segunda-feira, 21 de outubro de 2019
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

'Leão' depena 'Galo' na Toca e deixa a 'lanterna'

Próximo jogo do Vitória é contra o Botafogo
11/06/2017 às 18:54
De volta à sua Toca, o Barradão, pouca gente no estádio pra ver o Vitória ‘estrear’ no Brasileirão 2017, enfim vencendo a sua primeira partida na competição, já na sexta rodada, saindo da lanterna, fazendo quatro pontos ganhos, chegando ao 18º lugar, ainda na zona da degola. 

   Leão 2 x 0 Galo Mineiro, gols de Kieza e Neilton, os destaques da equipe, aliviando um pouco a pressão sobre o treinador Galo, sua primeira vitória à frente da equipe, sobre o diretor de futebol Petkovic e o contestado presidente Ivan Almeida.  Que signifique a arrancada para uma boa campanha na competição. E traga uma melhora de astral pelas bandas do Barradão.
  **
   Classificação

  O  Corínthians venceu o clássico paulista de cinco gols, fazendo em casa 3 x 2 sobre o São Paulo e disparando na liderança do Brasileirão/2017 , com 16 pontos ganhos. O Coritiba vem na segunda posição com 13; o Grêmio, que ainda não jogou, é o terceiro com 12 pontos; com 10 estão a Chapecoense, Ponte Preta e Fluminense.  O Bahia, que só joga na segunda contra o Grêmio, é o sétimo colocado com 9 pontos.

  Na parte de baixo da tabela, o Atlético Mineiro continua com seis pontos em 16º lugar, na boca da zona da degola. Dentro da zona, o Avai (5 pontos), o Vitória (4 pontos) e os dois Atléticos, de Goiás e do Paraná, com 3 e 2 pontos, respectivamente.    
** 
 Barradão :
 Escalações - O Vitória entrou em campo assim: Fernando Miguel, Salino, Kanu, Fred e Thalyson; William Farias, Uílian (Renê, Gabriel Xavier (Cleiton Xavier) e Neílton (Paulinho); David e Kieza.     Técnico: Galo
  O Atlético do treinador Roger: Vitor, Iago (Ralf), Erazo, Felipe Santana e Danilo; Rafael Carioca, Marlone (Capixaba), Elias e Valdívia (Otero); Robrinho e Fred.  

   Novidades no rubro-negro, a volta do becão Kanu, a estreia de Neilton como titular perante o torcedor, no Barradão; Salino e Thalyson nas laterais.   
*
   O jogo: 

  Começou morno como o tempo. Mas aos poucos foi esquentando:

  - O Vitória chegou primeiro e bem no ataque, numa ousada investida de Gabriel Xavier pela esquerda, rolando do fundo para a pequena área, mas David passou da linha da bola e a defesa se safou. Eram oito minutos. Na sequência, a resposta, do outro lado, pela esquerda, e a bola rolada que Valdívia pegou muito mal nela, isolando.

 - Gol!  1 x 0 Vitória. Aos 19 minutos, Kieza foi lançado em profundidade, ganhou na velocidade do zagueiro Erazo, foi puxado pela camisa e o árbitro Rafael Krauss marcou o pênalti. Kieza bateu bem, no cantinho e abriu o placar.
 - Aos 26’, mais uma vez chegou o Vitória, explorando a velocidade: David pela direita, livre,  destampou forte mas Vitor defendeu. Aos 40’, foi Neilton que caiu pela direita, deixou a marcação pra trás e bateu rasante, a zaga furou feio e David passou da bola, de novo, perdendo ótima chance.  

  Até o final dos primeiros 45 minutos, um Vitória mais aplicado, aceso, mais veloz e ofensivo; do outro lado, um Atlético em ritmo lento, de treino, perdendo as divididas no meio campo e os rebotes defensivos e ofensivos, as chamadas ‘segunda bola’ na frente das áreas, sem penetração, criando muito pouco na frente e falhando demais defensivamente.

  Um Galo murcho, meio depenado, na primeira etapa. E o Leão mordendo, dono da toca. Placar até pequeno para o volume do jogo do rubro-negro. 
*
  O Galo voltou dos vestiários mais esperto, mas o Leão não frouxou a pegada, correndo muito. A partida ficou mais equilibrada, mas os donos da casa pareciam com mais vontade de ganhar. 
 - Aos 9’, Danilo chutou forte, de fora, e quase enganou Fernando Miguel obrigando-o a espalmar com dificuldade.  
  - Aos 17’ , Salino atrasa mal, Fred ganha de Kanu e bate colocado da entrada da grande área acertando a forquilha, goleirão  rubro-negro batido. Quase o empate. 

  - Gol! 2 x 0 Vitória.  Atuando mais nos contragolpes, Neilton recebeu pela direita, fechou levando a marcação, entrou na área e bateu firme, reto, acertando o canto direito de Vitor. 

   Escaramuças, lá e cá, sem grandes consequências e um placar justo pela disposição das duas equipes em campo.   
*
Destaques:  

Kanu dá mais estabilidade defensiva; Gabriel Xavier o melhor no meio campo; Kieza correndo mais que o comum e Neilton, mais lucido e arisco na frente. 

 No Atlético, impressionante a baixa produção e a falta de vontade de atletas de nome como Elias, Robinho, Rafael Carioca, Fred ...  sem ganas. 

*
 O próximo confronto do rubro-negro, valendo pela 7ª rodada do Brasileirão será quarta-feira, às 19h30m, contra o Botafogo (RJ).

**
 O Bahia  faz o ultimo jogo da 6ª rodada nesta segunda-feira à noite, 20h, em Porto Alegra, contra o poderoso Grêmio, treinado por Renato Gaúcho, e melhor ataque da competição até agora, fazendo ótima campanha. Teste difícil. O tricolor está na sétima colocação, com 9 pontos ganhos. 

**
Seleção

  Na terça, às 7 horas da manhã pelo horário de Brasília, Austrália  x Brasil, jogo amistoso. Pela TV Brasil ou TV-E. 
   Tite escala o mistão que enfrentou a Argentina e perdeu (1 x 0), mesmo atuando bem. Sem Neymar, a estrela da equipe é Philipe Coutinho. 

   Gabriel Jesus, que saiu machucado no final da partida contra a Argentina está fora, com uma fratura constatada no rosto, após uma cotovelada recebida perto do olho esquerdo. Deve fazer cirurgia reparatória.