ter?a-feira, 20 de agosto de 2019
Turismo

Taboquinhas realiza tradicional festa em louvor a Bom Jesus

A realização é da Paróquia de São Miguel Arcanjo com o apoio da Prefeitura de Itacaré.
Ed Camargo , Itacaré | 30/07/2019 às 14:48
Taboquinhas realiza tradicional festa em louvor a Bom Jesus
Foto: divulgação
O distrito de Taboquinhas está comemorando, até o próximo dia 06 de agosto, a tradicional festa em louvor ao seu padroeiro Bom Jesus. Os festejos foram iniciados no último dia 28, com o novenário, que prossegue até o dia 05 de agosto, com celebrações todas às noites, dedicadas às famílias, grupos de oração e segmentos organizados da comunidade. A realização é da Paróquia de São Miguel Arcanjo, com o apoio da Prefeitura de Itacaré.
No dia 06 de janeiro, consagrado ao Bom Jesus, os festejos serão iniciados às 5 horas da manhã com a tradicional alvorada que conta com a banda musical passando pelas ruas do distrito anunciando a festa. Às 10 horas será celebrada a missa festiva pelo bispo Dom Mauro Montagnolli e pelo padre Ednaldo Cardoso, seguindo com procissão e benção do Santíssimo Sacramento. Logo depois será a vez do tradicional caruru beneficente do Bom Jesus.
HISTÓRIA – Esse ano a igreja de Bom Jesus de Taboquinhas estará completando 70 anos de existência. Segundo relatos de moradores antigos do distrito, “Bom Jesus” passou a ser padroeiro de Taboquinhas após uma história de fé. Por volta do início do século XX, quando uma doença atingiu um importante morador e agricultor de Taboquinhas, residente na fazenda São João, na área ribeirinha do rio de contas. O senhor Juvenal Figueiredo Sampaio e um grupo de amigos bem próximos foram à pé até a cidade de Bom Jesus da Lapa, para pagar uma promessa, de onde trouxeram uma imagem da representação do sofrimento de Jesus pela humanidade. 
Daí então Bom Jesus passou a ser o padroeiro de Taboquinhas, onde a comunidade escolheu que na mesma data em que se comemora o dia da festa na Lapa, aconteceria também os festejos do Bom Jesus de Taboquinhas. E assim a tradição permanece viva, com festejos todos os anos, contando com nove dias de preparação até chegar ao dia do padroeiro.