segunda-feira, 23 de setembro de 2019
Colunistas / Crônicas
Jolivaldo Freitas
É VOSSA EXCELÊNCIA! É A SUA!, a ética politica na Bahia

Jolivaldo Freitas é jornalista e cronista

A Engenharia e a História da Bahia em relato minucioso

Um trabalho desde a época da fundação da cidade do Salvador, 1549

Dia de Finados na butique CR Su Misura

Os moradores da área começaram o sofrimento logo no início do feriadão, quando descerraram as portas na sexta-feira passada.

DESMORONAR o governo da presidente Dilma! Pra quê?

Não tenho dinheiro, não sei de dinheiro, nunca vi dinheiro e tenho raiva de quem sabe.

O foca de A Tarde e o mestre José Curvelo

Lembranças de um tempo em que a imprensa escrita tinha muita força

A Superlua, os cães, os lobos, os malucos e outros

JF é ditor do site Notícia Capital

Salvador no seu Dog Day Afternoon

O dia em que a capital da Bahia parou

Chuva, chapinha, invasões e a lição de Sêo Jerônimo

Lembrando que as invasões surgiram em Salvador na segunda quadra dos século XX e que foi lá no Pero Vaz e sim no quebra-braço

O direito ao silêncio é soberano na Fonte Nova

Não tem discussão: o direito ao silêncio é soberano frente à Arena Fonte Nova.

Chove chuva e a profecia de João-nariz-de-quibe,

Camarada quer terremoto na escala de 20 graus para detonar Salvador. Que coisa.

Correndo de tiros e caindo na boca da onça

JOLIVALDO FREITASJolivaldo Freitas é jornalista e cronista

A voz das ruas e a humildade de Cardozão

Jolivaldo Freitas é jornalista e cronista

DEUS ME LIVRE de ser prefeito de Salvador, por JOLIVALDO FREITAS

Jolivaldo Freitas é jornalista e cronista

Bell e Chiclete decaíram e Sucom relaxou na Graça

Jolivaldo Freitas é jornalista

Até Papai Noel reclamou das decorações do Natal

Tá na hora da Prefeitura mandar um técnico a Gramado para ver como se faz uma decoração

ACM Neto, Jazz, Deli&Cia x agente e outras notas

JOLIVALDO FREITASJolivaldo Freitas é jornalista

O prefeito, a excomunhão e o Iphan

A igreja nunca desgruda do estado para ter apoios às suas festas religiosas

Deus e os condenados em novo modelo

Um novo modelo penitenciário que está dando certo

Votos Frankstein. Eleitores esquizofrênicos

Então, entendo que seria mais lúcido quando da prática do voto este respeitar o consenso opcional de se votar harmonizando, rimando, combinado.