quinta-feira, 18 de julho de 2019
Tecnologia

Hackers gastam mais de 6 mil reais em lanches do McDonald's

Caso aconteceu no Canadá
Nara Franco , Rio de Janeiro | 02/05/2019 às 13:02
Hackers gastam mais de 6 mil reais em lanches do McDonald's
Foto: divulgação

Usuários do aplicativo canadense do McDonald’s, o “My McD’s”, tiveram suas contas hackeadas e descobriram que alguém ou um grupo de hackers vêm comendo lanches por meses sem pagar nada. 

Na última semana, o jornalista Patrick O’Rourke, editor do site Mobile Syrup, tornou-se a mais recente vítima do esquema e publicou um relato de sua experiência. Alguém usou sua conta para gastar C$ 2.034 (R$ 5.955 em conversão direta) em mais de 100 refeições! 

Contatado pelo site Gizmodo, o McDonald’s enviou uma declaração. 

“Embora estejamos cientes de que alguns incidentes isolados envolvendo compras não autorizadas ocorreram, estamos confiantes na segurança do aplicativo”, diz o comunicado. “Tomamos as medidas adequadas para manter as informações pessoais seguras. O McDonald’s também não armazena informações de cartão de crédito, uma vez que o o aplicativo My McD’s detém apenas um ‘token’ com o provedor de pagamento para permitir compras.”

A rede de fast food recomendou que os usuários sejam “cuidadosos online, não compartilhando suas senhas com outras pessoas, criando senhas exclusivas e alterando senhas com frequência”.

Outra vítima que foi supostamente defraudada por meio de violações de seu app My McD’s disse à rede de televisão CBC que o McDonald’s também a informou que a empresa de cartão de crédito era responsável pelo reembolso.

“Acho chocante que uma empresa enorme como o McDonald’s não assuma a responsabilidade por algo assim”, disse O’Rourke à CBC. “Eles têm dinheiro mais do que suficiente para reembolsar as pessoas por esses problemas.”