quarta-feira, 08 de dezembro de 2021
Colunistas / A Boa Mesa
Dom Franquito

DOM FRANQUITO ABRAÇA O RAVIOLI DE CORDEIRO DO RISTORANTE BOTTINO

Um cantinho italiano em Salvador com comidas deliciosas e atendimento primoroso
07/11/2021 às 10:09
      O Bottino Ristorante Italiano do Rio de Vermelho é um cantinho do país da bota, em Salvador. É como se você estivesse em Roma ou Bolonha, tanto faz, fique à vontade para escolher sua cidade de preferência na Itália, pois, os clientes ao entrarem no Bottino sentem-se como se estivessem numa cantina do Siena ou de Veneza.

  Há uma infinidade de sinônimos para nominar a palabra bottino, em português, desde saque nos sentidos de 'metere la mano' a 'sacou, meu caro', deu um saque, um estalo. Pode ser um ganho, economia, um butim, despojo, uma presa de guerra.

  O nome é sonoro e agradável de se pronunciar e o local - isso é o que interessa - do ristorante, posto em italiano na fachada, fica situado numa casa de dois pisos na Praça Brigadeiro Faria Rocha, no coração do bairro boêmio de Salvador, o Rio Vermelho, quase em frente a rua do canal, a Fonte do Boi.

  A casa anda sempre com bom público e não faz reserva atendendo por ordem de chegada, o que significa dizer os clientes podem amargar fila de espera nos finais de semana, sobretudo nas sextas e nos sábados. Mas, nada que assuste ou desanime você em ir conhecer o Bottino uma vez que, tudo compensa pela delícia da comida servida com esmero e qualidade, dos tradicionais polpettones aos fetuccines.

  Yo e la señora Bião de Jesus demos sorte, ontem, en la noche, pois, havia 9 grupos à nossa frente, pero, de prima, conseguimos uma mesa para os dois pombinhos no piso superior, bem localizada - ao lado da adega - e fomos bem atendidos pelo jovem garçom Eduardo.

  La Bião - lugar comum dizer isso - estava lindissima com look negro e cabelo produzido pela maga Andrea e yo, comemorando meus 50 anos de formado pela UFBA, em jornalismo, elegante como sempre - o que deixa minha neta Luna Rosa eufórica a ponto de dizer que ainda serei capa da Vogue.

  Acomodados, solicitamos um Primitivo Salento produzido com uva encontrada no Sul da Itália, na região de Puglia, uma casta que vem ganhando adeptos no mundo dos apreciadores de vinos por sua leveza e sabor, aroma de tanino aveludado, e bruschettas com tomatinos e abobrinhas.

  Meu nobre, minha leitora marquesa, que tinto admirável, ao brinde fomos com prazer e amor saudando aos deuses e a chuva. As bruschettas deliciosas. Os tomatinos bem como gosto, picantes a gosto.

  O Bottino - como toda cantina italiana - tem grupos familiares em távolas redondas - alguns com descendentes de italianos - o que significa dizer falatório. A conversa e os brindes nessas mesas são altos, mas, faz parte do ambiente. Cantina italiana quetinha não existe. 

  A decoração é típica das cantinas italianas: fitas, quadros, máscaras de Veneza, tiras de alho, garfos, facas, colheres e espelhos.

  De principal, solicitamos ravioli de cordeiro ao pomodoro e nhoc a bolonesa. 

  Eduardo, pacientemente, regulava as nossas taças para mantê-las, vivas. 

  Que delícia os principais: o ravioli saboroso, perfumado; e o nhoc igualmente delicioso.

  De postere, nada mais, estávamos satisfeito além do ponto. Restou-nos a pedida finale do café expresso vergatto e um sequilho.

  Assim é o Bottino: entra-se com prazer e sai-se igualmente com prazer.
__________________________________________
 Bottino Ristorante Italiano
 Praça Brigadeiro Faria Rocha
 Rio Vermelho 
 Fone 71.3012.2085
 Abre 12h e fecha 23h
 Não aceita reserva - ordem de chegada  
 ifood.com.br, rappi.com.br
 Primitivo Salento R$122,00
 Bruschettas R$46,00
 Nhoc a Bolonesa R$49,50
 Ravioli de cordeiro R$60,50
 Água Mineral R$6,50
 Expresso vergatto R$6,10
 Ambientes bem decorado 
 Estacionamento em frente na rua
 Não tem manobritas
 Classificação 4 DONS