domingo, 23 de fevereiro de 2020
Colunistas / Política
Tasso Franco

OLIVIA VAI À LUTA NA DISPUTA A PREFEITURA SEM APOIO DOS CACIQUES DO PT

Caciques do PT organizam a candidatura da major Denice Santiago e há, ainda, quem fique surpreendido com isso.
30/01/2020 às 08:28
   1. Já comentamos neste site que o PT não difere de outros partidos e usa com frequência o "caciquismo" uma das prerrogativas da política para lançar candidatos majoritários a prefeitos, govrnadores e presidente sem levar em conta a militância e o histórico de nomes que atuam há anos. 

   2. Foi assim que Lula fez com Dilma e Haddad; está sendo de novo com Haddad a prefeito em SP; com Rui Costa (decisão monocrática de Wagner);e agora surge a perspectiva do trio de "caciques" Lula/Wagner/Rui lançar a major Denice Santiago, da PM, ganhadora de prêmios na atuação da Maria da Penha, como candidata a prefeita de Salvador.

   3. Alguns militantes e dirigentes do PT se queixam em público e no privado. Mas, nada disso adianta, nem tampouco opiniões dos presidentes dos diretórios municipal e estadual. O que vale, se Denice aceitar e Lula aprovar, é o poder do "caciquismo". 

   4. Os pré-candidatos do PT com história no partido que chorem suas lágrimas ao "pé-de-caboclo" como se diz na Bahia. E os aliados PCdoB, Podemos, PP, PSD e PSB que façam o mesmo.

   5. Nomes há para o PT apoiar e dois deles são de militantes antigas com história: deputadas Lidice da Mata (PSB) e Olivia Santana (PCdoB). Surpreendidas com essas manobras políticas de Wagner/Rui não devem ter ficado porque qualquer pessoa que entende o mínimo de política sabe que o PT não dá encosto. É igual a mandacaru. Gosta e aplaude aqueles que o apoiam. Agora, apoiar alguém, é muito difícil.

   6. Parecia-nos que a deputada Olivia seria a bola da vez, pois, Rui, em 2016, quando Alice Portugal (PCdoB) foi a candidata a prefeita o governador mostrou mais simpatia a Olivia do que a Alice. 

  7. Agora, em 2020, Olivia fez tudo certinho: venceu Alice na disputa interna do PCdoB, pré-lançou seu nome com bastante antecedência, mas, nenhum sinalzinho dos "caciques" Wagner/Rui. Ficou isolada e continua assim. Mas, não pretende desistir nem se entregar aos "caciques". E até deu um sinal de rebeldia (como gosta de falar Alice) ao votar contra a venda do colégio Odorico Tavares, na ALBA.
 
  8. Ao portal A TARDE, Olivia demonstrou insatisfação com o movimento feito pela cúpula do PT baiano para filiar a major Denice Santiago, da Polícia Militar, e lançá-la candidata do partido na eleição deste ano. O governador Rui Costa e o senador Jaques Wagner estiveram na terça-feira (28) em São Paulo com o ex-presidente Lula. Na reunião, teriam apresentado a comandante da Ronda Maria da Penha como opção para a disputa pela prefeitura da capital baiana.

   9. "É a lógica do DNA do PT. O PT é isso: sempre busca ser protagonista. A ação do governador e do partido sempre foi nessa direção, exceto em 2016, quando nos apoiaram pela priomeira vez. Sempre querem ser apoiados, mas a reíproca invariavelmente não é verdadeira", afirmou a deputada ao A TARDE.

   10. Olívia relembrou que, no último pleito municipal, Rui chegou a apoiá-la como possível postulante ao Palácio Thomé de Souza. O PCdoB, entretanto, preferiu lançar a candidatura de Alice Portugal na época. "Ele defendeu o meu nome com veemência em 2016, mas o meu defeito é não ser do PT", disse.

   11. A deputada criticou o fato de os petistas buscarem alguém de fora do partido para a eleição majoritária. "Nós levantamos essa bandeira [de uma candidata negra] e o PCdoB não foi buscar lá fora um nome", declarou.

   12. A comunista descartou ainda compor uma chapa com Denice. "Jamais. A eleição tem dois turnos. No segundo turno nos encontraremos. Que vença a melhor, ou o melhor, do campo democrático", afirmou.

  13. Pior, comentaz-se nos bastidores da ALBA, faz-se com o pastor Isidório (Avante) o lider das pesquisas. Algo misterioso no ar assusta o político com um possível fim da Fundação Doutor Jesus onde desenvolve um belíssimo trabalho social, em Candeias. Isidório está abalado e não duvide-se que aceite composições que não estejam no seu script incial.

   14. A política tem essa perna do "caciquismo" do manda quem pode e obedece quem tem juízo. Quem não tem vai pra luta. Em tese, com juizo no lugar, é isso que Olivia vai fazer.
                                                                ******