quarta-feira, 23 de outubro de 2019
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

DUPLA BAVI começa campeonato ganhando seus jogos, por ZÉDEJESUSBARRÊTO

Veja também resultados no interior do Estado
29/01/2017 às 21:39
O Vitória em Juazeiro, o Bahia em Pituaçu. Ambos estrearam no Baianão 2017 com triunfos, fazendo três pontos, em jogos duros contra Juazeirense ( 2 x 1 ) e Jacobina (2 x 0). É só o começo da competição estadual que vai até 7 de maio. O Vitória briga pelo bi e o Bahia quer recuperar a hegemonia.

*
Qualidade prevaleceu 

Na boca da noite de domingo, fim de mês, grana curta, muita festa de verão e contas a pagar, o estádio de Pituaçu com público abaixo da expectativa para ver a estréia do Bahia no Baianão 2017, com uma beca diferente (camisa vistosa em vermelho/branco/azul, três faixas horizontais) e caras novas na equipe:

- Jean no gol, os laterais Eduardo e Mateus Reis; o miolo de zaga com Lucas Fonseca e Éder; o meio-campo composto por Mateus Sales, Édson e Cajá; D. Rosa, Gustavo e Zé Rafael na frente. 

- Na equipe de Jacobina (sertão, norte da Chapada), treinada por Ricardo Silva, os manjados Marcone, Naldo, Allison e Vitinho, acompanhados de uma garotada ávida por espaço e vontade de aparecer. Correria pura. 

*

- O time do interior começou impondo ritmo, mas aos 14 minutos Zé Rafael recebeu uma boa enfiada por Édson, entrou livre pela esquerda e bateu firme, acertando o canto : 1 x 0. Foi o primeiro gol do Bahia na temporada 2017. Equilibrou. 

- Aos 35’, Guto Ferreira colocou Juninho (que foi expulso no jogo de Fortaleza) em lugar de Mateus Sales (com cartão amarelo). 

- O torcedor assustou-se com um chute de longe que Jean quase deixa escapar um frango, mas recuperou-se a tempo. O tricolor esteve bem mais próximo do segundo gol, que não saiu. Até fez um, através de Édson, mal anulado pela arbitragem que inventou impedimento. 

- Com uma equipe mais qualificada individualmente, o tricolor procurou por a bola no chão e trocar passes, mas criou e chutou pouco; o Jacobina marcou forte e não se intimidou. Assim foi o primeiro tempo. 
*
- A turma tricolor voltou mais acesa dos vestiários. Aos 3 minutos, Gustavo de frente pro gol adversário foi empurrado e reclamou pênalti, mas o árbitro ‘nem tchum’. 

- O Jacobina foi pra cima, buscando o empate, e a partida ficou animada, corrida, pau a pau. O Bahia tramando mais, o Jacobina impondo velocidade. Aos 22’ quase Juninho faz gol olímpico.
- O mesmo Juninho bateu falta frontal colocada e fez : 2 x 0, aos 30’, matando a ’pelada’. Dai por diante o tricolor usou sua maior rodagem para administrar, gastar o tempo e garantir os três pontos.

*
Destaques :
Boas atuações de Eduardo, Lucas Fonseca, Edson, Juninho e Zé Rafael. A equipe do Jacobina correu muito, marcou todo tempo o campo inteiro, deu trabalho. 
Obs: Nossos bandeiras definitivamente desconhecem as leis do impedimento. Erram quase tudo. 
*
- Os próximos compromissos do tricolor: 
Pelo Baianão, quarta-feira à noite, no estádio Eliel Martins, Jacuipense x Bahia.
No sábado, dia 4, às 19h30, Bahia x Moto Clube, pelo Nordestão.

**
Leão bate Juá 

- O Vitória iniciou a caminhada de 2017 visando ao bicampeonato baiano com um triunfo de 2 x 1 sobre o Juazeirense na tarde domingueira de sol abrasador (35 graus a temperatura) no gramado irregular do acanhado estádio de Juazeiro, sertão norte da Bahia. Pouca gente na quentura das arquibancadas pra ver a partida. 
- A equipe baiana em campo cheia de caras novas. Salino, Fred, Allan Costa e Géfferson formando o quarteto defensivo à frente do goleiro Fernando Miguel. Willian Farias, Uíllian, Gabriel Xavier e Claiton Xavier compondo um novo meio campo. Kieza e David na frente. 
- No Juazeirenze, figurinhas conhecidas e carimbadas como o goleiro Tigre, Ávine (ex-Bahia) no meio campo, Capone, Patrick e os avantes Sassá e Jr.Chicão... 
*
- Logo aos cinco minutos de bola rolando, aconteceu o gol de Kieza ( 1 x 0 ), o segundo do campeonato, completando uma ótima jogada de fundo, pela direita, do avante David, garoto da base que está assumindo, por enquanto, a vaga deixada pelo ídolo Marinho que foi para a China. 
- O primeiro gol da competição foi marcado em Guanambi, por Deon, em favor do Flamengo local, aos dois minutos de começado o jogo contra o Galícia. 
- Aos 20 minutos, apenas, o meia Gabriel Xavier sentiu um incômodo muscular na coxa e foi substituído pelo argentino Pisculichi. 
- Primeiro tempo disputado mas sem técnica, até pelo gramado irregular; muitas bolas alçadas na área, chutões, nenhuma sequência de passes no meio campo, ruim de ver.
*
- Segunda etapa, sol mais brando no céu e pouco mudou no campo de jogo. Muito suor e pouco talento. Muito tempo com a bola fora de jogo. 
- Antes dos 10 minutos, Kieza escorregou na cara do goleiro e perdeu chance; Ávine, cobrando falta da esquerda, levantou e o zagueirão Moissés livre na frente de F. Miguel testou pra fora.
- Aos 16’, Argel trocou. Tirou o apagado meia Pisculichi e pôs o estreante Paulinho (ex-Santos e Flamengo). No time local entrou o veteraníssimo Juninho, aquele irmão de Zé Carlos (ídolo do Bahia 89).
- Aos 22’, após a cobrança rasteira de um escanteio da direita, a zaga sertaneja furou coletivamente e Kieza agradeceu e não perdoou, batendo seco no canto : 2 x 0. A equipe rubro-negra se acomodou e o Juazeirense foi pra cima. 
- Aos 46’, Danilo Bala aproveitou-se de uma ratada feia do zagueirão Fred, entrou livre, driblou o goleiro e marcou o gol de honra da equipe da casa: 2 x 1. 

*
Destaques: 
Kieza, justificando o faro de artilheiro; os laterais Salino e Géferson nada mostraram; os dois becões se impõem mais pela estatura e força física; Uíllian, Pisculichi e Gabriel Xavier pouco apareceram; Paulinho e Claiton Xavier com mais presença. 
No Juazeirense, deu pena ver Ávine tentando; a zaga fraquejou, o ataque pouco produziu.
Um alô: os árbitros precisam entender que os critérios do apito devem ser os mesmos pros times da capital e do interior. Arre! 
*
- Na sequência do Baianão, o rubro-negro recebe o Vitória da Conquista na Toca do Leão, o Barradão, quinta - feira à noite ( 20h30).

**
- Outros resultados da primeira rodada:
Em Pituaçu , à tarde: Atlântico 2 x 2 Jacuipense
Em Guanambi : Flamengo 1 x 1 Galícia 
No Lomanto Júnior: Vitória da Conquista 1 x 1 Bahia de Feira

*
- O Baianão segue até o dia 7 de maio, data da partida final que definirá o Campeão 2017.