sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020
Tecnologia

Jovens aprendem como criar games no Centro Juvenil de Salvador

A iniciativa oferta diversas oficinas em cinco unidades espalhadas pela capital e interior
Comunicação Governo da Bahia , Salvador | 28/03/2019 às 17:29
Jovens aprendem como criar games no Centro Juvenil de Salvador
Foto: Paula Fróes

Colocar em prática de maneira diferente e crítica o que se aprende na escola. Essa é a finalidade do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC). Com cinco unidades espalhadas pela capital e interior, a iniciativa oferta diversas oficinas e uma das mais disputadas é a de Games, ministrada no CJCC de Salvador, no bairro de Nazaré, na área do Colégio Central. 

Com as turmas lotadas, no turno vespertino, às terças e quintas, e no noturno, às segundas e quartas, a oficina de Games é dividida em dois momentos, como explica o instrutor Jaime Azevedo. “Esses jovens aprendem tudo que é necessário para começar a criar os próprios jogos. Existe a parte da programação, na qual é utilizada uma plataforma chamada Scretch. Em seguida, vem a fase de arte, momento em que os alunos aprendem a desenhar, a pintar e até a modelar em 3D”, detalha.

Aluno do 2º ano do Ensino Médio, Eric Adam tem 15 anos e estuda no Colégio Central. Ele sabe que o que está aprendendo pode abrir portas não apenas no segmento de games. “A oficina ainda está no início, mas já consegui aprender programação e animação, como desenhar e dar movimento aos personagens. Tem muita demanda no mercado para design gráfico, inclusive em empresas que fazem desenhos e filmes, que contratam pessoas que sabem fazer animação. Esse foi um dos principais motivos que me levaram a escolher essa oficina”, conta Eric.

 

Jornada ampliada

 

Além de Salvador, há Centros Juvenis de Ciência e Cultura em Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim, Itabuna e Barreiras. Assim como nos outros Centros, o CJCC de Salvador promove a ampliação da jornada escolar e a diversificação do currículo dos estudantes. De acordo com a diretora da unidade, Isabel das Virgens, “em Games e em todas as outras oficinas ofertadas pelos Centros, os jovens aprendem de forma muito prática tudo que é visto na escola normal. Eles trabalham desejos e anseios e ainda problemas vividos na comunidade em que moram e na própria comunidade escolar”.

Alunos da rede estadual, que cursam o 9° ano do Ensino Fundamental, o Ensino Médio, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou a Educação Profissional e Tecnológica, formam o público dos CJCC, unidades vinculadas à Secretaria de Educação do Estado. O estudante que quiser ingressar em turmas que não foram fechadas ou entrar no cadastro reserva para possíveis desistências deve ir ao Centro mais próximo e apresentar comprovante de matrícula e duas fotos 3x4.