segunda-feira, 14 de outubro de 2019
Colunistas / Política
Tasso Franco

ELEIÇÕES 2014 BASTIDORES: Fumaça branca para Leão em Barreiras

Marcelo Nilo já estaria sendo cortejado pelos partidos das oposições agora também com a senadora Lidice da Mata neste rol
19/03/2014 às 07:12

Nos bastidores da sucessão baiana, o que se comentava, hoje, à tarde, na Assembleia Legislativa é de que o governador Wagner vai anunciar o nome do deputado João Leão (PP) como vice na chapa de Rui Costa em evento que acontecerá em Barreiras, Oeste, no próximo final de semana. Se isso de fato acontecer, a formatação das chapas das oposições também deverá acontecer na próxima semana.


   Com a decisão de Wagner de adiar o lançamento do nome do vice na chapa de Rui, embora se diga que o nome pepista já teria sido sacramentado desde o Carnaval, o prefeito ACM Neto, o qual coordena o movimento das oposições (DEM/PSDB/PMDB), também adiou o lançamento da chapa, até para verificar como se comportará o PDT, e/ou especialmente, o presidente da Assembleia. 

   Neto já disse que vai conversar com todos e há sinais, no "front", de que alguém das oposições ja contactou Marcelo Nilo, o presidente da Assembleia que teria sido preterido por Wagner. No café da manhã que Rui Costa, candidato cabeça da chapa da base, teve com Nilo, hoje, sabe-se que a conversa teria sido só de afagos, nada de resoluções. Rui teria prometido a Marcelo um encontro com Wagner, ainda hoje.

  Também se comentou na sala do cafezinho da ALBA, a sessão caiu por volta das 15h30min e a sala tinha uns 8 a 10 deputados, que o governador adiou sua viagem de férias por dez dias, não em função da sucessão, pois, sua chapa, já estaria sacramentada há tempo; e sim diante da movimentação e programada assembleia de integrantes da Polícia Militar que deverá acontecer na próxima sexta-feira, no Wet'n Wild, na Paralela (veja matérias em Editoria de Direito).

  Embora o comandante geral da PM, coronel Alfredo Castro, tenha emitido nota pública, ontem, à noite (vide em Editoria de Direito) dizendo que a PM vive um momento bom com o governo, de pleno diálogo, discutindo as bases da nova PM, cargos e salários, competências, etc, na tropa o clime é de incertezas. Daí a Assembleia com várias associações de PMs. 

  Hoje, para complicar as relações entre o presidente da Assembleia x o governador, a Mesa da Casa Legislativa não deu quórum para promulgar a PEC de antecipação dos royaltties do petróelo, receita de R$1.6 bi para os cofres do estado. E, em plenário, presidindo a sessão, Nilo anunciou que estão abertas as inscrições de deputados que queiram disputar a vaga de Filemon Matos, no TCE. Nos bastidores dos bastidores, diz-se que o candidato de Marcelo, deputado João Bonfim (PDT), já teria 39 assinaturas para indicação do seu nome.
Poderia, digamos assim, bater de frente com uma provável indicação do deputado Mário Negromonte (PP), desafeto de Nilo na politica de Antas, e móvel na disputa da vice de Rui.

   Nas oposições, cautela. Geddel Vieira Lima, o qual faz aniversário hoje, teria conversado com Neto em Brasília e continua confiante que será o cabeça da chapa. Seu irmão, deputado Lúcio Vieira Lima, já teria conversado algo com Marcelo, e fez elogios de público do presidente da ALBA. 

   A senadora Lídice da Mata, candidata do PSB/Rede, só astucia. E se movimenta: no próximo final de semana estará em Salvador, Eduardo Campos e Marina Silva. Não é pouca coisa, pois, o tom político desse grupo em relação ao governo (incluindo Wagner) vai ficar mais firme, de oposição. 

   Em sendo assim, as oposições na Bahia, se ampliam. E, por enquanto, ainda tem três candidatos: Geddel (PMDB); Paulo Souto (DEM); Lídice da Mata (PSB/Rede). Ninguém duvide que conversem entre sí.