ter�a-feira, 30 de novembro de 2021
Esporte

NORDESTÃO: VITÓRIA EMPATA COM BOTAFOGO PB E DECIDIRÁ VAGA NO BARRADÃO

ZédeJesusBarreto comenta Botafogo da PB 1x1 Vitória
Tasso Franco , da redação em Salvador | 27/10/2021 às 08:13
Botafogo PB 1x1 Vitória
Foto: ECV

 Mais um jogo sem perder, esse valendo a classificação para a Copa do Nordeste 2022, fora de casa (1 x 1), adiando a decisão para a partida de volta, em Salvador. O Vitória foi melhor no primeiro tempo, fez 1 x 0 e poderia ter ampliado; a segunda etapa foi inteira do Botafogo, na pressão da torcida, o Leão pouco incomodou na frente. Empate justo, pois. 
  Agora é focar no jogo de sábado, contra a Ponte, em Campinas, pela Segundona. Vencer para sair da zona, é a meta. 
 
*
 Estádio Almeidão, em João Pessoa

 O primeiro de dois jogos decisivos e classificatórios para a fase de grupos da Copa do Nordeste. Espécie de torneio seletivo ou eliminatórias. O segundo e decisivo confronto será no Barradão, dia 16 de novembro. 
  Gramado aparentemente em condições, choveu durante o dia, campo molhado, pouca gente nas arquibancadas. O Vitória em campo com sua beca rubro-negra; o Botafogo, que atualmente disputa a Série C do Brasileirão, todo de branco. 
*
 Com bola rolando ...

 - Mal começou, o Leão baiano bem à vontade... 

- Gol ! 1 x 0 Vitória, aos 4 minutos. Uma bola longa, esticada para a direita do ataque, a defesa local parou, Raul Prata na linha de fundo rolou para a chegada de David, que se atrapalhou um pouco com a bola mas livrou-se do goleiro Felipe e empurrou para as redes.

  O Botafogo, chamado pelos paraibanos de ‘O Belo’, gol levado, foi pra cima, era preciso fazer um bom resultado em casa. Passou a jogar mais no campo adversário, o time baiano já mais fechado atrás, apostando mais no contragolpe.  Aos 20’, por pouco o Botafogo não empatou, mas, dois minutos depois, Marcinho teve chance ampliar, testando rente ao poste. Aos 28’, cabeçada de esquerdinha, em cruzamento da esquerda, defesa de Lucas Arcanjo.

 - Aos 32’, David recebeu em profundidade, a zaga paraibana cochilou, mas o atacante tentou driblar o experiente goleiro Felipe, ao invés de finalizar, e perdeu a chance de ampliar. 

  Um primeiro tempo proveitoso para o Leão baiano. Fez 1 x 0 e soube segurar, bem plantado, suportou sem grandes sufocos a pressão do adversário. No contragolpe, até poderia ter ampliado o placar.
 O treinador do Botafogo trocou jogadores no intervalo, em busca de uma reação. Mas o panorama pouco mudou. O time paraibano tinha mais posse de bola, atuava mais no campo inimigo mas não conseguia penetrar, criar boas situações de finalização. O Leão baiano na moita, marcando bem, encolhido mas sempre perigoso nos contragolpes, explorando a velocidade.

 - Gol ! 1 x 1, Ederson, aos 15 minutos. A defesa baiana deu branco, vacilou e o cruzamento saiu da direita, linha de fundo, depois de uma cobrança de lateral; o centroavante Ederson subiu na pequena área, sem marcação, testando no canto.  E o Botafogo se animou. 

  Aos 20’, com o crescimento do Belo da Paraíba, Wagner Lopes mexeu, trocou três, pôs fôlego renovado em campo: Renan, Cedric e Wálisson em campo (sairam Raul Prata, Marcinho e Fabinho). Aos 26’, Ederson entrou livre mas demorou de definir, e o zagueiro Thalysson salvou o gol de desempate.  

  Aos 29’, entrou Soares Bolota no lugar de Caíque; uma tentativa de reequilibrar o duelo no meio campo. O Botafogo melhor, na pressão. Aos 36’, saiu Eduardo e entrou Fernando Neto.

 Aos 39’, o Vitória perdeu o zagueiro Matheus, machucado no ombro após uma disputa na área adversária. O Leão com um a menos no final, pois o treinador já tinha trocado os 5 permitidos. A essa altura o empate já era uma bom resultado para os baianos, que pouco ou nada produziram na segunda etapa. A arbitragem deu 5 minutos de acréscimos. Sufoco!

 Mas deu mesmo o empate (1 x 1) e a decisão ficou para Salvador.
  O Vitória escalado por Wagner Lopes: Lucas Arcanjo, Raul Prata, Matheus, Thalysson e Roberto; João Pedro, Eduardo, Caíque; Febinho, David e Marcinho.

 Arbitragem pernambucana, sem problemas.    
*
  O Leão volta a campo no sábado, pela Série B. Encara a Ponte Preta, a Macaca, em Campinas.
**
 Nesta quarta, 19 hs, o Bahia joga na Fonte Nova, contra o Ceará, numa partida atrasada pela Série A. Rivalidade pura.