quarta-feira, 16 de outubro de 2019
Colunistas / Política
Tasso Franco

POSIÇÕES de petistas na tenda da Via Expressa vão sinalizar a sucessão

A Ação da Cidadania – Comitê Salvador, realiza neste domingo (03), das 8 às 13h, no Dique do Tororó, o pré-lançamento da campanha solidária Natal sem Fome 2013, que este ano comemora 20 anos.
01/11/2013 às 12:16
 1. Há quem diga que a inauguração da terceira e última etapa da Via Expressa Baía de Todos os Santos nesta sexta-feira, 1º, pelo governador Jaques Wagner, a presidente Dilma Rousseff e o ministro dos Transportes, César Borges, será também um ato que sinalizará ainda mais para os petistas que, o candidato a governador 2014, à sucessão de Wagner, será o secretário Rui Costa.

  2. A cerimônia será na Estrada da Rainha, onde foi montada uma tenda. A posição de cada petista pré-candidato na tenda, provavelmente no modelo árabe, seria um dos indicadores. Pelo sim; pelo não hoje o senador Walter Pinheiro fez um pronunciamento no plenário do Senado elogiando a obra, que ele considerou uma das mais importantes do PAC. E, sua assessoria avisa, que o senador estará no evento.

   3. Como não teria conhecimento dos "arranjos políticos" na tenda, não diz qual a sua posição no local. Na última vez que a presidente Dilma esteve em Salvador para assinar a ordem de serviço do Metrô 2, Pinheiro não compareceu e gerou muita especulação. Já o secretário Sérgio Gabrielli foi ao evento, mas, discretamente se posionou na plateia. O 4º nome sempre citado a pré-candidato, Luis Caetano, não é levado em conta há muito tempo.

   4. A Via Expressa é uma obra importante para Salvador e dará fôlego e discurso ao PT nas próximas campanhas. Wagner, que vinha sendo acusado pela oposição, de só ter feito obras superficiais e sem interesse logístico para a população, casos da Arena Fonte Nova e Estádio de Pituaçu, agora tem algo mais consistente ainda que seja com verbas federais.

   5. O trajeto entre a BR-324 e o Porto de Salvador foi reduzido em 3,2 quilômetros, passando dos atuais 7,5 km para 4,2 km, com seis rotas alternativas que vão facilitar a vida de quem transita pela região e desafogar o trânsito nas vias adjacentes, como o Bonocô, San Martin e Retiro. São dez faixas de tráfego – seis para tráfego urbano e quatro exclusivas para veículos de carga –, três túneis, 14 elevados, duas passarelas, além de ciclovia, pista de rolamento e passeios.

   6. Foram investidos na obra, executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), um total de R$ 480 milhões, fruto de parceria dos governos federal e estadual, e considerada uma das principais intervenções do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

   7. Argui-se também,  no mundo da política, que sendo obra na capital e estão em curso outras intervenções na Pinto de Aguiar e na Paralela, ACM Neto estaria sendo indiretamente cortejado e, como tal, evitaria um apoio mais explícito ao candidato das oposições a governador. Salvo melhor juizo é um ledo engano, pois, as obras embora sejam na capital estão sob controle irrestrito do Estado.

  8. Tática, aliás, muito utilizada por ACM quando Waldeck Ornelas foi o diretor da Conder. Portanto, política é política; e administração é gestão. O cortejo a ACM Neto se dá, portanto, com o chapéu na cabeça do seu dono sem que a Prefeitura possa gerir absolutamente nada, salvo o ganho para a cidade.