segunda-feira, 09 de dezembro de 2019
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

BAHIA VOLTA A VENCER EM MACEIÓ E REBAIXA O CSA PARA A SEGUNDONA

Bahia encaminha vaga para a Sul-Americana
02/12/2019 às 10:44

  Depois de nove jogos sem triunfo o Bahia enfim voltou a vencer, 2x 1 sobre o CSA das Alagoas, um dos últimos colocados e já de volta para a Serie B. O placar ganha relevo porque o Bahia jogou a maior parte da segunda etapa com um atleta a menos, após a expulsão de Ronaldo e o jogo foi corrido, disputado até o derradeiro minuto. Gols de Gilberto, no primeiro tempo e Arthur Caíke, perto do final, desempatando.

  Ainda restam dois jogos (Vasco em casa e Fortaleza no Ceará), e o Bahia chegou a 48 pontos ganhos, em 11º lugar, praticamente classificado para a Sul-americana em 2020. Fortaleza e Goiás estão com 49. O Corínthians, na zona de classificação para a Libertadores, tem 43 pontos.

*

  Zona da degola

  Na zona de baixo, Avaí e Chapecoense já rebaixados. O CSA quase. Cruzeiro e Ceará na boca do abismo; Fluminense e Botafogo ainda perigam.

*

  Nas Alagoas

 - A 36ª, antepenúltima rodada. Boca de noite amena e um bom público no Estádio Rei Pelé. Um jogo de vida ou morte para os alagoanos, perigando a desclassificação e a queda para a Série B. O Tricolor com a obrigação de virar a mesa depois de nove rodadas sem um triunfo.

 - Dois alagoanos com a camisa Tricolor: o artilheiro Gilberto e o avante Élber.

*

   Bola rolando ...

- Os alagoanos começaram com gula. Aos 5’, por pouco Apodi não abriu o placar, chegando um triz atrasado num cruzamento rasteiro na pequena área baiana. Aos 7’, Élber tentou surpreender de longe mas o goleiro Jordy estava ligado e ficou com a bola. Aos 10’, Gilberto também arriscou de fora mas Jordy catou bem.

 - Correria, disputas de corpo, faltas, chutões e um pobre futebol. Aos 26 minutos, Gregore deu uma boa arrancada pelo meio e disparou forte para a espalmada de Jordy.

- Gol ! 1 x 0, Gilberto, aos 32 minutos. Trama pela direita, Lucas Fonseca, João Pedro, e Flávio achou Gilberto na área; ele girou em cima do marcador e bateu de chapa, colocado, fazendo seu 13º gol na competição.

 - Aos 35’, João Vitor lançou em velocidade para Apodi, nas costas de Lucas Fonseca; o chute saiu cruzado e rasteiro mas Douglas catou no chão em dois tempos.

 - Aos 40 min, depois de mais um carreirão desenfreado, o veloz guerreiro Apodi sentiu o músculo da coxa e foi substituído pelo paraguaio Bustamante, buliçoso.  

 - Lucas Fonseca, de cabeça, e depois Gilberto fustigaram ainda a meta alagoana, mas Jordy trabalhou bem nos dois lances evitando o segundo dos baianos.

  *

 O Tricolor começou devagar, mas aos poucos conseguiu por mais a bola no chão, trocar passes, teve as rédeas da partida na primeira etapa, pois chegou mais e fez o gol, numa boa trama coletiva.

 *

 - O desespero do CSA, todo pra cima do Bahia, velocidade e raça, tendo de sair inteiro, na pressão. Oferece assim o contragolpe ao adversário, defesa desarrumada. Daí, aos 3 minutos, depois de cruzamento de fundo de João Pedro, para trás e rasteiro, Ronaldo finalizou no canto mas Jordy salvou no rodapé.

  - Gol ! 1 x 1 , CSA, Nilton, de cabeça, completando na pequena área cobrança fechada de escanteio. Defesa  cochilou e Douglas chegou atrasado. Aos 10 minutos.  E como essa defesa do Bahia leva gol de cabeça em escanteios

 - O CSA vivo no jogo e o torcedor a gritar: “eu acre di to!” Arquibancada empurrando. O ritmo fica intenso, jogo esquentou.    

  - Euler e Flávio tentaram mas Jordy  apareceu bem nas duas vezes. Os alagoanos correndo muito, dando tudo. Com um atleta a mais em campo, possibilidades claras de triunfo. - Aos 31’, cobrando falta da direita, Artur bateu falta e acertou o travessão, com Jordy batido.

  - Na sequência, Roger trocou dois: Fernandão e Arthur Caike no lugar de Élber e Gilberto, tentando reequilibrar o jogo, ou voltar a assustar.

- Mas aos 35’, quem assustou foi Rafinha, batendo cruzado para defesa salvadora de Douglas. Jogo aberto e encardido. Aos 37, João Cleber livrou-se da marcação e encobriu o goleiro, mas também a trave.  

  - Gol ! 2 x 1 Bahia, Arthur Caíke, aos 40’.  Contragolpe do Tricolor, Gregore arrastou, Artur recebeu na direita e rolou para o arremate certeiro de Arthur Caíke, de primeira, no canto. O árbitro consultou o VAR e confirmou o gol.

  - Pressão final total da equipe da casa, alçando bolas na área baiana. Roger tirou Artur e colocou mais um zagueiro, Wanderson. Um sufoco !

*

  Destaques no Bahia : Artur, Gregore, Gilberto e Caíke pelo gol salvador.  No CSA, a dedicação, a luta.

   *

  Escalações

- CSA : Jordy, Dawhan, Alan Costa, Castán e Rafinha; Nilton, João Vitor, João Cleber (Warley), Apodi (Bustamante); Euller (Bruno Alves) e Ricardo Bueno.  Treinador, Jacozinho (ex-jogador e ídolo do futebol alagoano).

 - Bahia : Douglas, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ronaldo;  Elber, Gilberto e Artur.  Treinador, Roger Machado.

Arbitragem, Vinícius Furlan, paulista, com o auxílio do VAR.

**

  O próximo jogo do Bahia é em casa, contra o Vasco da Gama; quinta-feira, 19h15

**

 Outros jogos da rodada

- Ceará 1 x 1 Athlético PR; Botafogo 0 x 1 Internacional.

- Palmeiras 1 x 3 Flamengo; Goiás 1 x 2 Fortaleza; Avaí 1 x 1 Fluminense;

   Atlético MG 2 x 1 Corínthians.

 -  19h: Grêmio 0 x 0 São Paulo; Santos 2 x 0 Chapecoense.

 - Na segunda,  fechando: Vasco x Cruzeiro.