quinta-feira, 06 de maio de 2021
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

STF IDENTIFICA 11 PERFIS QUE ESTARIAM DIVULGANDO INFORMAÇÕES FALSAS

Em decisão divulgada na terça-feira (26), o desembargador Lourival Almeida Trindade, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, suspendeu liminar que derrubava um artigo do decreto 4.623, de 14 de maio.
27/05/2020 às 20:42
 MIUDINHAS GLOBAIS:

  1. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, apontou em sua decisão 11 perfis que, segundo buscas feitas a partir de hashtags atacando o STF, apareceram como parte de "um mecanismo coordenado de criação e divulgação" de notícias falsas. A pergunta é: E agora, o que fará a CPI da Fake News presidida pelo senador Angelo Coronel?

  2. São eles os perfis Allan dos Santos, Bernardo Kuster, Bolsonéas, Gil Diniz, Crítica Nacional, Filipe Barros, Leandro Ruschel, Left Dex, Faka, Patriotas e TeAtualizei.

  3. "Como se vê de tudo até então apresentado, recaem sobre os indivíduos aqui identificados sérias suspeitas de que integrariam esse complexo esquema de disseminação de notícias falsas por intermédio de publicações em redes sociais, atingindo um público diário de milhões de pessoas, expondo a perigo de lesão, com suas notícias ofensivas e fraudulentas, a independência dos poderes e o Estado de Direito", escreveu o ministro.

   4. O inquérito analisou as relações entre esses perfis, mostrando que eles participam da disseminação de boatos uns dos outros. Abaixo, uma das imagens, que mostra como os outros perfis repassam informação criada por um deles.

   5. Em um trecho, o laudo pericial da PF explica como operam os perfis, escondendo-se das hashtags que criam.

  6. "Os perfis influenciadores iniciam os ataques selecionando um tema, por exemplo, o Impeachment de membros do STF. Nesta etapa inicial estes perfis não necessariamente utilizam uma hashtag para disseminar o ataque escolhido, valendo-se muitas vezes de seus seguidores (followers) para “criar” uma hashtag e impulsionar este ataque. Desta forma, os perfis influenciadores não apareceriam como criadores da hashtag que simboliza o ataque".

   7. Num dos asos analisados, com a hashtags #ImpeachmentGilmarMendes, os ataques foram orquestrados a partir de 7 de novembro do ano passado sem inicialmente usar a hashtag.
                                                              *********
  8. O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta quarta-feira, 27, que é de "excelente nível" a esteira ergométrica que o governo federal deve comprar por cerca de R$ 44 mil para equipar o Palácio do Jaburu. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Mourão defendeu-se de críticas que recebeu nas redes sociais pela compra. O general argumentou que a licitação segue as regras da administração pública e que ele e sua equipe contam apenas com um aparelho emprestado para se exercitarem.

   9. "Não dá para continuar com algo emprestado. Não é meu, é patrimônio público. É usado, além de por mim, pela equipe que trabalha lá. A gente tem de ter algo decente para poder manter capacidade física", disse.

  10. O deputado estadual Targino Machado voltou a destacar as trapalhadas do atual prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, no combate à pandemia do Coronavírus. Segundo o parlamentar, desde o início da circulação do vírus na cidade, em março, o atual gestor só contribuiu para o avanço da doença com medidas irresponsáveis.

   11. “Muitas trapalhadas do prefeito Colbert Martins, com o abre e fecha do comércio, diminuição de ônibus na cidade, ocasionando a superlotação do transporte local, feiras livres, Feiraguay e Centro de Abastecimento funcionando normalmente. Tudo contribuindo para as aglomerações. Foi o risco que o prefeito quis correr, aumentando o número de contaminados e óbitos na cidade”.

  12. Targino criticou duramente a falta de agilidade administrativa do gestor feirense, que ainda não implantou leitos de UTI na cidade.

  13. Em decisão divulgada na última terça-feira (26), o desembargador Lourival Almeida Trindade, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, suspendeu liminar que derrubava um artigo do decreto 4.623, de 14 de maio. 

