quinta-feira, 21 de outubro de 2021
Cultura

SÉRGIO CAMARGO COMPARA A MAJU COUTINHO A UM "PRETO DE COLEIRA"

MPT quer o afastamento de Sérgio Camargo do cargo. Com Jornal de Brasília
Tasso Franco , da redação em Salvador | 30/08/2021 às 15:56
Sérgio Camargo
Foto:
  No último domingo (29), o programa Fantástico, da TV Globo mostrou a ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) contra o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo. O ministério acusa Camargo de cometer os crimes de assédio moral, discriminação e perseguição ideológica contra servidores.

Por meio do Twitter, Sérgio Camargo condenou a reportagem do Fantástico e relaciounou a jornalista e apresentadora Maju Coutinho a um “preto de coleira”. Após a repercussão negativa do comentário, o presidente da fundação Palmares apagou o post.

“A matéria do Fantástico é 100% mentirosa e canalha, mas, ironicamente, me fortalece muito. Obrigado, imbecis! – Não sou um preto de coleira. Não sou como a Maju.”, escreveu Camargo.

O Ministério Público do Trabalho concluiu que o assédio moral praticado por Sérgio Camargo “contaminou o ambiente de trabalho” além de “instaurar um clima de terror psicológico” na Fundação.