segunda-feira, 26 de agosto de 2019
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

BAIANÃO: BAHIA GOLEIA E LEÃO MORRE CHIFRADO PELO TOURO

Bahia pega o Atlético de Alagoinhas; e o Bahia de Feira joga contra o Vitória da Conquista
18/03/2019 às 11:31

Um domingo decisivo, emocionante e cheio de reviravoltas na última rodada classificatória do Baianão. O Bahia, com uma atuação inspirada do avante Fernandão ( fez quatro gols) goleou o Jequié e está nas semifinais da competição. O ‘Jipão’ se deu mal e está rebaixado.

O Leão, dentro do Barradão, levou duas chifradas (2 x 0) do Touros do Sertão, jogando muito mal, e deu adeus ao Campeonato Baiano 2019. Decepcionante. Para o torcedor rubro-negro, algo incompreensível.  Uma fase horrível, dentro e fora de campo.    

*

  As semifinais

  Com os resultados, assim ficou a classificação:

  Bahia de Feira em primeiro, com 16 pontos. Em segundo o Atlético de Alagoinhas, também com 16 pontos. O Bahia, com 15, ficou em terceiro.  O quarto é o Vitória da Conquista, com 13 pontos.

  Nas semifinais, o Bahia de Feira encara o Vitória da Conquista e o Atlético de Alagoinhas pega o Bahia.

**

 No Waldomiro Borges, goleada

  Jequié 0 x 5 Bahia. Pelas circunstâncias, era a partida mais importante da rodada decisiva. A cidade em festa, um calor abrasador, sol de verão, e o torcedor local acreditando no ‘Jipão’, que precisava vencer para não ser rebaixado.  Gramado verde mas desnivelado, a bola  ‘nervosa’, traindo os jogadores.   

Pressionado, após o empate  no clássico e a derrota vergonhosa, em casa, para o modesto  Sergipe, Ênderson voltou a mexer, e muito, na equipe. Em todos os setores: defesa, meio campo e ataque.

  Eis a equipe que entrou em campo com a missão de salvar o Esquadrão de uma desclassificação iminente:  - Douglas, Flávio, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Élton, Douglas Augusto e Ramires; Élber, Fernandão e Artur Cayke.   Deu certo.

 No apito, Reinaldo de Santana, sem problemas.

*  

  A partida começou em ritmo lento, o Tricolor com mais posse de bola, fustigando, mas errando muitos passes.

 - Gol !  Bahia 1 x 0, Fernandão, aos 15’, recebendo na área do jovem meia Ramires e batendo firme, colocado.

  O tempo passando, o Bahia arrefeceu e o Jipão foi pra cima, empurrado pela torcida, pondo correria em campo.   Aos 30’, parada para reidratação, o gole d’água e molhando a moleira.   

  Aos 44’, o Jipão assustou. Fernandinho cruzou da esquerda, o artilheiro Pablo subiu na pequena área e cabeceou de frente, raspando o travessão. Quase o empate. O Triicolor paradão em campo. Mas, quem não faz...

 Dois minutos depois:

 - Gol ! Bahia 2 x 0, Fernandão, de cabeça, antecipando-se ao goleiro e à zaga, no cruzamento de Douglas Augusto do fundo, da esquerda.  Artilheiro é isso.

*

 Com os resultados do primeiro tempo, o Bahia estaria classificado (com Bahia de Feira, Atlético e Vitória da Conquista) e o Vitória fora.

  *

  Na volta da merenda, um Bahia sem pressa, valorizando a posse de bola, trocando passes e o Jequié tentando imprimir velocidade. Prevaleceu a qualidade individual.

- Gol ! 3x 0 Bahia, Fernandão, de novo, de cabeça, testando forte um ótimo cruzamento de Moisés, da esquerda. Três gols do ‘cara’.

 - Gol ! 4 x 0 Bahia, novamente Fernandão. Recebeu em profundidade na área, de Élton, e encheu o pé ! O goleirão foi de mão mole e não conseguiu deter o chute.  Aos 20 min. Os quatro ‘dele’ !

  Com o jogo em Jequié definido, restava ao torcedor tricolor acompanhar os outros resultados dos concorrentes.  Shaylon no lugar de Ramires, aos 28min. Depois, Artur no lugar de Fernandão. Já no final, Rogério no lugar de Élber. Mas teve mais um.

  - Gol !   5 x 0, Artur Cayke, enfim ! O Bahia entrou tabelando, fácil; Shaylon levantou, de cavadinha, e Cayke testou na saída do goleiro, fazendo seu primeiro gol com a camisa tricolor.  Goleada. Bela jogada coletiva.

  Jequié goleado e rebaixado. O Tricolor garantido nas semifinais da competição.

  **

No Barradão,  o Leão caiu.

Vitória 0 x 2 Fluminense de Feira      - E o Leão morreu na Toca com duas chifradas dos Touros do Sertão.

*

  O treinador Marcelo Chamusca também mexeu na equipe, ainda em busca de um padrão   de jogo convincente, de um encaixe.  Deu-se mal.

 - Ronaldo, Mateus Rocha, Victor Ramos (estreante), Ramon e Juninho; L.  Vilela, Leo Gomes, Fabrício e Andrigo; Érick e Neto Baiano. Foi a equipe escalada. No apito, Edvalter Marinho.

*

  Os Touros abriram o placar logo cedo, aos três minutos. Deizinho, encobrindo o goleiro Ronaldo, adiantado e à toa, com uma cabeçada sutil, a defensiva do Leão cochilando, sem ação.  Então, 1 x 0 Flu. O time de Feira era melhor em campo, no começo, criando chances, perdendo gols.

  Só depois dos 20’ o Leão acordou, tentou equilibrar. Aos 37’, Chamusca tirou o meia Fabrício, perdidão, e pôs o avante Leo Ceará. Optou pelo 4-4-2, com Léo e Neto enfiados na frente. Era preciso mudar. Aos 44’, Jucimar quase ampliou; ótima defesa de Ronaldo.

*

  Preocupante na primeira etapa a saída de campo do meia Diego Aragão, em ambulância, para o hospital, depois de um choque de cabeças com o zagueiro Ramon.  Muitas vaias do torcedor rubro-negro no intervalo.  A equipe terminou a primeira etapa fora do grupo dos quatro classificados. Mas faltavam os 45 minutos finais. Daria?

*   

  E era obrigação do Leão ir pra cima, tentar virar o placar. Aos 15’, Chamusca colocou mais um avante em campo, Felipe Garcia. Tudo ou nada. O rubro-negro todo no ataque, criando e perdendo chances. Mas, cadê qualidade?  Então ...

- Gol ! 2 x 0  Fluminense, aos 42 minutos. Gustavo, fechou o caixão, de cabeça,  após cruzamento de falta cobrada da intermediária pelo lado direito. Chifrada fatal.

 O torcedor, decepcionado e indignado, foi abandonando o estádio.  

**

Em Jacobina 

Jacobina 2 x 1 Vitória da Conquista. O jegue da Chapada não respeitou o Bode e venceu de virada, escapando do rebaixamento com um gol já no final.

**

No Adauto Moraes

Juazeirense 2 x 2 Bahia de Feira. O Juá, em casa, empatou com o tremendão,  mas não o tirou da liderança.  

**

No Carneirão, deu Carcará

Atlético de Alagoinhas 3 x 2 Jacuipense.  Cinco gols, jogaço. Lá e cá.  Com o resultado, o Atlético conquistou a vice-liderança.  Bela campanha.