sexta-feira, 10 de julho de 2020
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

TURISMO NA BAHIA FOI SEGMENTO MAIS AFETADO PELA PANDEMIA DA COVID (TF)

Prefeito Colbert Martins Filho lamenta morte de Almir Melo, secretário do MDB e ex-prefeito de Canavieiras
28/06/2020 às 19:42
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. A primeira vista e ainda sem um balanço mais aprofundado dos dados de perdas o setor do turismo parece-nos o mais afetado pela pandemia do coronavirus. Está com as mãos amarradas e sequer tem um E-commerce (no caso dos varejistas) para se socorrer. Publicamos neste Bahia Já uma entrevista que Brian Chesky, CEO da AIRBNB, deu a uma emissora de TV os EUA e ele disse que demorou 12 anos para engrenar sua stratups de hospedagem extra hotéis e viu seu trabalho ruir, quase completamete, em 90 dias da pandemia.

   2.  O golpe devastador da pandemia na indústria turística colocou a startups, considerada uma das empresas de tecnologia mais valiosas dos Estados Unidos, diante do maior desafio da sua história.  "Demoramos 12 anos para construir o negócio do Airbnb e perdemos quase tudo em questão de quatro a seis semanas", revelou o diretor e fundador da empresa, Brian Chesky, esta semana.

  3. Isso vale ainda mais para a rede hoteleira, pois, se a AIRBNB teve que demitir 25% do seu quadro de pessoal (2 empregos foram pro espaço) ela que não possui estruturas físicas com empregados tipicos da hotelaria - garçons, gerentes, camareiros (as), motoristas, animadores, etc - esse segmento sofre muito mais e muitos hotéis fecharam suas portas em várias partes do planeta.

   4. E o que está acontecendo no Brasil, especialmente na Bahia que é um estado de vocação turística, mais extensa orla Atlântica do país (1000 km) e municipios e regiões fortes neste segmento como são os casos de Salvador, Porto Seguro, Chapada Diamantica, Costa do Cacau e outros?. 

   5. Dizer que o turismo precisará se reinventar é velho chavão. Brian destaca que, no mundo, haverá uma mudança de comportamento das pessoas direcionadas para um turismo mais regional, mais local. Ou seja, os habitantes dos EUA vão viajar mais para o próprio EUA, como, aliás, os espanhóis já fazem há mutos anos na Espanhaa.

   6. A Europa por sua dimensão certamente será o continente menos prejudicado porque os países são muito próximos uns dos outros. Um português pode ir a Madrid saindo de Lisboa ou a Berlim em poucas horas e isso é um fator agregador. Já quem mora no Brasil e deseja ir a Berlim, a depender da cidade e que se vive no Brasil, passa-se aos menos 24 horas em viagem. Os brasileiros certamente, também, deverão viajar mais para o próprio país passada a pandemia.

   7. É uito triste ver hotéis de Salvador com  fachadas tapumadas, clientes zero. Entre a Barra e Ondina quatro deles estão nesta situaçao; O prefeito ACM neto apostou na construção de um Centro de Convenções, de forma acertada, mas, seu desejo de incrementar o turismo de negócios em Salvador foi por água abaixo, pelos menos em 2020. 

   8. O CCS foi inaugurado mas não funciona, pois, foi atropelado pela pademia. E agora, como e quando retornará?  Essa é uma questão complexa e que vai exigir união do trade, preços acessíveis e uma estratégia de marketing bem definida sujeita aos humores da pandemia, a chamada segunda onda. Ou outras que poderão vir. Brian diz que a AIRBN está se preparando para várias pandemias o que não revelou como fará.

   9. Em Salvador, por posto, a galinha dos ovos de ourO do turismo é a temporada do verão e o Carnaval. Ainda é cedo para se saber se haveraá ou não o Momo mas, as estratégias devem ser analsadas desde já. As pessoas estão com medo da morte e a pandemia no Brasil está sem controle. Na Bahia, a união do prefeito ACM Neto com o governador Rui Costa amenizou o problema, mas, segue grave.

   10. E o turismo vai demorar para engrenar de novo. Exigirá muita criatividade e um novo formato que ninguém sabe ainda como será.
                                                                  ****
   10. A capital baiana é o segundo destino brasileiro mais procurado, nas últimas semanas, para quem já está programando viagens através da operadora CVC Brasil após a pandemia. A retomada do turismo em Salvador foi tema de encontro virtual entre o secretário municipal de Cultura e Turismo, Pablo Barrozo, representantes da operadora e do trade turístico. “Tenho certeza que Salvador será o destino mais visitado no pós-pandemia”, reforçou o gestor municipal.

