quinta-feira, 06 de maio de 2021
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

BILIONÁRIOS E MILIONÁRIOS BRASILEIROS PRECISAM APRENDER A DOAR (TF)

Muita gente que adora criticar o governo Bolsonaro e é caixa alta ainda não coçou o bolso para doações
05/04/2020 às 11:17
MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Os bilionários (aqueles que têm mais de R$1 bihão em caixa) e milionários (os que têm mais de R$8 milhões em caixa) brasileiros - empresários, apresentadores de televisão, radialistas, desembargadores, juizes, magistrados, ministros, engenheiros, investidores, senadores, deputados, cantores, artistas, médicos, publicitários, escritores, jogadores de futebol e outros menos dotados - não têm a prática corriqueira nos EUA, Canadá, países da Europa e da Ásia de fazerem doações nos momentos de catástrofes, pandemias e assemelhados. 

   2. Há exceções e alguns endinheirados estão promovendo campanhas e disponibilizando alguns recursdos na ajuda aos brasileiros mais necessitados que são milhões.

   3. Estima-se, dados mais recentes levantados diante da pandemia do Covid-19, algo em torno de 38 milhões de brasis na informalidade. Mais do que toda a população da Argentina. Daí vocês podem ver a dimensão do problema. Felizmente, há uma corrente de solidaridade no Brasil não organizada por bilionários e milionários, constituida de pessoas da classe média, de pobres, de instituições de caridade e assim por diante.

   4. A gente não vê aqueles (as) cantores (as) famosos que tanto criticam Bolsonaro, que falam em igualdade de gênero e outros salamilaques, unidos e em campanha para ajudar os mais necessitados brasis. Estão mudos, calados, sumidos do mapa.

   5. Os "Dendês no Sangue" que só aparecerem na cidade do Salvador na época do Carnaval e que faturam alto também ninguém ouve falar neles nesse momento. O rei dos reis da música calado. Os milionários do rádio e da TV mudos. Há senadores riquissimos com aviões e empresas sem dar as caras e tirar um pouco do muito que têm para ajudar os mais carentes.

   6. Ninguém quer uma doação como a da apresentadora de TV norte-americana Opran Winfner que doou de sua conta pessoal 10 miçhões de dólares (52 milhões de reais) para uma Fundação dirigida por Leonardo de Caprio para ajudar os afetados pena pandemia do Coronavir; ou como fez o atleta portugues, Cristiano Ronaldo, que vai transformar seus hotéis em hospitais; e Lionel Messi que doou 1 milhão de euros de sua imensa fotruna.

   7. A realidade é que os brasis bilionários e milionários em sua maioria (há exceções) ainda não coça o bolso quando o assunto é ajuda os mais pobres diante de uma pandemia. Já foi até pior. Hoje, já vê-se alguns se movimentando nessa direção. Mas, poderia ser bem mais.
                                                                         ****
  5. Os Estados Unidos entram em uma das semanas mais críticas até agora na crise do coronavírus, com o número de mortos explodindo em Nova York, Michigan e Louisiana e alguns governadores pedindo uma determinação nacional para ficar em casa.

   6. Nova York é o Estado mais atingido, com mais de 40% de todas as mortes nos EUA e quase 115.000 casos registrados até sábado.

  7. Corpos das vítimas da Covid-19, doença respiratória semelhante à gripe, causada pelo coronavírus, foram empilhados em sacos laranjas brilhantes dentro de um necrotério improvisado do lado de fora do Wyckoff Heights Medical Center, no Brooklyn, de acordo com fotos fornecidas à Reuters.

   8. O cirurgião-geral dos EUA Jerome Adams alertou na Fox News neste domingo que tempos difíceis estão por vir, mas "há uma luz no fim do túnel se todos fizerem sua parte pelos próximos 30 dias".

   9. "Essa será a semana mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos, francamente. Esse será o nosso momento Pearl Harbor, o momento 11 de Setembro, mas não será localizado", disse ele. "Isso vai acontecer em todo o país. E eu quero que os EUA entendam isso."

   10. Lugares como Pensilvânia, Colorado e Washington DC estão começando a ver mortes crescentes. A força-tarefa de coronavírus da Casa Branca alertou que não é hora de ir ao supermercado ou a outros locais públicos.

