ter?a-feira, 25 de junho de 2019
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

BAIANÃO : LEÃO E TREMENDÃO 2X2; BAHIA VENCE JACOBINA

No disputado confronto entre os líderes do Campeonato Baiano/2019, deu empate ( Bahia de Feira 2 x 2 Vitória), no gramado sintético da simpática Arena Cajueiro, em Feira de Santana.
10/02/2019 às 19:13
 

  No disputado confronto entre os líderes do Campeonato Baiano/2019, deu empate ( Bahia de Feira 2 x 2 Vitória), no gramado sintético da simpática Arena Cajueiro, em Feira de Santana. Jogo corrido, ofensivo e bom de ver.  

  Na Fonte Nova, depois de a equipe sair para os vestiários no intervalo sob vaias, o Bahia liquidou o Jacobina ( 3 x 0) na segunda etapa, com superioridade; mesmo atuando com uma equipe mista, poupando os titulares.  

  Com os resultados, Bahia de Feira e Vitória chegaram a 11 pontos ganhos; o Tremendão lidera porque tem um gol feito a mais que o Leão. O Bahia foi a oito pontos e se mantém no terceiro lugar, o mesmo número de pontos que o Fluminense de Feira; ganha dos Touros do Sertão em saldo de gols.    

*

  LÍDERES EMPATAM

  Na Arena Cajueiro, em Feira de Santana, de gramado sintético, a pelota bem viva, quicando mais. Calorão na tarde domingueira, boca de sertão. Quase duas mil pessoas presentes, carga máxima, muitos torcedores do Vitória presentes.

*

  Tremendão contra Leão em campo :

 Bem mais à vontade em casa, melhor ambientado com a grama, o Tremendão começou na frente, buscando o ataque.  Aos 8 minutos, batendo falta, Vitinho acertou a trave de Caíque. Houve desvio, e na cobrança do escanteio ...

- Gol ! 1 x 0 Deon, de cabeça, escorando o cruzamento de Vitinho no escanteio, aos 9 min. O atacante subiu livre, sem marcação, na pequena área.   

  O Leão respondeu aos 19’, num chute cruzado do atacante Cleber, por cima, ainda triscando  no travessão. Quase. O Tremendão tinha mais controle do meio-campo, marcando bem e saindo pro jogo, era coletivamente melhor. Mas o Leão corria muito, lutava.

 Aos 34 min, Arroyo teve boa chance, livre,  mas vacilou e perdeu o gol de empate. Um minuto depois, Bruninho arrancou e deixou Jarbas de cara, mas o goleirão Caíque salvou.  O jogo ficou quente, lá e cá, veloz e disputado. Aos 43’, Arroyo bateu falta das imediações da meia lua e a pelota passou a dedos do travessão feirense. Antes da merenda, Caique de um lado e Jair do outro tiveram trabalho defendendo chutes certeiros no canto.  

  Mesmo com todo o calor, foi um primeiro tempo corrido e muito igual em termos de oportunidades. O Tremendão achou o gol, foi para os vestiários com o placar favorável. Mas o Leão mostrou-se vivíssimo.  Pouca técnica, mas brigado.

*

  O Leão voltou com Yago em campo. E postou-se mais ofensivo em campo, buscando o empate a todo custo. O Tremendão postado, apostando no contragolpe em velocidade e nas bolas alçadas.

- Gol ! 1 x 1, aos 11 minutos. Todo no ataque, o Leão empatou com um chute de chapa, de perna direita, de longe, do zagueiro Bruno Bispo que desviou na perna do zagueiro e matou o goleiro Jair.

  Aos 13’, o Tremendão respondeu com uma bomba rasteira do fora da área do atacante Deon, que passou por Caíque e bateu no rodapé do poste.  Aos 19’, Caíque evitou o gol de Jarbas. Dois minutos depois, mais uma defesa de cinema de Caique, numa cabeçada certeira de Deon. O Bahia de Feira querendo  vencer, o empate não satisfazia. Mas ...

- Gol ! 2 x 1 Vitória. O garoto Welisson bateu de fora, rasteiro e forte,  e mais uma vez a bola desviou no meio do caminho, deslocando o goleiro Jair. A virada.  Aos 26 minutos.

 - Gol ! 2 x 2 Bahia de Feira, aos 31’ minutos. Mais uma bola alçada, essa por Cazumba, a zaga rubro-negra cochilou, houve a testada de Jarbas na trave e Deon empurrou para as redes, empatando.  Mais justo.    

  E a partida esquenta, os ânimos também em campo.  Lá e cá, Caíque tendo muito trabalho, salvando, evitando o triunfo do Tremendão. O Bahia de Feira foi coletivamente melhor, bem arrumado, até poderia ter saído com umtriunfo, mas ... O Leão brigou muito, deu testa.  Jogo de líderes.  