  14. O decreto, editado pela Prefeitura de Lauro de Freitas como uma das estratégias para conter o avanço do coronavirus no município, proibia, no seu artigo 5º, a realização de atividades esportivas como caminhadas, corridas e exercícios nas calçadas, praças, calçadão da orla e área de uso comum dos condomínios e loteamentos residenciais de Lauro de Freitas. Com a decisão, o artigo volta a valer durante todo o dia.

  15. O desembargador destaca na sua decisão que "a proibição de realização de atividades físicas, nos locais prefigurados, no pré-aludido decreto, entremostra-se, em conformidade com as recomendações do Ministério da Saúde (ID 7302739), que, inclusive, sugere a adaptação dos exercícios físicos ao ambiente domiciliar neste período de enfrentamento da pandemia, máxime, levando-se, em linha de conta, que o isolamento social vem sendo, comprovadamente, a medida mais eficaz, na contenção da transmissão do novo coronavírus".

  16. Para ao município, a decisão é o reconhecimento dos acertos das medidas implementadas para conter a disseminação do virus, com destaque para as que promovem e estimulam o distanciamento social. “Está provado que o isolamento ainda é a mais eficiente forma de controle da doença e de achatamento da curva de contaminação, impedindo o colapso do sistema de saúde. Em outras palavras, é uma medida que salva vidas”, destaca a prefeita Moema Gramacho.

   17. A Prefeitura Municipal de Madre de Deus iniciou, nesta terça-feira (26), o processo de identificação personalizada de carros e motos de moradores e pessoas que trabalham no município. 

  18. A identificação está sendo feita por meio da colagem de adesivos personalizados por categorias, sendo a cor verde para pessoas que residem no município, a cor laranja para quem trabalha na cidade, e vermelho, para os carros oficiais. 

  19. A ação, determinada pelo prefeito Jailton Santana (PTB), tem como objetivo controlar o acesso de pessoas ao município e, dessa forma, conter o avanço do novo coronavírus em Madre de Deus. 

   20. Também estão sendo distribuídos vouchers na barreira sanitária, na entrada da cidade, para que os motoristas dos veículos que deixam o município informem o seu destino, o motivo da saída e a previsão de volta. 

  21. Aprovado pela Câmara Federal, o projeto de lei 2159/20 autoriza a distribuição de gêneros alimentícios da merenda escolar a famílias dos estudantes de escolas públicas, comunitárias, confessionais ou filantrópicas de educação básica que tiveram as aulas suspensas por causa da pandemia de covid-19. 

   22. Com voto a favor à medida, o deputado baiano Valmir Assunção (PT) defende a importância do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e da participação dos professores, diretores e familiares neste processo. Nesta quarta-feira (27), um dia após a proposta passar no plenário da Casa Legislativa, Assunção diz que a medida regulamenta o que foi sugerido por ele desde o início da crise sanitária e complementa lei já publicada.

   23. “O importante é que essa ação fortalece o Pnae, já que esses alimentos serão adquiridos com recursos do programa que tem vínculo direto com a agricultura familiar, adquirindo cerca de 30% da produção. Isso é fundamental para a comunidade escolar e para todos os envolvidos, pais, estudantes, professores, diretores e trabalhadores em geral da educação

   24. Nesta sexta(29) de maio, às 19h30, no canal Youtube (youtube.com/ighbba), o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia promove uma Live em homenagem ao Dia do Geógrafo , com as participações dos professores Jémisson Mattos (UEFS), Nilton Santana (IFBA/Salvador) e mediação da professora Lucidalva Menezes (IFBaiano). Os especialistas apresentarão reflexões sobre o Papel do Geógrafo na atualidade e também no contexto da pandemia do Coronavírus.

  25. As discussões serão norteadas nos desafios profissionais do Geógrafo e suas contribuições para a interpretação da crise ambiental atual e sua ligação com o COVID-19, como também será apresentado o mapeamento das ocorrências de infectados e recuperados do Coronavírus na Cidade do Salvador.

  26. O IGHB é uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).