segunda-feira, 28 de setembro de 2020
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

COPA DO BRASIL: VOVÔ GANHOU DO LEÃO NUMA ARENA DE LAMAÇAL 1x0

Ainda tem o jogo de volta no Barradão
12/03/2020 às 10:09

  Só teve futebol de verdade no primeiro tempo, quando o Ceará pressionou e fez 1 x 0. Na segunda etapa, com o toró que caiu, o gramado ficou impraticável, um lamaçal e a  partida virou um baba de chutões, carrinhos, encontrões, sem sequência de passes... e a pelota sofrendo, maltratada, na lama.

  O resultado, 1 x 0, até que foi bom para o Vitória,  que precisa apenas vencer o jogo de volta no meio da próxima semana. Precisa jogar bem mais, claro. E com o gramado enxuto o Ceará também pode render mais.  Indefinido, pois.  

**

 Pré-jogo

Arena Castelão /Fortaleza, gramado já encharcado, dificultando o trabalho pelo chão, pois choveu muito durante o dia na capital cearense. E voltou a chover no decorrer da partida. A despeito disso, uma boa presença de público.  

*

Com a bola rolando

- O Vovô começou em cima, ofensivo, pressionando, chutando em gol, exigindo do garoto Lucas Arcanjo, no gol rubro-negro, com boas defesas. Oportunidades perdidas e o Leão resistindo, atrás e sem conseguir encaixar um contragolpe.  Só depois dos 15 minutos o Leão desafogou-se um pouco, saindo um pouco mais do campo defensivo.  Sò aos 25’ o Vitória arriscou o primeiro chute a gol, sem assustar.

 -  O tempo passando e o Leão suportando bem, aos chutões, na raça,  gastando tempo, mascando, dificultando, na manha. Aos 33’, numa saída de bola errada da defesa cearense, Magrão exigiu a primeira boa defesa de Prass. Aos 34’, Vinícius disparou da entrada da área para ótima intervenção de Lucas Arcanjo, já se destacando. Aos 38’, Bruno Pacheco perdeu uma chance clara, de frente, livre; bateu pra fora.

 -  Gol ! 1x 0 Ceará, aos 43 min. Falta na esquerda cobrada por Vinícius, Sobis testou pra baixo, a bola desviou na perna do zagueiro João Victor e matou o goleiro, entrou no cantinho.

 Aos 47’, após cobrança de escanteio, Lucas Arcanjo salvou, no reflexo, o que seria o segundo.

 O  Ceará  dominou, teve mais volume de jogo e pressionou todo tempo, apesar do péssimo gramado, um charco. O rubro-negro defendeu-se com bravura, pouco chegou na frente.

*

- Atrás no placar, esperava-se um Vitória com postura mais ofensiva na segunda etapa, fustigando nos contragolpes, usando a velocidade. Jogo mais aberto. O Vovô na pressão e o jovem goleiro do Leão mostrando serviço e qualidades. Aos 8’, Fernando Sobral perdeu outra chance incrível, livre, na frente da pequena área; errou o alvo.

  - Dai a chuva, que continuava,  voltou pesada.  O jogo com pouca técnica, mas corrido, disputado. Mais igual. Aos poucos, muitas poças e o gramado ficando impraticável.  

- Aos 18’, após um escanteio, Prass rebateu e Magrão pegou bem o rebote da entrada da área, a bola desviou em Alisson Farias,  Prass vencido, Samuel  Xavier salvou o empate em cima da linha. Aos 20’, a resposta com Vinícius ... Lucas Arcanjo de novo.

 - Dai em diante não deu mais pra ver. A peleja ficou feia, pegada, a bola não corria, muita botinada de parte  a parte  e a arbitragem perdida. Um baba na lama, apenas. Nada de futebol.

 - Aos 42 min, João Victor foi expulso, após segurar Vinícius que entrava livre na meia lua para finalizar.  A falta não deu em nada. Aos 45’, Leandro Carvalho desperdiçou boa e rara chance.

  Foi uma segunda etapa horrível, em função do estado lastimável do gramado, impraticável.  Ficou de bom tamanho.

*

 Destaques     

 No Leão, o menino Lucas, bem no gol; Rend, Magrão, Vico ... 

 No Vovô, Vinícius e Sobis.

*

Escalações

- Ceará : Prass, Samuel  Xavier, Luis Otávio (Brock),  Tiago  e Bruno Pacheco; Vinicius, Charles e Ricardinho; Leandro Carvalho, Sobral (Cristiano) e Sóbis. Treinador, Ênderson Moreira.

- Vitória : Lucas Arcanjo, Van, João Victor, John (Carlos) e Carleto; Rend, Jean e Magrão; Vico (Felipe Garcia), Leo Ceará, e Alison Farias (Viçosa). Treinador, Geninho.

Arbitragem de Goiás; no apito André Luis de Freitas. Quase complica, arbitragem difícil, pelas condições do campo.

*

 O jogo de volta acontece na próxima quarta, no Barradão, 19h15. O Leão precisa vencer, reverter o placar para continuar na competição.  Outra pegada.

**

  O Bahia joga no sábado, em Natal, contra o América, pela Copa do Nordeste, com arquibancadas vazias. O time potiguar foi punido.