quinta-feira, 05 de agosto de 2021
Bahia

REPRESSÃO EM EUCLIDES DA CUNHA: LEI SECA ATÉ 30 DE JUNHO DIANTE COVID

Não há comprovação científica de que bebida alcoólica esteja relacionada com a covid
Da Redação , Salvador | 19/06/2021 às 07:14
O prefeito e a força
Foto: REP

Das 18h desta sexta-feira, 18 de junho, até as 05h de 30 de junho, nenhum estabelecimento comercial de Euclides da Cunha poderá vender bebida alcoólica, ainda que por meio de delivery.

A decisão está no novo Decreto Municipal (nº 331), publicado pela Prefeitura nesta sexta-feira. O descumprimento desta medida, bem como as demais estabelecidas no documento, resultará em multa de 01 a 10 salários mínimos por infração, podendo, ainda, o estabelecimento infrator ser interditado e ter o alvará de funcionamento cassado. 

O toque de recolher no município segue das 21h às 05h e as feiras livres aos sábados. A realização de festas, eventos e atividades de qualquer natureza continua proibida por tempo indeterminado.

Na manhã desta sexta-feira, antes da publicação do novo Decreto, o prefeito Luciano Pinheiro (PDT) se reuniu no gabinete com o comandante do 5ª Batalhão da PM, delegado da Polícia Civil, comandante da Guarda Civil Municipal, diretor municipal de Trânsito e secretários municipais para tratar sobre os últimos detalhes de uma força tarefa montada com as instituições para fiscalizar o cumprimento do Decreto no município. "Não será mais tolerado desrespeito às leis e medidas decretadas, pondo em risco a vida das famílias euclidenses. Estamos em guerra contra a doença, e quem não estiver contra ela, está contra a saúde do nosso povo", afirmou o prefeito.