quarta-feira, 21 de abril de 2021
Turismo

DOMINGO DE SOL LEVA ESPANHÓIS À PRAIA DE VALENCIA, por TASSO FILHO

Nas últimas 24h a Comunidade Valenciana registrou 110 novos casos de COVID-19

Tasso Filho , Valencia ES | 14/03/2021 às 20:10
Praia de Malvarosa
Foto: Tasso Filho

Ainda estamos no inverno Europeu e a pandemia do coronavírus não acabou, mas nem isso impediu os espanhóis de lotarem a principal  praia de Valencia (Malvarosa) neste domingo (9) devido às "altas" temperaturas e o sol. Em um dia de clima agradável, por volta de 24°C, os valencianos aproveitaram o sol e o calor para irem às praias da região.

Terrazas lotadas, bares e restaurantes com fila de espera, famílias reunidas e respeitando o distanciamento na areia; esse foi o cenário da principal praia de Valencia neste domingo, a Malvarosa. Para muitos, esse foi o primeiro banho de mar do ano. O policiamento estava presente e constante, fiscalizando o cumprimento das normas de segurança.

A Espanha entrou no seu segundo lockdown no final de janeiro, fechando todos os serviços não essenciais e cidades acima de 50.000 habitantes nos finais de semana, devido ao descontrole de contágios gerados nas festas de final de ano. Com o início da nova desescalada, que vem sendo feita desde o dia 1º de março, novas normas de segurança entraram em vigor e bares e restaurantes já voltaram a funcionar em áreas externas em toda a Comunidade Valenciana. 

    Além disso, grupos de até 4 pessoas já são autorizados a se encontrar, com máscara, e as academias voltarão a abrir suas portas a partir de amanha (15). 

    Nas últimas 24h, a comunidade Valenciana registrou apenas 110 novos casos de COVID-19 e nenhuma morte. Dos novos confirmados, 12 foram na cidade de Castellón, 34 em Alicante e 64 em Valencia. A região, que possui um total de 382 920 infectados com 6.940 mortes, é a que mais conseguiu diminuir a taxa de infecção desde o segundo lockdown nacional. Em janeiro a comunidade vinha registrando cerca de 9.000 casos diários e agora a cifra é muito menor, sendo apontada como a menor do país.