segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Tecnologia

Ônibus articulado do BRT passa por teste na cidade

O BRT possui 23 metros de extensão e é climatizado, com capacidade para 170 pessoas
Secom Salvador , Salvador | 04/09/2019 às 15:27
Ônibus articulado do BRT passa por teste na cidade
Foto: Max Haack/Secom
Durante a entrega dos 70 novos coletivos com ar-condicionado e da exibição dos mapas com QR-Code que serão colocados nos pontos de ônibus de Salvador, em evento na orla da Boca do Rio, o prefeito ACM Neto apresentou, nesta terça-feira (3), o veículo do BRT que já se encontra em fase de testes na cidade. Trata-se de um modelo articulado, com 23 metros de extensão e climatizado, com capacidade para 170 pessoas. O prefeito também detalhou os resultados do ônibus elétrico que já foi testado e aprovado nas ruas da capital, inclusive em linha especial durante a Semana do Clima da ONU. 
A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), vem realizando há oito dias testes com o ônibus articulado no trajeto do BRT, isto é, entre o Shopping da Bahia até a Estação da Lapa. “Estamos fazendo testes no intuito de saber como o ônibus se comporta no raio de giro, na entrada às estações, se elas estão adaptadas”, explicou o titular da Semob, Fábio Mota.
  O secretário acrescentou que os próximos testes serão feitos em vias exclusivas. “Até o fim do mês, a gente concluirá a avaliação, embora a gente deva operar o BRT em  janeiro de 2021. Caso seja necessário, serão feitas adaptações para que o sistema possa, em suas sete linhas de operação, conseguir fazer um transporte de qualidade”. 
  O BRT terá capacidade de beneficiar 31 mil pessoas por hora, em horários de pico. Os veículos articulados operarão a uma velocidade comercial de 25 a 40 km/h. Os tempos de percurso serão significativamente reduzidos se comparados aos atuais níveis de operação.
  Veículo sustentável – O ônibus totalmente elétrico, da empresa chinesa BYD, rodou nos últimos dois meses em 10 linhas do transporte público da cidade. A ideia foi checar a adequação do veículo às condições do dia a dia do transporte coletivo e as características geográficas do município.
  “O ônibus foi aprovado no teste e a ideia é que também possamos, a partir de agora, trabalhar com esse tipo de veiculo, que é muito menos poluente e vai ao encontro dessas novas exigências da modernidade e, sobretudo, para vida mais saudável dos centros urbanos”, disse o prefeito ACM Neto.
  ACM Neto afirmou que a expectativa da Prefeitura é que esse tipo de veículo faça parte do sistema de transporte urbano de Salvador. “Estamos conversando com potenciais fornecedores desses veículos e com os empresários. A ideia é que a gente possa ter na nossa frota ônibus elétrico. Uma hipótese é que todo o sistema do BRT funcione com ônibus elétrico. Ele chega a custar três vezes mais que o convencional, mas tem durabilidade muito maior e não é poluente".