segunda-feira, 14 de outubro de 2019
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

VITÓRIA avança C. Brasil e Bahia goleia Conquista 6x1

A goleada do Bahia foi importante para o técnico Guto
07/02/2018 às 22:12
QUARTA DE GOLS
PARA DUPLA BAVI
 
  Pela Copa do Brasil, o Vitória estreou bem e nocauteou, tirou de cena o Globo/RN (2 x 0) no estádio Barretão, em Ceará Mirim, com dois gols do avante Denílson, no primeiro tempo. A equipe está  invicta na temporada.

  Pelo Baianão, o Bahia desencantou e enfiou 6 x 1 no Vitória da Conquista, na Fonte Nova, com três gols do centroavante Hernane; todos os sete tentos aconteceram na segunda etapa. 

  Depois do Carnaval tem o primeiro BaVi do ano, no Barradão, pelo Campeonato Baiano. O rubro-negro lidera. 
**
  Deu Leão   

  Nem precisou o Vitória jogar tanto. Fez os gols necessários na primeira etapa e controlou a partida a seu feitio nos 45 minutos finais, com superioridade.

 - O primeiro gol saiu logo aos 8 minutos, o esperto Denílson escorando ótimo passe de Rhayner, do fundo, após tabela insinuante com Neilton pela esquerda – 1 x 0.

 - O mesmo bafejado de sorte Denilson fez 2 x 0, finalizando na chegada pela direita uma boa trama de Neilton, aos 40 minutos.

 A dupla Neilton/Denílson está se entendendo, jogam ambos com velocidade, objetivos. Destacados.
*
  A equipe baiana vai continuar  no alto  Nordeste, até sábado, quando o Leão, em pleno carnaval, encara o ABC de Natal pela terceira rodada do Nordestão.
**
  Enfim Bahêa !  

  Na Fonte Nova, no mesmo horário, com público minguado nas arquibancadas, o tricolor, que até então tinha feito apenas 4 gols em seis partidas, tirou a barriga da miséria e goleou o Vitória da Conquista, com sete gols na segunda etapa da partida.

  O mesmo time lento, sem movimentação, desmotivado nos primeiros 45 minutos: Duas chances de gols perdidas bisonhamente por Kayke e um chute de longe e fora de Vinícius foi tudo o que o Tricolor criou. O time do Sudoeste fechadinho. E tome-lhe vaia na descida para os vestiários.

 O treinador  Guto parece que sacudiu a moçada na hora da merenda e a equipe voltou a campo mais acesa, trocando mais passes, marcando mais à frente e com o desacreditado Hernane no lugar de Kayke.  Outro jogo.

 - A porteira abriu aos 3’, numa bela cobrança de falta de Zé Rafael, acertando o ângulo, da entrada da grande área adversária – 1 x 0.

 - Aos 8 minutos, após tabela pela esquerda, Mena foi à linha de fundo  e serviu, na chegada do Brocador Hernane, de frente 2 x 0. 

 Os conquistenses abriram-se e mostraram cansaço. Aos 17’, boa trama de Edigar Junio  com Gregore, homem surpresa, que bateu cruzado e rasteiro; o goleirão deu mole, soltou e Hernane empurrou – 3 x 0. 
 - Aos 29’, Régis, que substituiu Edigar Junio, recebeu em profundidade, entrou de cara e deu uma cavadinha, a bola triscou no poste e saiu. 

 - Dois minutos depois, Vinícius, caído pela esquerda ( o mapa da mina), bateu cruzado e forte, o goleirão deu mole e Hernane, reacendendo o faro de artilheiro, completou  : 4 x 0, o terceiro dele, tirando a  inhaca.

- Aos 33’, o avante Caça Rato, driblando o goleiro Anderson, diminuiu : 4 x 1. Mas , dois minutos depois, Régis tabelou com Gregore, pelo meio, e completou no canto  na saída do goleiro: 5 x 1,com folga, o Conquista entregue.

- O sexto, aos 41’, foi de Vinícius, após tabela com Hernane.

O torcedor gostou e aplaudiu. Será que encaixou?  Semana de carnaval inteira de folga, tempo de treinar para o  clássico BaVi, no Barradão,no domingo depois da Folia.  

*
Destaque para Gregore, o melhor em campo. Hernane, pelos três gols  na segunda etapa, Vinícius ...os melhores.