sexta-feira, 25 de setembro de 2020
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

A DEFESA DEU MOLE E O BAHIA PERDEU DO GRÊMIO EM PITUAÇU 0x2

ZédeJesusBarrêto comenta o que precisa melhorar no tricolor baiano
11/09/2020 às 09:34
 É o sexto jogo sem vencer do campeão baiano no Brasileirão. O time tem a pior defesa da competição. E o ataque não desencanta, desperdiça as chances na frente. É a segunda derrota em casa do Tricolor. A equipe até mostrou bom futebol, nalguns momentos, criou boas oportunidades de golear, mas não fez. Atrás ... a cozinha entregou. 

  E o Grêmio de Renato Portallupi agradeceu. Mesmo com os desfalques de seis titulares, soube explorar a fragilidade do adversário, teve qualidade nas finalizações e matou o jogo, administrou, soube vencer. O time gaúcho vinha de seis partidas sem vitórias e se deu bem em Pituaçu, recuperou-se em cima do Tricolor baiano. 

  Com o resultado, o Tricolor gaúcho vai a 11 pontos, salta para a primeira página da tabela de classificação; e o Bahia, com 9 pontos, já namora com a zona de rebaixamento. A um pontinho de entrar no precipício.

  O treinador Mano Menezes, que assume já nesta sexta, vai ter muito trabalho para arrumar a marcação, o posicionamento e o todo o sistema defensivo baiano
*
 Com bola rolando

 Noite amena, 25 graus, bom relvado, e o time gaúcho, desde o começo, valorizando a posse de bola, trocando passes, envolvendo, mas...

  - Com um minuto, apenas, aproveitando-se de uma escorregada da zaga sulista na saída de bola, Gilberto recebeu de Élber na área e mandou um balaço de direita, para defesa, no reflexo, de Vanderlei.  

  Ações equilibradas, equipes ofensivas, bola no chão, sem faltas. O time da casa aos poucos ganhando o duelo no meio campo, mais rápido, chegando mais na área adversária. 

 - Depois de uns escanteios em favor do Bahia, o Grêmio assustou aos 15’, após cobrança de uma falta bem ensaiada; o chute de Braz foi espalmado por Claus. Aos 20, após boa trama pela direita, Rodriguinho arriscou para a defesa de Vanderlei, tirando de tapa no rodapé. Dois minutos depois, com Vanderlei perdido, Gilberto cabeceou livre, na pequena área, cobrindo o travessão. Por pouco. O Bahia melhor, mas... 

 - Gol ! 1 x 0 Grêmio, aos   minutos. Cortez levantou um lateral na área, Diego Souza disputou no alto com Ernando e a bola sobrou limpa, na meia lua, para Alisson, que ajeitou e bateu seco, no cantinho, rasteiro, abrindo o placar, numa jogada isolada; ninguém do Bahia no rebote. Aos 25 min.  E tudo mudou. 

 O Tricolor baiano sentiu o golpe. Por pouco os gaúchos não ampliaram, logo depois, em duas bolas na pequena área, uma de cabeça (Diego Souza) que passou triscando o travessão. O Grêmio bem mais à vontade depois do gol.
  - Sò aos 40’ o time da casa chegou, num chute largo de Rodriguinho para defesa do goleiro. Aos 41, após a parede de Diego Souza, Alisson, mais uma vez livre, bateu da entrada da área, errou o alvo. Aos 46’, Orezuela cortou da direita para dentro e meteu a canhota, assustando. 

   No duelo dos tricolores, o baiano foi melhor, criou mais chances, atacou mais até levar o gol, numa cobrança de lateral e descuido de marcação (posicionamento) no rebote, na meia lua; após o gol, só deu Grêmio, engolindo o meio campo, amassando um o Bahia então assustado, perdido, acuado.  O talento individual, a qualidade técnica e a rodagem de Diego Souza e Alisson fizeram a diferença.   
  *
   Nos vestiários, Prates trocou o apoiador Edson pelo atacante Rossi, na intenção de ir pra cima, adiantar a marcação, empatar a partida. O Grêmio fechando, explorando o contragolpe, sem pressa.  