*

Destaques

O goleiro Caíque foi o melhor em campo. Dois gols de atletas da base, crias da casa: Wélisson e Bruno Bispo.  Arroyo fez seu melhor jogo com a beca rubro-negra.

 No Tremendão, o conjunto, a disposição tática da equipe em campo. Deon, Jarbas e Bruninho são os mais dotados tecnicamente.

*

 Ficha técnica

 - Bahia de Feira: Jair, Van, Menezes, Paulo Miranda e Cazumba; Capone, Jarbas e Bispo (Bruninho); Vitinho (Edinho), Edmar e Deon.  Treinador, Barbosinha.   

 - Vitória: Caíque,  Wélisson, Gabriel, Bruno Bispo e Arroyo; Leo Gomes, Wesley e Juninho (Leo Ceará); Luan Ferreira (Yago), Cléber e Nickson (Rodrigo Andrade). Treinador, Marcelo Chamusca.

No apito, Bruno Vasconcellos.  

*

  Copa do Brasil, fora

  Quarta-feira, às 21h15, o Rubro-negro baiano estreia na Copa do Brasil contra o Moto Clube, em São Luiz do Maranhão.

 

**

 Bahia derrotou Jacobina

  Na Fonte Nova, tarde ensolarada de verão, público mais que razoável, inquieto (quase dez mil nas arquibancadas).

  Como era de esperar, a despeito de estar com uma equipe mista, o Tricolor começou em cima, tomando as iniciativas da partida.  Aos 5’, em boa trama pela direita, Flávio cruzou rasteiro e Caíque bateu de prima, mas o goleiro João Paulo catou bem. O Jacobina encarou, tentou equilibrar fazendo marcação forte pelo meio, dificultando.

 Aos 26’, aconteceu a melhor trama do Tricolor pela esquerda, com Paulinho e Élber; a bola foi rolada pro meio e Nilton bateu forte, da meia lua, raspando a trave. Aos 29’, Caíque testou bem um cruzamento de Shaylon da esquerda mas a pelota caprichosamente bateu no poste. O Jacobina, recuado, se defendeu com garra e pouco ou nada criou.

  O Tricolor, como sempre, teve mais posse de bola, tocou pra lá e pra cá, chegou bem mais na área adversária, mas cadê o gol? Já injuriada com esse panorama em campo a cada partida, a torcida vaiou a turma na descida para os vestiários/intervalo.

*

  Ênderson trocou o apagado Rogério por Artur, na hora da merenda.

- Gol ! 1 x 0 Bahia, Ernando, aos 3 min, escorando de cabeça um cruzamento largo, da direita, de  Artur, cobrando falta. O primeiro gol do zagueiro com a camisa tricolor.  

 Um Bahia com mais apetite ofensivo, melhor na segunda etapa.

  - Gol ! 2 x 0 Bahia, Shaylon fechando da esquerda, livre, completando ótimo cruzamento de Nilton, da direita, ampliando. Aos 13 minutos.  

 - Gol ! Bahia 3 x 0. Aos  32 minutos, uma ótima enfiada de Nilton achando Shaylon livre na área; o meia girou e bateu colocado, ampliando.

  Dois minutos depois, Gilberto limpou na grande área e bateu para fora, perdendo chance clara. Domínio absoluto do Tricolor na segunda etapa.  Valeu pelos três pontos, aliviando a pressão do torcedor.

*

 Destaques

  Xandão estreou sem problemas; Ernando fez seu primeiro gol no clube; Douglas Augusto jogou mais na segunda etapa; Shaylon, dois gols; o garoto Caíque mostra talento a cada partida; Artur entrou na segunda etapa e mudou o panorama...  Mas o melhor em campo foi o experiente Nilton, tecnicamente diferenciado e liderança em campo.  

*

  Ficha Técnica

- Bahia:  Douglas, Flávio, Xandão, Hernando e Paulinho;  Nilton, Douglas Augusto, e Shaylon; Élber, Caíque (Gilberto) e Rogério (Artur) . Treinador, Ênderson Moreira.

- Jacobina: João Paulo, Adriano (Flávio), Ânderson, Helbert e Ninho (Misso); Kaeffer, Guga, Carnaúba e Isaac; Jeam e Matheus.  Paulo Sales é o treinador.

No apito, Diego Pombo Lopez.

*

  Copa do Brasil /Acre

  O Tricolor volta a campo na quarta-feira, às 22h30, no distante Acre, contra o Rio Branco, a estreia pela Copa do Brasil.

  A equipe terá  uma sequência de jogos fora; só volta à Fonte Nova no dia 10 de março, no clássico Ba x Vi , pelo Baianão.  

**

 Outros jogos da rodada

 - Fluminense de Feira 1 x 0 Atlético de Alagoinhas

 - Jacuipense 1 x 0 Juazeirense

 - Vitória da Conquista 1  x  0  Jequié.