quarta-feira, 12 de maio de 2021
Política

NÚMERO DE ATIVOS COM COVID NA BAHIA AINDA SEGUE MUITO ALTO: 15.760

Bahia registra 85 óbitos nesta terça-feira, 20
Tasso Franco , da redação em Salvador | 20/04/2021 às 20:00
Hospital Metropolitano trabalhando com capacidade total
Foto: SESAB
    MIUDINHAS GLOBAIS:

1. Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.283 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 4.014 recuperados (+0,5%). O boletim epidemiológico desta terça-feira (20) também registra 85 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje. Dos 868.047 casos confirmados desde o início da pandemia, 834.831 já são considerados recuperados, 15.760 encontram-se ativos e 17.456 tiveram óbito confirmado.

2. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.173.932 casos descartados e 192.628 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira. Na Bahia, 46.666 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

3. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 17.456, representando uma letalidade de 2,01%. Dentre os óbitos, 55,46% ocorreram no sexo masculino e 44,54% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,64% corresponderam a parda, seguidos por branca com 21,88%, preta com 15,38%, amarela com 0,46%, indígena com 0,13% e não há informação em 7,51% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 65,44%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,63%).

4. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.
                                                     *****
5.  Brasil registrou nesta terça-feira 3.321 novos óbitos em decorrência da covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no País a 378.003, informou o Ministério da Saúde.

6. As cifras diárias reportadas pelo ministério voltaram a subir após dois dias em níveis abaixo da média, já que costumam recuar aos domingos e segundas-feiras em função do represamento de testes aos finais de semana.

7. O Brasil é o terceiro país a superar a marca de 14 milhões de casos confirmados da doença, após Estados Unidos e Índia. Em termos de óbitos, fica abaixo somente dos EUA em números absolutos, mas atualmente lidera o mundo na contagem média diária de novas mortes.

8.Segundo levantamento da Reuters, hoje o Brasil é responsável por uma em cada quatro vítimas fatais da covid-19 no mundo a cada dia.

9. Dados publicados pelo Imperial College de Londres nesta terça-feira indicaram que a taxa de transmissão do coronavírus no Brasil permanece em 1,06, mesmo patamar visto na semana passada, o que significa que cada 100 pessoas com o vírus contaminam outras 106.

10. A cifra sugere um avanço da doença pelo País, já que só há desaceleração do contágio quando o índice permanece abaixo de 1.
Estado mais afetado pelo coronavírus em números absolutos, São Paulo as marcas de 2.769.360 casos e 89.650 mortes.

11. O secretário de Saúde paulista, Jean Gorinchteyn, afirmou em entrevista coletiva nesta terça que a taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) no Estado figura em 82,9%, após atingir pico de 92,6% no dia 1º de abril.
                                                       ******
12. A partir desta terça-feira (20), o Hospital Metropolitano (HM) passa a funcionar com todos os seus 280 leitos, atingindo plena operação no atendimento a pacientes acometidos pela Covid-19 provenientes de todo o estado da Bahia. Aberto em 20 de março deste ano, o HM iniciou suas atividades com 40 leitos, aumentando a oferta de forma gradativa.

13. Até ontem o hospital contava com 250 leitos. Hoje, com a abertura de mais 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), chega à sua capacidade máxima. Com isso, a população tem à sua disposição uma unidade hospitalar com infraestrutura completa e tecnologia de ponta, dispondo de 100 leitos de UTI e 180 leitos de enfermaria que incluem Clínica Médica e Unidade de Assistência Respiratória (UAR).

14. Passados 30 dias da abertura dos trabalhos, o time gestor do HM comemora a implantação do equipamento, que teve o seu cronograma de instalação de 100% dos leitos concluído com sucesso. O diretor técnico do HM, Gabriel de Carvalho Cunha, expressou sua satisfação pelo cumprimento do cronograma estabelecido, como sendo fruto do trabalho em equipe. “A primeira etapa da missão foi concluída com êxito, graças ao empenho e dedicação do time de trabalho do Hospital Metropolitano. Seguiremos mantendo o foco na qualidade da assistência prestada à população baiana, durante o período necessário”, disse o diretor.

15. O Hospital Metropolitano segue agora em operação plena, comprometido em oferecer, durante todo o período de seu funcionamento emergencial, assistência de qualidade focada em humanização e segurança do paciente.

16. Quatro postos SAC que ficam em shoppings de Salvador vão ampliar o horário de atendimento ao público a partir de quinta-feira (22). As unidades que passam a atender de 10h às 19h são: Barra, Bela Vista, Shopping da Bahia e Salvador Shopping. Os postos funcionam de terça-feira a sábado. Vale lembrar que os postos situados em bairros da capital já estavam funcionando normalmente de segunda a sexta-feira.

17. O atendimento na Rede SAC é 100% por agendamento através do SAC Digital. Para agendar o atendimento, é só baixar o aplicativo ou acessar o endereço www.sacdigital.ba.gov.br na internet. Para outras informações, a Secretaria da Administração (Saeb) ainda disponibiliza o site institucional do SAC (www.sac.ba.gov.br) e o call center: (71) 4020-5353 (ligação de celular) ou 0800 071 5353 (ligação de telefone fixo).  

18. A Rede SAC reforça a necessidade dos cidadãos redobrarem a atenção aos cuidados recomendados pelo Governo do Estado e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) ao se dirigem ao SAC. Entre as medidas de segurança adotadas pela Rede SAC estão a disponibilização de dispensers com álcool a 70%; reforço na higienização das dependências, bem como dos móveis; reorganização do espaço de espera para promover o distanciamento, e controle da quantidade de agendamentos, reduzindo o número de pessoas no ambiente.

19. Mais de 1,5 mil pessoas que moram nos distritos do município de Itiruçu, região sudoeste no Vale do Jiquiriçá, serão beneficiadas com a implantação do serviço de telefonia móvel, por meio do programa ‘Fala Bahia’, do governo estadual. A medida consta no projeto de indicação do deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB), que solicitou do governador Rui Costa (PT) a inclusão no projeto das localidades de Vila Pimentel, Vila Cerqueira, Upabuçu, Região dos Teixeira, Várzea, Barrinha e no povoado da Vitória. Para o parlamentar, segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa (Alba), a iniciativa vai levar avanço tecnológico para essas comunidades, principalmente no momento de pandemia da covid-19.

20. “A implantação de um serviço de telefonia móvel é de grande importância para a população. Estamos enfrentando um momento de crise sanitária em que toda a comunicação atualmente é remota, virtual. Trazer para milhares de famílias a oportunidade de um serviço de qualidade, significa preservar a comunicação e as relações humanas. E além de ser uma ferramenta essencial para atendimento das necessidades individuais e coletivas, é também essencial para o desenvolvimento econômico”, informa Marcelinho Veiga.  Até o momento, as localidades não possuem um serviço de telefonia móvel adequado para atendimento. O deputado frisa que a demanda é de vereadores e liderança das comunidades rurais de Itiruçu.