  - Aos seis minutos, novamente Gilberto, entrando em  velocidade pela direita e disparando forte, parou na ótima defesa de Vanderlei. Aos 7 minutos. 

   - Aos 8’, a defesa baiana desarrumada, o Grêmio trocou passes e Everton achou Darlan entrando livre nas costas de Nino. O tiro saiu forte, certeiro : Gol! 2 x 0 Grêmio.  Um ducha gelada na reação baiana. 

  O time da casa foi pra cima. Rodriguinho, aos 13’, bateu de fora, o goleiro triscou e a bola balançou o poste. Logo depois, Rossi desbravou pela direita, bateu cruzado, Vanderlei espalmou. Aos 18 min Mateus Henrique, que já tinha cartão amarelo, parou com falta um contra-ataque de Elber, e foi expulso. O Bahia com um atleta a mais em campo. Aos 20’, após cruzamento da direita, Élber de cara bateu chapado para outra defesa salvadora de Vanderlei. Na cobrança, a bola sobrou na pequena área mas ninguém alcançou.  O Bahia aperta, tenta, mas não faz. O Grêmio atrás, suportando, esperando um erro do adversário e fazendo o tempo passar. 

  Aos 28’, em cima de Nino, Luis Fernando arrancou do meio campo e destampou na cara do goleiro Claus, que salvou. O Grêmio quando chega é sempre mais objetivo, incisivo, perigoso.  Aos 32’, Gregore faz  falta em Orejuela e foi expulso; agora, 10 para cada lado. 
 Um Bahia nervoso, sem acertar os passes, sem penetração. E o Grêmio, mais tranquilo, administra e chegando na frente com mais qualidade, mais perigoso. Por pouco não ampliou o placar.
*
Destaques
Muito bem os dois goleiros. Vanderlei, do Grêmio salvou umas três oportunidades claras de gol, fechou pra cima de Gilberto. Claus, do Bahia, não foi culpado dos dois e fez algumas defesas que evitaram uma goleada.  Rodriguinho e Gilberto só jogam um tempo. Gregore está fora de forma. Élber corre, corre, corre...  

 O Grêmio trocou passes, Diego incomodou demais a zaga baiana, Alisson é um matador, os dois laterais jogam muito, incansáveis (Cortez e Orejuela).   
*
  Escalações 
  - Bahia do treinador interino Claudio Prates : Claus, Nino Paraíba (Jadson), Ernando, Juninho e Mateus Bahia; Gregore, Edson (Rossi), Daniel (Élton) e Rodriguinho (Marco Antonio);  Èlber e  Gilberto  (Claysson)
  - Grêmio do técnico Renato Gaúcho: Vanderlei, Orejuela, Paulo Miranda, David Braz e Cortez; Matheus Henrique, Darlan (Raodriguez), Alisson (Azevedo) e Isaque (Rildo); Èverton (Lucas Silva) e Diego Souza (Luis Fernando).   
  Arbitragem do Paraná; no apito, José Mendonça da Silva Jr. Sem problemas. 

**
   O próximo compromisso do Tricolor baiano é contra o Atlético de Goiás, em Pituaçu. É vencer ou vencer.  
**
    Dois outros jogos da 9ª rodada, no mesmo horário:
  - Corínthians  0 x 2 Palmeiras; Internacional 2 x 0 Ceará.
    Fechando a rodada, ainda nessa quinta, 21h : Vasco x Atlético (GO)

**
  Pela Série B, o Vitória em campo nesta sexta-feira, 21h30, em Belo Horizonte; encara o Cruzeiro em crise e de treinador novo (Ney Franco) no Mineirão. 
  O Leão baiano tem 13 pontos ganhos e está em 8º lugar; o Cruzeiro, apenas 5, em 17º lugar, na zona de rebaixamento.
**