quarta-feira, 21 de abril de 2021
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

SESAB: OCUPAÇÃO LEITOS UTI COVID BA 81%; SHOPPINGS SÓ ABREM COM - 75%

COVID BR: 66.741 MORTES; 1.668.589 INFECTADOS; BA: 91.954; ÓBITOS 2216
07/07/2020 às 11:13
MIUDINHAS GLOBAIS?:

   1. (BRASIL): O Brasil registrou 1.254 mortes e 45.305 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira (7), por meio do painel nacional de ocorrências. 

   2. Segundo a pasta, o país acumula 66.741 vítimas fatais e 1.668.589 infectados desde o início da pandemia do novo coronavírus. Do total, 796.977 pessoas já estão recuperadas da doença respiratória. 

   3. A taxa de letalidade, que é o percentual de óbitos entre os indivíduos doentes, está em 4%. De acordo com informações do governo federal, há também mais de 4 mil mortes em processo de investigação epidemiológica.  São Paulo, estado mais afetado pela crise sanitária, acumula 16.475 vítimas fatais.

   4. (BAHIA): Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.675 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,2%), 48 óbitos (+2,2%) e 3.428 curados (+5,7%). Dos 91.954 casos confirmados desde o início da pandemia, 63.207 já são considerados curados, 26.531 encontram-se ativos e 2.216 tiveram óbito confirmado.

   5. As confirmações ocorreram em 394 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,25%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.293,00), Itajuípe (2.152,16), Ipiaú (1.796,26), Uruçuca (1.520,54) e Itabuna (1.496,56).

   6. O boletim epidemiológico contabiliza 91.957 casos confirmados, 186.383 casos descartados e 90.571 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (7).

   7. Taxa de ocupação: Na Bahia, dos 2.312 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.486 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto, dos 887 leitos exclusivos para o coronavírus, 717 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 81%.

   8. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

  9. Óbitos: A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 2.216 mortes pelo novo coronavírus.

2169º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 26/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2170º óbito – homem, 60 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial e obesidade, foi internado dia 22/06 e foi a óbito na mesma data (22/06), em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

2171º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 23/05 e foi a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

2172º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada;

2173º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, portador de imunodeficiências, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2174º óbito – mulher, 52 anos, residente em Camaçari, sem comorbidades, foi internada dia 31/05 e foi a óbito na mesma data (31/05), em unidade da rede privada, em Salvador;

2175º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 04/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2176º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de doenças endócrinas e nutricionais, foi internada dia 13/06 e foi a óbito dia 04/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2177º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

2178º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória crônica, diabetes, doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 18/06 e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2179º óbito – homem, 38 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, foi internado dia 17/06 e foi a óbito dia 06/07, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

2180º óbito – homem, 93 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 02/06 e foi a óbito dia 8/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2181º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2182º óbito – mulher, 97 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, doenças endócrinas e nutricionais, foi internada dia 02/06 e foi a óbito dia 06/06, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

2183º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 04/06 e foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2184º óbito – homem, 54anos, residente em Eunápolis, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 11/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Eunápolis;

2185º óbito – homem, 67 anos, residente em Lauro de Freitas, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 29/06 e foi a óbito dia 03/07, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

2186º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 18/05 e foi a óbito dia 03/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2187º óbito – mulher, 96 anos, residente em Itaparica, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, foi a óbito dia 04/07, em unidade da rede pública, em Lauro de Freitas;

2188º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e neoplasias, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

2189º óbito – mulher, 57 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e obesidade, foi internada dia 08/06 e foi a óbito dia 18/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

2190º óbito – mulher, 43 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória infecciosa e obesidade, foi internada dia 08/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2191º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2192º óbito – homem, 77 anos, residente em Salvador, portador de doenças do sistema nervoso, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2193º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 08/06 e foi a óbito dia 14/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2194º óbito – mulher, 58 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 16/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2195º óbito – mulher, 85 anos, residente em Lauro de Freitas, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 07/06 e foi a óbito dia 12/06, em unidade da privada, em Salvador;

2196º óbito – mulher, 92 anos, residente em Cairú, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 03/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede privada, em Lauro de Freitas;

2197º óbito – homem, 74 anos, residente em Itabuna, portador de doenças do sistema nervoso, foi internado dia 09/06 e foi a óbito dia 26/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

2198º óbito – mulher, 67 anos, residente em Crisópolis, sem comorbidades, foi internada dia 27/06 e foi a óbito dia 28/06, em unidade da rede pública, em Alagoinhas;

2199º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 11/06 e foi a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2200º óbito – mulher, 91 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença real crônica, foi internada dia 11/06 e foi a óbito dia 22/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2201º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 15/06 e foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2202º óbito – homem, 74 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2203º óbito – mulher, 89 anos, residente em Itabuna, sem informação de comorbidades, foi internada dia 20/06 e foi a óbito dia 03/07, em unidade da rede pública, em Itabuna;

2204º óbito – mulher, 35 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, foi a óbito dia 19/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2205º óbito – mulher, 51 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 23/06 e foi a óbito dia 24/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2206º óbito – mulher, 47 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, foi internada dia 09/06 e foi a óbito dia 30/06, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;

2207º óbito – homem, 80 anos, residente em Alagoinhas, portador de diabetes, doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede privada, em Salvador;

2208º óbito – homem, 67 anos, residente em Feira de Santana, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, foi a óbito dia 05/07, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

