quarta-feira, 22 de setembro de 2021
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

SAÚDE DE SALVADOR AUTORIZA CASAMENTOS E BATIZADOS COM ATÉ 200 PESSOAS

Número de infectados vai caindo aos poucos
15/07/2021 às 09:12
   1. Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.660 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,1%) e 2.010 recuperados (+0,2%). O boletim epidemiológico desta quinta-feira (15) também registra 69 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje. Dos 1.165.822 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.130.364 já são considerados recuperados, 10.415 encontram-se ativos e 25.043 tiveram óbito confirmado.

2. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.405.149 casos descartados e 231.502 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira. Na Bahia, 51.213 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

3. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 25.043, representando uma letalidade de 2,15%. Dentre os óbitos, 55,76% ocorreram no sexo masculino e 44,24% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,93% corresponderam a parda, seguidos por branca com 22,47%, preta com 15,31%, amarela com 0,41%, indígena com 0,14% e não há informação em 6,73% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 60,15%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (72,69%).

4. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.
                                           *****
5. Pessoas com 42 anos ou mais voltam a ser vacinadas nesta sexta-feira (16) em Lauro de Freitas, com a primeira dose contra a Covid-19. O público dessa faixa etária deve procurar um dos locais de vacinação disponibilizados pela Prefeitura, das 8h às 16h, munidos de documento oficial com foto, comprovante de residência e cartão do SUS.

6. A vacinação ocorre nos seguintes locais: Terminal Rodoviário de Portão, Quadra da Escola Dois de Julho (próximo a UPA de Itinga), Ginásio de Esportes do Aracuí (Rua dos Vereadores) e na Escola Esfinge, em Areia Branca.

7. No último sábado (10), 1.614 pessoas com 42 anos, nascidas até 31 de março de 1979, foram vacinadas no município com o imunizante da Pfizer. A vacinação estava suspensa até esta quinta-feira (15) por conta da falta de doses.

8. Mais de 50% da população adulta de Lauro de Freitas, 76.830 pessoas, já tomaram a primeira dose de alguma das vacinas disponíveis contra a Covid-19.

9. A partir desta quinta-feira (15), eventos sociais e infantis de Salvador estão autorizados a serem realizados com capacidade máxima de público de até 200 pessoas – o limite até então era de 100 pessoas. Essa flexibilização estava prevista no Decreto 34.123, que determinou a ativação da fase verde do plano de reabertura das atividades econômicas na capital, caso o índice de ocupação de leitos UTI Covid adulto estivesse em patamar igual ou inferior a 60%, entre os dias 9 a 14.

10. Conforme dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Salvador atendeu a esse critério. Ontem (14), a taxa de ocupação das vagas de terapia intensiva foi de 51%. Na terça (13) foi de 49%; na segunda (12), 52%; no domingo (11), 55%; no sábado (10), 55%; e na sexta-feira passada (9), 57%.

11. “O processo de vacinação e as medidas de enfrentamento à pandemia em Salvador têm sido cruciais para que os indicadores da saúde permaneçam controlados e em queda. Isso também tem permitido que a capital baiana avance cada vez mais na retomada das atividades de forma segura”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, acrescentando que o setor de cultura e eventos foi um dos mais afetados nesses 16 meses de crise sanitária.

12. Os eventos sociais, a exemplo de casamentos, bodas, noivados, aniversários, batizados, formaturas e confraternizações corporativas, podem ser realizados de segunda-feira a domingo, das 10h às 23h30. A exceção vai para espaços localizados em shopping centers e centros comerciais sem acesso independente, que seguirão o horário de funcionamento desses empreendimentos.

13. A regra para o funcionamento de eventos infantis é similar, com uma leve diferença de horário: pode ocorrer de segunda-feira a domingo, das 10h às 23h. A capacidade de convidados nos espaços deve ser de 50% do total do local ou um convidado a cada seis metros quadrados, o que for menor, não podendo exceder o limite máximo de 200 pessoas.

14. Não poderá ser realizado mais de um evento em um mesmo espaço de forma simultânea, ainda que o total de convidados somados não ultrapasse os limites estabelecidos neste protocolo. Segue proibida a realização de feiras e similares para exposição e vendas de produtos.

15. Numa atitude de humanidade, cujo período de pandemia exige, a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) atuou em parceria com a Base Comunitária da Polícia Militar do bairro do Calabar, na quarta-feira (14). Na ocasião, as entidades doaram cem cestas básicas para a comunidade. Esse tipo de trabalho social para pessoas em vulnerabilidade já é uma prática rotineira na pasta municipal.

16. De acordo com o secretário da Sempre, Kiki Bispo, é preciso quebrar tabus e haver parcerias e políticas públicas entre os dois poderes (estadual e municipal), em especial neste período de crise, em prol da população. “Para nós, gestores, ações irmanadas como essas são muito importantes. É muito mais valioso tirar essas famílias da fome”, destacou Kiki Bispo.

17. A capitã Aline Muniz, ao agradecer todo apoio e elencar todas as 17 atividades oferecidas na base, como boxe, cursos de fotografia e bombeiro civil mirim, afirmou ter se encontrado na base comunitária. “Hoje a PM aqui no Calabar, que inicialmente encontrou uma grande resistência, é vista como uma força para o cidadão”, pontuou.

18. A jovem Graciele Santos, com um bebê de dois anos no colo, não escondeu a satisfação em receber a cesta básica. “Estou desempregada e às vezes falta alimento em casa. É muito bom receber essa cesta da Sempre, ajuda bastante, em especial para quem é mãe”, disse, aliviada. 

19. O ministro da Cidadania, João Roma, destacou a reformulação dos programas sociais do governo federal durante entrevistas às rádios Bandeirantes e Jovem Pan nesta quinta-feira (15). Este trabalho está sendo conduzido pelo Ministério da Cidadania, braço social do governo Bolsonaro, visando ampliar e fortalecer os programas. O resultado desta reformulação deve começar a valer a partir de novembro, após o pagamento da última parcela do Auxílio Emergencial, em outubro.

20. “Pretendemos agora agregar outras políticas, outras ferramentas do estado brasileiro para passar a ser não apenas uma rede de proteção para cidadãos em situação de vulnerabilidade, mas também disponibilizar para essa população vários mecanismos para que ela possa avançar em sua qualidade de vida, sua cidadania plena, visando sua emancipação”, afirmou.

21. Entre estes mecanismos, Roma cita o acesso ao mercado de trabalho, possibilidades de capacitação, “com introdução do Programa de Aquisição de Alimentos para que a gente possa não apenas fortalecer a agricultura familiar, o homem do campo, mas também avançar na pauta da segurança alimentar e nutricional do nosso país”, frisou.