ter�a-feira, 19 de outubro de 2021
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

BRASIL VENCE CHILE 1X0 E SOBRA NA LIDERANÇA DA COPA

Chile bem que tentou mas é um time limitado e fraco
03/09/2021 às 10:26
     A equipe de Tite não fez um grande jogo em Santiago, sofreu pressão, alguns jogadores estiveram bem abaixo do que podem, mas a defesa se postou bem e achou um gol no segundo tempo para vencer mais uma, 1 x 0 ferrado. Com o resultado, o Brasil chega a 21 pontos ganhos, dispara como líder, com 100 por cento de aproveitamento (sete jogos, sete triunfos). 
 *
Com os resultados da rodada, a Argentina ocupa o segundo lugar, com 15 pontos ganhos, seguida pelo Equador, Uruguai e Colômbia. 
*
Em Santiago
Público limitado nas arquibancadas, cerca de 10 mil pessoas, vacinadas, distanciadas  e com máscaras no Estádio Monumental (do Colo-Colo). Noite fria, sem chuvas. Bom gramado. 
 O Brasil de azul, o Chile de vermelho.
 Com bola rolando ...
 O jogo começou corrido, intenso, com marcação alta/adiantada dos dois lados. Equilíbrio de ações. Muita disputa pelo meio e nenhum lance perigoso de área até os 20 minutos.  
 - Sò aos 24’ o time brasileiro chutou a primeira: Neymar, de fora, depois de boa trama coletiva; errou o alvo. Aos 26’, Gabigol puxou contragolpe e deixou Neymar de frente, livre na linha da grande área; o atacante pegou muito mal na bola, por cima. 
  - Aos 29’, falta frontal em favor do Chile; uma bomba de Vidal, Wéverton rebateu e, na sobra, Vargas tentou de cabeça mas o goleiro brasileiro salvou. Duas defesas importantes. Aos 32’, Morales finalizou para as redes, após tabela chilena pelo miolo, de cara com Weverton. O gol foi anulado, por impedimento, com intervenção do VAR. 
   O time da casa era bem melhor na partida, com mais posse de bola e atacando mais. O time de Tite lento e buscando mais o contragolpe. 
-  Aos 38’, Vidal, de novo, chutando de fora obrigando o goleiro brasileiro a trabalhar, rebatendo com dificuldade. Aos 41’, Vinícius Jr puxou um bom contra-ataque em velocidade, achou Casemiro entrando na área pela direita, o chute saiu rasteiro e o goleiro Bravo defendeu, no chão, sem grandes dificuldades.
*
  A primeira etapa foi dos chilenos, o goleiro brasileiro trabalhou bem mais que o chileno Bravo. Um Brasil desarrumado no meio campo e com Neymar completamente fora de ritmo, errando tudo, travado, pesado, sem velocidade. 
*
  Tite mexeu no time, no meio campo. Colocou Gerson e Emerson Ribeiro, saíram Bruno Guimarães e Vinícius Jr. A equipe chilena voltou em cima, buscando o triunfo, tomando as iniciativas. O mesmo panorama do primeiro tempo, pois. 
 - Gol ! 1 x 0 Brasil ! Everton Ribeiro, aos 18 min, pegando bem, de canhota, uma sobra de bola na área inimiga, depois de Neymar perder o gol e Bravo dar o rebote. Foi a primeira chegada do time brasileiro.
  O Chile, que era melhor, sentiu a pancada e perturbou-se, tendo de sair inteiro, abrindo espaços, errando passes. O Brasil nos contragolpes, perigando, como gosta. O jogo fica aberto, nervoso. 
  - Com o tempo passando, o Chile buscou uma pressão final, no desespero; a defesa brasileira se safando. A arbitragem peruana tendo trabalho para segurar os ânimos e os nervos dos donos da casa.  Deu Brasil. 
Destaques 
 O goleiro Wéverton,  o miolo de zaga sem erros, Paquetá, Casemiro, Ewerton Ribeiro...   e um Neymar irreconhecível. 
*
 O time de Tite: 
 - Wéverton, Danilo, Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Cassemiro, Bruno Guimarães (Gerson), Paquetá, Neymar e Vinícius Jr (Everton Ribeiro); Gabigol (Matheus Cunha).  
 - O Chile: - Bravo, Islas, Mendel, Pulgar, Maripan e Mena; Vidal, Dias (Palácios) e Aranguiz (Valdez); Morales (Jimenez) e Vargas. 
 - Arbitragem peruana. Diego Raro no apito. 
*
 O próximo jogo do Brasil pelas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa 2022/Catar é domingo, em São Paulo, contra a Argentina de Messi. 
*

 Outros jogos da noite:
  Equador 2 x 0 Paraguai; Bolívia 1 x 1 Colômbia; Venezuela 0 x 3 Argentina; 
  Peru 1 x 1 Uruguai.