filhas e oito netos e ressalta que, neste ano, a tradicional reunião da família no Dia das Mães será diferente.

15. “Minhas filhas vão fazer uma surpresa na casa de uma delas porque eu já disse que não quero saber de restaurante. Uma parte da família vai participar do almoço por chamada de vídeo. A gente tem que se cuidar, né? Eu tomei a segunda dose, mas continuo usando máscara, álcool gel, tudo direitinho. É o recado que mando para todas as mamães, de cuidado reforçado, principalmente para quem ainda não foi vacinada ou só tomou a primeira dose”, sublinhou Marinalva.

 16. Almoço adaptado – A funcionária pública Janete Bispo, de 62 anos, que foi vacinada com a primeira dose contra a Covid-19, promete manter todo cuidado possível no almoço de domingo. “Minha mãe, minha irmã e meu marido já tomaram a segunda dose. Só faltam eu e meu filho. Mesmo assim, lá em casa eu fiz uma marcação para cada pessoa ficar e respeitar o distanciamento”, revelou.

 17. Ela ainda mandou um recado para as matriarcas. “Desejo que todas as mães sejam felizes, mas tomem muito cuidado para que a gente possa ver nossos netos crescerem e matar a saudade dos abraços no ano que vem”, declarou Janete.

   18. A dona de casa Lúcia Costa, de 72 anos, também está imunizada com a segunda aplicação da vacina contra o coronavírus. Ela diz que já tem toda a estratégia montada para receber os filhos e netos no domingo, com os devidos cuidados, para o tradicional almoço.

 19. “Vou fazer uma feijoada e um sarapatel aqui em casa porque minha comida é mais gostosa que a dos restaurantes (risos). Mas todos os que vêm aqui ficam com a máscara o tempo inteiro e têm a maior preocupação comigo. Afinal de contas, a gente tem que tomar os cuidados. Quero dizer às mães que não fiquem agoniadas, não, e aproveitem o nosso dia com muito amor e paz”, exaltou Lúcia.

20. Quem for comprar o presente de Dia das Mães no Shopping Barra ainda pode aproveitar a oportunidade para fazer uma boa ação. Visando ajudar muitas mulheres chefes de família que passam por momentos de dificuldade, o Barra está arrecadando doações e, a cada quilo de alimento doado, o Shopping Barra doará outro quilo de produtos não perecíveis. As doações contemplarão o projeto Árvore Humanitária, criado durante a pandemia, e podem ser feitas até a próxima terça-feira, dia 11 de maio, na Praça Central Euvaldo Luz. As pessoas beneficiadas são atendidas pela Base Comunitária do Calabar.