sexta-feira, 10 de julho de 2020
Colunistas / Esportes
Zé de Jesus Barrêto

VITÓRIA vence Feirense 2x0 de olho no BAVI, por ZÉDEJESUSBARRÊTO

Flamengo de Guanambi venceu o Fluminense de Feira por 2x1
05/03/2016 às 19:53
   Sol forte na tarde de sábado, calor intenso, o árido Barradão com poucos torcedores nas arquibancadas, partida valendo pela quinta rodada do Baianão e duas equipes bem díspares no gramado. 

  De um lado um Vitória dono do pedaço, time de primeira divisão, o elenco mais caro do Estado, candidatíssimo ao título baiano, disputando a liderança da competição.  Do lado contrário um indigente Feirense que não tem estádio para mandar seus jogos, tampouco estrutura de centro de treinamento adequado, o time entre os derradeiros colocados no certame, com um listão de 15 atletas a serem dispensados, além de um treinador novo e desconhecido (Ionay da Luz) que não tempo teve sequer de fazer um coletivo antes do confronto com o rubro-negro da capital, nem sabe o nome dos jogadores. Resultado: parecia um jogo de um time só, tal a disparidade técnica em campo. 

  E o rubro-negro abriu o placar logo aos 7 minutos, após um cruzamento largo do lateral Maicon, da direita para a pequena área adversária; o centroavante Robert subiu entre os dois zagueiros e testou com estilo no canto: 1 x 0.  A superioridade explícita da equipe da capital, entretanto, não resultou em mais gols no primeiro tempo, e os minguados fanáticos torcedores do time da casa viram ainda os visitantes criarem algumas situações de perigo, aproveitando-se da fragilidade, dos vacilos da zaga rubro-negra pelo miolo. 

  O Feirense voltou para a segunda etapa com uma postura mais ousada, tentando alguma coisa na frente. A partida seguia no mesmo padrão, chatinho, até que o árbitro viu um pênalti em Vander (puxado pelo zagueiro) numa bola alçada e sem risco, aos 20’: Diego Renan bateu firme e ampliou: 2 x 0. 

De resto, o Vitória patrão da bola, ditando o ritmo mas mostrando um futebol burocrático e muito pouco objetivo. Triunfo justo.  A equipe dorme de sábado/domingo na liderança da competição mas o Bahia, com um ponto a menos, tem dois jogos a menos e atua neste domingo contra o Bahia de Feira.

*

Destaques no time ganhador para meio tempo de Artur Maia, a correria de Tiago Maia e a presença de área de Robert. Sem brilhos. 

No Feirense, o goleiro Juan trabalhou muito e bem.

 *

   Semana de Ba Vi

   O Vitória tem uma semana inteira livre para se preparar para o clássico Ba x Vi, no domingo, Fonte Nova, mando de campo tricolor. A expectativa é grande pela volta dos lesionados Guilherme Mattis (zagueiro), Amaral (apoiador), Alípio (meia atacante), Marinho (idem) e mais o experiente meia Leandro Domingues, que mal estreou. 

  O lateral Maicon, que saiu machucado na partida de sábado, será avaliado e há muita esperança na reestreia do zagueirão Vitor Ramos, recém contratado e ainda não regularizado. Será o jogo mais importante do rubro-negro nessa temporada, o primeiro Ba x Vi do ano, referência.  

**

  Fla x Flu de Guanambi

  Na abertura da rodada, noite de sexta, o Flamengo (Guanambi) venceu o Fluminense (Feira) por 2 x 1, acabando assim a invencibilidade dos Touros do Sertão com dois gols de cabeça de Josi. 

Pela sexta e última rodada dessa fase de classificação, a dupla Fla/Flu decide quem continua na competição. O time do sudoeste sobe até Jacobina para enfrentar a equipe da casa, no sertão norte da Chapada; e o Fluminense encara o Bahia de Feira, um clássico doméstico que deve acontecer em Senhor do Bonfim, porque o Joia da Princesa continua em obras inacabáveis.