quarta-feira, 23 de junho de 2021
Bahia

FEDERAÇÃO DAS APAES DO ESTADO DA BAHIA COMEMORA 28 ANOS

Desde 1993, a instituição vem fortalecendo o movimento das Apaes na luta pelos direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla.
Andréa Castro , Salvador | 11/05/2021 às 12:07
Federação das Apaes do Estado da Bahia comemora 28 anos
Foto: divulgação
Foi com a missão de promover ações em favor da inclusão e da promoção dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla, que nasceu a Federação das Apaes do Estado da Bahia (Feapaes-BA), em 21 de maio de 1993. A instituição surgiu com o objetivo de integrar as 31 unidades da Apae que atuavam em território baiano até aquele momento. Quase três décadas depois, a Feapaes-BA comemora o seu 28º aniversário com 77 associadas e mais duas entidades coirmãs, alcançando uma expansão que abrange várias regiões do estado. “São 28 anos de muito trabalho e dedicação na luta por melhores oportunidades para as pessoas com deficiência intelectual e múltipla no Estado da Bahia. Mas as vitórias são sempre gratificantes e impulsionadoras.”, conta Narciso Batista, presidente da Feapaes-BA.

Sobre a recente inclusão de pessoas com Síndrome de Down no grupo prioritário da vacinação, o presidente da federação enxerga a conquista como um avanço importante. “Celebrar o aniversário da Federação das Apaes com mais essa vitória é um presente para nós. Sabemos dos desafios que estão por vir, mas estamos confiantes. Nosso desejo é que a vacinação se estenda a todos os municípios e para todos os baianos”, declara. Vale ressaltar que as Apaes atendem múltiplas deficiências. Logo, se a vacina chega para quem tem Síndrome de Down e não para os demais, não é uma ação inclusiva, em momento tão delicado. “Compreendemos a necessidade das prioridades, em virtude da escassez da vacina. No entanto, ao demonstrar a preocupação real com todos, demonstramos o nosso papel como agentes sociais inclusivos”, concluiu Narciso Batista.

Durante os anos de exercício, a Feapaes-BA tem oferecido todo o suporte para que as Apaes possam desenvolver os seus projetos de forma cada vez mais ampla e eficaz. As coordenadorias da federação atuam em diversos segmentos, que incluem o serviço de assistência social, educação, saúde, esporte, cultura e formação do trabalho. Essas atividades visam fortalecer o movimento das Apaes junto às pessoas com deficiência, além de formar e capacitar as lideranças da rede apaeana. “Vemos na qualificação profissional dos nossos gestores a melhor oportunidade para que as Apaes cresçam de forma sustentável e consigam promover cada vez mais qualidade de vida para os nossos assistidos”, completou Narciso.