quinta-feira, 14 de novembro de 2019
Tecnologia

Curto circuito em ar-condicionado pode ter incendiado o Museu Nacional

A conclusão dos peritos vai embasar inquérito da PF para apontar possíveis responsáveis, que poderão responder criminalmente
Nara Franco , Rio de Janeiro | 04/04/2019 às 18:09
Museu Nacional incendiado
Foto: divulgação

Polícia Federal (PF) apresentou hoje (4) o resultado do laudo sobre a investigação do incêndio no Museu Nacional, ocorrido em setembro do ano passado.Como antecipado pelo jornal O Estado de S. Paulo, a causa mais provável para o início do fogo foi um curto-circuito em um aparelho de ar-condicionado instalado no auditório no térreo da edificação. 

A conclusão dos peritos vai embasar inquérito da PF para apontar possíveis responsáveis, que poderão responder criminalmente. Sete peritos – três especializados em incêndio, dois em local de crime e dois em audiovisual e fotogrametria – atuaram diretamente no museu para colher evidências, além de outros que trabalharam posteriormente para análise do material. Os culpados poderão responder por incêndio culposo ou até mesmo doloso, mas não há previsão para conclusão do inquérito.