  11. A Prefeitura de Itaparica emitiu uma nota oficial rechaçando as declarações do prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinícius, que considerou como derrota absurda a instalação de um Centro de Referência de tratamento ao Coronavírus no município de Itaparica. 

   12. Vinícius fez declarações contra a prefeita Marlylda Barbuda e o governo do Estado porque a unidade será instalada em Itaparica e não em Vera Cruz, conforme Vinícius queria. A unidade será instalada em Itaparica por escolha técnica da Secretaria de Saúde da Bahia, que reprovou a unidade oferecida por Vinícius. 

  13. O chocolate ganha sabores mais intensos e combinações deliciosas nas sugestões para Páscoa da A Sorveteria da Barra. Neste período de isolamento social, a data ganha um sentimento maior de confraternização e fica mais especial com os sorvetes de Chocolate Trufado, Chocolate Zero Açúcar, Rafaello, Chocolate Africano, Menta e Chocolate Tradicional e Príncipe Africano.  

   14. Os pedidos podem ser feitos todos os dias das, 12 às 18 horas, nos aplicativos de delivery Uber Eats, James, Ifood e Rappi e através do Take Away, no telefone 2132.5999, com retirada no balcão da loja.

  15. No delivery, os sorvetes e picolés serão entregues na casa do cliente ou das pessoas que ele quiser presentear na Páscoa. Além dos produtos do cardápio, o milk shake pode ser pedido apenas no Take Away, no qual o cliente paga e retira no deck da loja. A Sorveteria da Barra fica no Residencial Expresso 2222, na Avenida Oceânica, 683, na Barra.

   16. Junto com o chocolate, os famosos sorvetes de frutas e os tradicionais complementam o cardápio de delivery da Sorveteria da Barra. Os sabores de frutas são Manga, Coco Verde, Mangaba, Açaí, Tangerina, Cajá, Cupuaçu, Graviola, Tamarindo, Abacaxi e Morando, entre outras. Já os tradicionais, os clientes podem escolher entre os sabores de Tapioca, Caramelo Toffee, Fior de Latte com Torta Búlgara, Doce de Leite com Brownie, Creme com Passa, Baunilha, Nata Goiaba, Pistache, Flocos e Tutti Frutti.

   17. O Ministério Público do Estado da Bahia e a Defensoria Pública estadual pediram à Justiça que suspenda o cumprimento das decisões liminares de reintegração de posse que implicariam na desocupação forçada de um imóvel no Município de Feira de Santana, atualmente ocupado por integrantes do Movimento Social dos Sem Terra (MST), enquanto durar a pandemia do coronavírus. 

   18. Nos dois recursos formulados, a promotora de Justiça Luciana Machado dos Santos Maia e o defensor Público Maurício Martins Moitinho esclarecem que não questionam o mérito da decisão liminar de reintegração de posse. “Acreditamos, somente, que esse não é o momento adequado para dar continuidade ao seu cumprimento, pois acarreta riscos à saúde e tranquilidade dessas pessoas e de toda a população”, salientaram. 

   19. Os recursos de suspensão se referem à ação de reintegração de posse movida por Raymundo Pereira Almeida, que alegou ter sofrido invasão da sua propriedade em outubro de 2017 por integrantes do MST. 

   20. O proprietário ganhou a ação, em caráter liminar, porém, no trâmite dos recursos, Feira de Santana foi acometida pela pandemia de Covid-19, tendo inclusive decretado estado de calamidade pública. Para exemplificar a dificuldade que seria dar seguimento à reintegração nessas circunstâncias, MP e Defensoria ressaltam que dentre os próximos atos processuais a serem cumpridos estão uma reunião com vários órgãos, para discutir a  forma da desocupação, havendo ainda a previsão da realização de visitas técnicas com a presença de assistentes sociais, representantes das Secretaria de Desenvolvimento Social no local, além de assistente do Judiciário e também do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e do Conselho Tutelar. 

   21. A promotora e o defensor salientam ainda que suspender a reintegração provisoriamente evitará “grave risco de dano irreparável para a saúde de centenas de pessoas em estado de vulnerabilidade que no momento ocupam o imóvel”.