quarta-feira, 23 de junho de 2021
Esporte

CAMPEONATO BAIANO: BAHIA VENCE E DISPUTA TITULO; VITÓRIA ESTÁ FORA

ZédeJesusBarrêto comenta que o Vitória está fora da decisão e o Bahia dentro
Tasso Franco , da redação em Salvador | 05/05/2021 às 22:14
Bahia vence Jacuipense 1x0
Foto: Felipe Oliveira


  Estão definidos os quatro clubes que disputarão as semifinais e o título do Baianão 2021, três do interior e só um da capital: Juazeirense, Bahia de Feira, Bahia e Atlético de Alagoinhas. O Bahia conseguiu a classificação vencendo o Jacuipense (1 x 0) em Pituaçu, num jogo equilibrado e emocionante. 

  O Vitória, com muitos desfalques na equipe, não conseguiu vencer o lanterna Fluminense e, com o empate (1 x 1), o Leão está eliminado na competição na fase final de classificação pelo terceiro ano seguido. Decepcionante. 
 *
  Com os resultados, os confrontos, em jogos lá e cá, das semifinais serão:

  - Juazeirense x Atlético de Alagoinhas. Primeiro jogo em Alagoinhas, o Juazeirense terminou líder, com 18 pontos. O Atlético terminou com 13 pontos.

  - Bahia de Feira x Bahia (ambos com 15 pontos). O Bahia de Feira ficou em segundo lugar, tem a vantagem, e o Bahia ficou em terceiro. O primeiro jogo é em Pituaçu, pois.   
 *
  Assim foi a rodada final da fase de classificação, que definiu os semifinalistas:  

  Jacuipense 0 x 1 Bahia (Pituaçu); Vitória 1 x 1 Fluminense de Feira (Barradão); 
 Doce Mel 2 x 1 Juazeirense; Bahia de Feira 3 x 0 Unirb; Vitória da Conquista 3 x 0 Atlético de Alagoinhas.  
**
Em Pituaçu

O Bahia começou marcando na frente, adiantado, e se deu bem. Aos 5 minutos, numa tabela com Gustavo, Marcelo entrou de cara e tocou na saída do goleiro, abrindo o placar: 1 x 0.    O Jacuipense, mais rodado e precisando vencer, foi todo pra cima, na pressão, correndo atrás, trocando passes, atacando. O Bahia fechou-se no meio campo e apostou nos contragolpes, com bolas esticadas. 

 Aos 25’, Danilo Rios bateu falta para ótima espalmada do goleiro Denis Junior. Aos 36’, Dinei assustou, de cabeça, a bola raspou o poste. Só aos 43 o Bahia chegou, com boa jogada individual de Pablo, quase ampliando. 
*
  Ao Jacuipense restava atacar e atacar, precisava vencer para se classificar. Emoções à vista na segunda etapa, muito disputada e corrida até o final. 

  Mateus Tenório, meia, no lugar de Josa, apoiador. No Bahia, o atacante Ronaldo no lugar de Gustavo. O Jacupa logo criou duas chances, o goleiro Junior trabalhando bem. No contragolpe, quase o Bahia ampliou, o goleiro de Jacuípe salvou em dois lances seguidos. Aos 9’, Bruno Camilo bateu pelo alto, a bola raspou. Popô respondeu – era la e cá – e errou o alvo por pouco. Jogo quente, aberto, ofensivo. 

  Aos 10’, Marcelo acertou a trave do Jacuipense, quase ampliou. Aos 12’, Dinei de cabeça acertou o travessão de Junior, na volta Popô encheu o pé, por cima. Bom de ver. Borel sentiu, Luis Felipe em seu lugar.   Aos 20’, Danilo Rios bateu falta, Junior segurou.  Maike e Everson em campo; saíram Pablo e Bruno Camilo. Jacuipense jogava mais próximo da área tricolor, cavando faltas, insistindo, perigando. O Tricolor já sem contragolpe, todo atrás.

 Aos 42, Vitor salvou o segundo gol do Bahia, numa finalização de frente e forte de Caio Melo. O árbitro deu 7 minutos de acréscimo, mas nada aconteceu.  O Bahia classificado. 

  Destaques para o goleiro Denis Junior e o miolo de zaga do Bahia.  Danilo Rios, e o coletivo, a disposição, a vontade da equipe de Jacuípe, que atuou bem. 
  
 **
No Barradão

Mesmo com uma equipe toda mesclada, desentrosada (17 atletas fora de combate, 12 por Covid), o Vitória foi todo pressão na primeira etapa, precisava vencer o lanterna Fluminense, em casa, para obter a classificação. O goleiro dos Touros do Sertão teve trabalho, destacou-se, e o Leão buscou, tentou, teve o domínio mas errou nas finalizações e o gol não saiu. O Flu atacou pouco.  
*
 Ou o Leão vencia ou seria desclassificado do Baianão, já na primeira fase da competição, pelo terceiro ano seguido. Foi pro tudo ou nada, pois, nesses 45 minutos finais, voltou à toda, os Touros na defesa, o goleirão Wendel fechando, oportunidades seguidas desperdiçadas. O Flu suportava, pouco agredia.  Substituições dos dois lados, sangue novo, fôlego renovado, correria.  Aos 17’, Anibal quase fez. 
 Gol !  1 x 0 Vitória ! Aos 19’, o capitão veterano Wallace abriu o placar, depois de uma blitz rubro-negra, pegando uma sobra de bico, por baixo do goleiro. 

  E o  Leão continuou em cima, querendo mais, mas foi arrefecendo, recuando, cedendo espaços e os Touros cresceram. 

  Aos 37’, quase o Fluminense empatou; o jovem goleiro Cabral salvou. Aos 38’, após rebote de Cabral, marcos (atacante do Flu) finalizou em gol, mas o árbitro viu impedimento e anulou. Aos 40’, o goleiro Cabral fez pênalti em Jackson ... o árbitro marcou.

 - Gol ! 1 x 1, Tiago batendo o pênalti, alto, a bola ainda se chocou no travessão. Os Touros empatam, aos 41 minutos.   

  O Leão parecia morto no final. Aos 42, outra bola na rede, o árbitro anulou, marcou novo impedimento do atacante do Flu. Aos 47’, Cabral salvou o segundo gol dos Touros, espalmando chute de fora da área. E foi só.
*
 Com o empate, o Vitória está fora do campeonato.  Eliminado na fase classificatória pelo terceiro ano seguido. O Fluminense, que lutou muito, terminou último colocado, lanterna, e caiu mesmo para a segunda divisão. 
**
Curtas: 

- Sábado à tarde, Ceará x Bahia, decidindo o título da Copa do Nordeste. Jogo em Fortaleza e o Vozão entra em campo vencendo por 1 x 0. 
- A final da Champions League será inglesa : Manchester City x Chelsea. Jogo único em Istambul. 
    O City arrebentou o PSG de Neymar e o Chelsea destruiu o Real Madrid de Zidane.