sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
Turismo

Prefeitura do Rio quer reduzir desfile de blocos durante o carnaval

Vai ser uma correria para fazer registros até dia 17 de janeiro
Nara Franco , RJ | 05/01/2019 às 17:46
Blocos de rua
Foto: DIV
Apesar da briga entre prefeitura e Liga das Escolas de Samba, a Riotur divulgou o número dos blocos que desfilarão esse ano. Ao todo, serão 509 desfiles de 473 grupos. A prefeitura, no entanto, planeja diminuir o numero de ensaios, afetando blocos tradicionais como Banda de Ipanema, Carmelitas e Simpatia é Quase Amor. 

 De acordo com o jornalista Ancelmo Gois, a maior redução será na Zona Sul, que terá queda de 20% no número de desfiles na orla. O objetivo é minimizar os efeitos das passagens das agremiações nas áreas residenciais.

 De acordo com a Riotur, as reuniões que levaram à decisão foram feitas durante o ano passado com os blocos, órgãos públicos, associações de moradores e o Ministério Público. O órgão informou que o objetivo é seguir as diretrizes dadas pelo MP e primar pela qualidade do carnaval de rua.

A medida deve afetar 79 blocos. A Banda de Ipanema, por exemplo, que normalmente realiza três desfiles, fará apenas dois. O jornal O Globo afirma, em entrevista com Rita Fernandes, presidente da Sebastiana (associação que reúne blocos da Zona Sul e do Centro), que a medida da prefeitura foi feita sem nenhum aviso prévio e de maneira unilateral. 

O pré-registro para os blocos também já foi fechado. Agora, eles vão ter que obter autorização dos bombeiros e da Polícia Civil até o dia 17 de janeiro.