quarta-feira, 12 de maio de 2021
Política

PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO ACIMA DE 55 ANOS COMEÇAM A SER VACINADOS

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 17.371, representando uma letalidade de 2,01%
Tasso Franco , da redação em Salvador | 19/04/2021 às 20:43
Profissionais de saúde começam a ser vacinadas
Foto: DIV
   MIUDINHAS GLOBAIS:

1. Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.430 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,2%) e 2.211 recuperados (+0,3%). O boletim epidemiológico desta segunda-feira (19) também registra 68 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje. 

2. Dos 863.764 casos confirmados desde o início da pandemia, 830.817 já são considerados recuperados, 15.576 encontram-se ativos e 17.371 tiveram óbito confirmado.

3. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.170.980 casos descartados e 190.913 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira. 

4. Na Bahia, 46.600 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

5. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 17.371, representando uma letalidade de 2,01%. Dentre os óbitos, 55,44% ocorreram no sexo masculino e 44,56% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,65% corresponderam a parda, seguidos por branca com 21,90%, preta com 15,35%, amarela com 0,47%, indígena com 0,13% e não há informação em 7,50% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 65,55%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,65%).

6. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.
                                             ****
7. O país registrou 1.607 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta segunda-feira (19) 375.049 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 2.860. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +3%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes da doença.

8. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta segunda. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

9. Já são 89 dias seguidos no Brasil com a média móvel de mortes acima da marca de mil; o país completa agora 34 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia. Nos últimos 24 dias, a média esteve acima da marca de 2,5 mil.

10. Após três meses do início da vacinação contra o coronavírus (Covid-19), em 19 de janeiro, a Bahia ultrapassou a marca de 2 milhões de baianos com a primeira dose da vacina e registra queda na solicitação de UTIs para idosos acima de 70 anos. 

11. O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, ressalta que isso é fruto do planejamento estadual na aquisição de insumos, do esforço logístico na distribuição e do empenho dos municípios em imunizar rapidamente a população.

12. “Em dezembro do ano passado adquirimos 19,8 milhões de seringas e agulhas e já no mês seguinte tínhamos disponíveis 10 milhões para iniciar a imunização, só aguardando a chegada das vacinas. Essa era uma realidade completamente diferente dos outros estados, que não se planejaram adequadamente e não tinham estoque”, afirma Vilas-Boas.

13. Mesmo diante de um cenário de imprevisibilidade na entrega das vacinas por parte do Governo Federal, a Bahia montou uma operação logística que distribui os imunobiológicos para os 417 municípios em até 24 horas, a partir da utilização de aviões, helicópteros, caminhões e caminhonetes.

14.  “Isso só foi possível graças ao empenho do governador Rui Costa, que colocou à disposição da Saúde, recursos humanos, financeiros e equipamentos, com o objetivo de salvar vidas. E já temos resultados: há uma queda sustentada do número de solicitações de internamento de idosos acima de 70 anos, fruto da vacinação”, destaca Vilas-Boas.
                                                     *****
15. Profissionais da Educação a partir dos 55 anos e na ativa começaram a receber a primeira dose da vacina contra o Coronavírus. A iniciativa faz parte da decisão do Governo do Estado para garantir a prioridade da imunização dos educadores e trabalhadores da Educação na Bahia. O cronograma para a aplicação das vacinas é divulgado pelos municípios, de acordo com o recebimento de novas remessas dos imunizantes.

16. O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou o compromisso em priorizar os profissionais da Educação. 

17. "Sabemos da luta do governo do Estado para a aquisição das vacinas e imunizar o povo baiano. Apesar dos atrasos no envio pelo governo federal, a decisão do Estado em priorizar a vacinação dos profissionais da Educação das redes estadual, municipais e privada, da Educação Básica e do Ensino Superior, é um passo  importante para a volta às aulas presenciais. E daremos todo o suporte, por meio dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), em parceria com as secretariais municipais de Educação e Saúde, para que este processo ocorra com o maior êxito possível".

18. No município de Juazeiro, no Território do Sertão do São Francisco (NTE 10), educadores compareceram para a primeira dose. "Tomar esta vacina representou um renascimento e uma esperança. Por isso, este momento está sendo muito importante para todos da Educação", destacou a professora de Matemática, Maria Elza da Silva, do Colégio Estadual Cecílio Mattos.

19. Para a diretora Neide dos Santos, do Colégio Estadual Rotary Club, em Juazeiro, o processo de vacinação deve ser também incentivado pelos próprios educadores. "É uma grande vitória conseguirmos esta vacinação e precisamos divulgar para que todos os colegas tenham acesso e possam participar em seus municípios", enfatizou.