quinta-feira, 21 de novembro de 2019
Tecnologia

Projeto de alunos da Rede Municipal é premiado em encontro na UFBA

Projeto de alunos da Rede Municipal é premiado com o 1º lugar no 10º Encontro Jovens Cientistas da UFBA
Jornalismo Smed , Salvador | 27/10/2019 às 20:16
Projeto de alunos da Rede Municipal é premiado no 10º Encontro Jovens Cientistas da UFBA
Foto: divulgação
Criar um jogo sobre as grandes navegações, traçar toda a rota dos portugueses desde quando saíram de Portugal e invadiram as terras brasileiras. Foi com essa experiência que cinco estudantes do 4º ano da Escola Municipal Nova do Bairro da Paz conquistaram o 1º lugar na categoria Ciência Lúdica (Ensino Fundamental I) do 10º Encontro de Jovens Cientistas da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Orientados pela professora Josefa Rosemary Lira da Silva, os alunos produziram um jogo com o tema “Na Trilha do Descobrimento”, que ficou exposto em um dos stands do evento no PAF1, em Ondina, durante o encontro. A cerimônia de premiação ocorreu na tarde desta sexta-feira, marcando o encerramento do encontro.
Durante a semana, Elaine Pires Souza, Fabrício Gabriel Souza e Salmo de Jesus Santos, de 10 anos, Raquel de Jesus Pinheiro, 9, e Maria Luiza Ferreira, 8, apresentaram o projeto durante o Encontro de Jovens Cientistas. Segundo eles, participar do evento foi uma oportunidade única, pois proporcionou inúmeras descobertas sobre a história do Brasil. “A participação neste encontro de Jovens Cientistas fez com que nós tivéssemos mais interesse e curiosidade em estudar. Aprendi sobre as grandes navegações dos séculos XV e XVI e como aconteceram os fatos”, contou Fabrício Gabriel Souza.
O estudante Salmo de Jesus Santos, 10, quer ser engenheiro mecânico, ambientalista e mestre de capoeira. Ele disse que se debruçar em pesquisas com a orientação da professora ampliou seus conhecimentos e desmistificou a história convencional. “O Brasil não foi descoberto por Pedro Álvares Cabral, as terras brasileiras já eram habitadas pelos índios”, afirmou.
  A professora e orientadora do grupo, Josefa Rosemary Lira da Silva, trabalhou com os alunos a sequência didática “Navegar é Preciso” do livro Nossa Rede que sugere a produção de jogos. O grupo foi dividido em duplas que deram início à criação de conteúdos relacionados aos assuntos de história trabalhados em sala de aula. “Depois do jogo pronto, sugeri à gestão a participação deles no Encontro de Jovens Cientistas. A princípio eles ficaram inseguros em relação à apresentação, a maior segurança da criança é quando ela vê que seu professor acredita nela, por esse viés, eles ganharam confiança e deu tudo certo”, explicou. "A participação já representa uma vitória, mas esse é um grande desfecho, com a premiação em primeiro lugar. É muita felicidade. Eles merecem", comemorou.