2209º óbito – mulher, 69 anos, residente em Feira de Santana, portadora de hipertensão arterial e neoplasias, foi internada dia 30/06 e foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;

2210º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internado dia 06/06 e foi a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2211º óbito – homem, 90 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem informação de comorbidades, foi internado dia 28/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

2212º óbito – homem, 81 anos, residente em Teixeira de Freitas, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 23/06 e foi a óbito dia 02/07, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

2213º óbito – homem, 67 anos, residente em Juazeiro, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 11/06 e foi a óbito dia 29/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

2214º óbito – homem, 56 anos, residente em Petrolina (Pernambuco), sem informação de comorbidades, foi internado dia 24/06 e foi a óbito dia 25/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

2215º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e obesidade, foi internada dia 12/06e foi a óbito dia 27/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

2216º óbito – homem, 86 anos, residente em Juazeiro, sem informação de comorbidades, foi internado dia 26/06 e foi a óbito dia 01/07, em unidade da rede pública, em Juazeiro.
                                                                 *****
  10. Está disponível a partir desta terça-feira (7), um painel com dados epidemiológicos referentes ao coronavírus (Covid-19) na Bahia, cuja atualização ocorre em tempo real. O business intelligence (B.I.) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) é uma ferramenta que auxilia os gestores estaduais no processo de decisão desde o início da pandemia e vinha sendo aperfeiçoado para acesso público, no link bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

  11. De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “o sistema permite correlacionar três bases ministeriais distintas, depurar as inconsistências e entregar uma informação fidedigna para análise”, afirma o secretário.

  12. Já a diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, explica que o business intelligence possibilita analisar o crescimento de novos casos, identificar quais municípios carecem de atenção, avaliar tendências, dentre outras funcionalidades”, ressalta a diretora.

   13. O diretor de tecnologia da Sesab, Diego Cavalcante, indica que o aperfeiçoamento da ferramenta é contínuo. “Progressivamente faremos melhorias a fim de tornar o conteúdo cada vez mais acessível e customizável para o usuário. E no que tange a integridade e segurança da informação, utilizamos a mesma plataforma Oracle do DataSUS, que é o departamento de informática do Ministério da Saúde, o que nos garante robustez e confiabilidade”, destaca Cavalcante.

  14. O B.I. é alimentado automaticamente, utilizando três bases ministeriais. De acordo com os protocolos do Ministério da Saúde, a notificação imediata dos casos leves de Síndrome Gripal deve ser inserida no e-SUS Vigilância Epidemiológica (e-SUS VE), uma ferramenta de registro de notificação de casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus. 

   15. Isso se aplica a todo o território nacional. Caso seja realizado teste laboratorial diagnóstico da Covid-19, RT-PCR ou sorológico, o resultado também deve ser registrado no sistema. O processamento da base de dados garantirá a identificação única do paciente.

   16. Outra ferramenta de registro que auxilia no mapeamento epidemiológico é o Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (SIVEP-Gripe), usado para registrar os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) hospitalizados. O último sistema refere-se as análises dos laboratórios públicos (GAL).

   17. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira, 7, conversar com associações de juízes e procuradores sobre os supersalários, recebidos por servidores que ganham acima do teto do funcionalismo público, com os chamados "penduricalhos". 

   18. "Tenho conversado com associações de juízes e procuradores para que se encontre um caminho. O caminho de apenas se pedir para não pautar não resolve o problema. Há uma demanda da sociedade, correta. Quem quer ser servidor tem de ganhar dentro do teto do servidor. Quem quer ganhar acima precisa ir para o setor privado. Essa regra é clara", disse.

  19. Assim que for iniciada pela Prefeitura Municipal de Salvador e pelo Governo do Estado da Bahia, a fase I da retomada da economia, o Barra estará de portas abertas cumprindo novos protocolos de higiene e saúde. 

  20. Com sinalização especial em todos os ambientes, medidas rígidas de higienização, controle de acesso e fluxo de clientes, além do monitoramento integral de todas as medidas estabelecidas para a reabertura com segurança, o Barra retomará parcialmente suas atividades com horário de funcionamento restrito, das 12h às 20h, de segunda a sábado.

  21. “Esse é um momento bastante esperado por clientes, lojistas, parceiros e todos aqueles que fazem parte da nossa história e do nosso cotidiano. Durante os mais de 100 dias em que o Barra permaneceu fechado, não ficamos parados. Nos preparamos e agora vamos voltar com toda a segurança que o cenário exige”, destaca Naildo Macedo, superintendente do Shopping Barra. 

   22. “Esse retorno foi planejado de forma minuciosa, visando a segurança e o bem estar dos visitantes, empreendedores, colaboradores, enfim de todos que circulam no Barra. Não estamos medindo esforços para que o nosso público se sinta seguro e confortável em voltar a frequentar o Barra como se fosse uma extensão da sua casa, como sempre foi”, acrescenta.

  23. 15. Desde quando foi implantado, em 3 de abril, o Tele Coronavírus já realizou mais de 100 mil atendimentos prestados por voluntários da área de Saúde à população, por meio do número 155. Contando com as ligações recepcionadas pelos colaboradores da rede SAC, que fazem a triagem, já são 175 mil ligações.
Tasso Franco Tasso Paes Franco é jornalista formado pela UFBA, 1971. É também escritor com vários livros publicados sobre a Bahia.