   11. De acordo com dados apresentados pela CVC, 85% da procura pelos destinos são domésticos. “Esse dado nos dá esperança e nos coloca como protagonistas nessa retomada. Mas precisamos destacar que a nossa cidade tem o compromisso com a vida das pessoas. E nosso plano de retomada será baseado na segurança delas. Por isso, criamos o Selo Verificado para estabelecimentos de turismo, que passarão por rígidos protocolos sanitários para que possam receber o turista da forma mais segura possível”, disse o secretário.
   
   12. Pablo Barrozo ainda pontuou os projetos que estão no plano de retomada do setor, a exemplo do Centro de Recuperação do Turismo, que deve ser inaugurado ainda no mês de julho. 

  13. “Será um espaço voltado para os micro e pequenos empresários do turismo que passaram por dificuldades nesse momento de pandemia. Teremos postos dos principais bancos para facilitar o acesso ao crédito, serviços da prefeitura, um coworking para garantir um espaço físico para aqueles que fecharam as portas, e muitos outros serviços. Será um local para abraçar todo o trade, que tem tanta importância para nossa cidade”, completou.
                                                                          *****
   14. "Não apenas a população  de Canavieiras está enlutada, mas também o MDB da Bahia", diz o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, sobre a morte, neste domingo, do ex-prefeito daquela cidade do sul do estado, Almir Melo.

   15. Almir era o atual secretário geral do MDB baiano.  "É uma perda muito sentida pelo município, do seu  ex-prefeito, mas também lamentamos nós, do MDB", observa Colberzinho, histórico emedebista baiano, filho de Colbert Martins, também ex-prefeito e um dos fundadores da legenda.

   16. O Vereador Marcos Mendes #PSOL protocolou 2 Projetos de Lei que versam sobre a proteção aos nossos recursos hídricos. Um que fala sobre a proibição da cobertura de rios, córregos, ribeirões e outras zonas úmidas em toda a cidade e um outro que dispõe sobre a criação do Plano de Recuperação Hídrica do Município de Salvador. 

   17. Essas ações que visam restaurar os estragos feitos pelo "progresso" do mercado imobiliário e da mobilidade, se estendem pelo mundo, como a revitalização do Rio Sena na França e o Tejo em Portugal, e também protegê-los para evitar novos ataques.

   18. Salvador precisa avançar nos debates sobre a preservação ambiental e cabe, também, ao nosso Mandato Ecossocialista propor alternativas. Criticamos com veemência esse modelo carrocrata da prefeitura, a exemplo do BRT, que, entre diversas ações, têm a prática rudimentar do tamponamento de rios, que por consequência, estimula zonas de calor e aumenta a incidência de enchentes.

   19. "Entendemos os rios, bem como os demais segmentos hídricos, como parte importante para a nossa existência. Em tempos de emergência climática, recuperar os nossos rios se faz urgente, para salvar vidas. Contamos com o apoio de todas as pessoas para tensionarmos a Câmara de Vereadores para a aprovação destes projetos.", ressalta o vereador Marcos Mendes.

   20. O Planserv informa aos seus beneficiários que, no prazo de 90 dias, o número 0800 56 6066 será alterado, ganhando um novo dígito – um “zero” a mais - e passando a funcionar pelo 0800 056 6066. A alteração é uma necessidade técnica da Central de Relacionamento do plano, visando manter a qualidade do serviço prestado pelo canal, que recebe ligações de telefone fixo. O número disponibilizado para ligações de celular (3402-3700) permanece inalterado.

  21. Durante os próximos três meses, as ligações serão recebidas tanto pelo antigo, como pelo novo número de discagem direta gratuita, permitindo que o beneficiário se adapte à mudança. Nesse período, o beneficiário será informado sobre a alteração, através de contato por mensagem eletrônica. Após esse prazo, o antigo número será desativado.

   22. A Assistência à Saúde do Servidor Público Estadual vem atuando continuamente para otimização dos serviços prestados aos seus mais de 500 mil beneficiários. Além da Central de Relacionamento, que funciona durante 24 horas por dia e sete dias por semana, o plano também disponibiliza o canal de registros pelo site (www.planserv.ba.gov.br), através do Fale Conosco, na sua página principal.