quarta-feira, 14 de abril de 2021
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

COVID BR: 43.332 MORTOS: 867.624 INFECTADOS; BA 36.401; ÓBITOS 1.105

Na Bahia, 5.162 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.
14/06/2020 às 11:17
 MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. O Brasil registrou neste domingo mais 17.110 casos confirmados do novo coronavírus e totaliza 867.624 infecções, informou o Ministério da Saúde, acrescentando que foram notificadas 612 mortes adicionais, elevando o total de óbitos no país para 43.332.

   2. Os números de casos e mortes da covid-19 normalmente têm queda no final de semana devido a um atraso nas notificações. Em contrapartida, costumam registrar altas na segunda ou na terça-feira, quando os dados de sábado e domingo são atualizados. O Brasil é o segundo país do mundo com mais casos e mais mortes em consequência da covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos.

   3. (BAHIA) Bahia registra 36.401 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,21% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 15.486 pessoas recuperadas, 1.105 óbitos e 19.810 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

   4. Os casos confirmados ocorreram em 357 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (54,97%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.516,37), Ipiaú (8.872,32), São José da Vitória ( 8.485,06), Uruçuca (8.236,27) e Salvador (8.236,27).

  5. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 71.532 casos descartados e 81.601 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (14).

   6. Na Bahia, dos 2082 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1298 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 866 leitos exclusivos para o coronavírus, 665 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 77%.

   7. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

   8. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.105 mortes pelo novo coronavírus.

1070º óbito – homem, 61 anos, residente em Camaçari, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de admissão no hospital, veio a óbito dia 30/05, em hospital da rede pública, em Guamaré, Rio Grande do Norte;

1071º óbito – homem, 31 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades. Internado dia 03/06, veio a óbito dia 04/06 em hospital da rede pública, em Eunápolis;

1072º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, sem informações sobre a existência de comorbidades. Internado dia 01/06, veio a óbito dia 06/06, em hospital militar federal, em Salvador;

1073º óbito – mulher, 68 anos, residente Lauro de Freitas, portadora de neoplasia. Internada dia 24/05, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

1074º óbito – mulher, 59 anos, residente em Simões Filho, sem comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 31/05, em hospital da rede pública, em Simões Filho;

1075º óbito – homem,78 anos, residente em Candeias, portador de doença renal crônica. Internado dia 03/06, veio a óbito dia 06/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1076º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 23/05, veio a óbito dia 31/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1077 óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 03/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1078º óbito – mulher, 44 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Internada dia 31/05, veio a óbito dia 01/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1079º óbito – homem, 98 anos, residente em João Dourado, sem comorbidades. Não foi internado e veio a óbito dia 08/06, em seu domicílio, em João Dourado;

1080º óbito – homem, 37 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes mellitus. Internado dia 07/06, veio a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

1081º óbito – homem, 72 anos, residente em Simões Filho, sem informações acerca de comorbidades. Sem data informada de internação, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1082º óbito – homem, 83 anos, residente em Caculé, portador de hipertensão arterial. Internado dia 14/05, veio a óbito dia28/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1083º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 19/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1084º óbito – homem, 67 anos, residente em Miguel Calmon, sem informações acerca de comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 04/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1085º óbito – mulher, 89 anos, residente em Feira de Santana, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1086º óbito – homem, 56 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 28/05, veio a óbito no mesmo dia (28/05), em unidade da rede pública, em Candeias;

1087º óbito – homem, 84 anos, residente em Itagibá, sem informações acerca de comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 18/05, em unidade da rede pública, em Ipiaú;

1088º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, doença cardiovascular e imunodeficiência. Internado dia 08/06, veio a óbito dia 10/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1089º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 06/06, veio a óbito dia 11/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1090º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 21/05, veio a óbito dia 08/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1091º óbito – mulher, 87 anos, residente em Santo Amaro, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 05/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1092º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 09/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1093º óbito – mulher, 46 anos, residente em Ilhéus, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 02/06, veio a óbito dia 07/06, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

1094º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 31/05 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede privada;

1095º óbito – homem, 95 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 09106, em unidade das Forças Armadas;

1096º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, hipertensão arterial, obesidade e doença renal crônica, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1097º óbito – mulher, 91 anos, residente em Itabuna, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1098º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 11/05 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1099º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 09/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1100º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença respiratória crônica, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1101º óbito – homem, 81 anos, residente em Sobradinho, portador de neoplasias, foi internado dia 04/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1102º óbito – mulher, 53 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1103º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1104º – mulher, 76 anos, residente em Juazeiro, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 28/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1105º óbito – mulher, 66 anos, residente em Eunápolis, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 06/06 e veio a óbito na mesma data (06/06), em unidade da rede pública, em Eunápolis.
                                                               ****
   9. Os primeiros pacientes, tratados no hospital de campanha da Arena Fonte Nova começaram a receber alta nesta quinta-feira (11). Júlio Souza, 50 anos, e Raimunda Cruz, 65 anos, foram os primeiros a vencer a batalha contra o coronavírus (Covid-19).

  10. O momento foi bastante celebrado pela equipe multidisciplinar da unidade – composta por médicos, enfermeiros, técnicos, assistente social, gerencia operacional, coordenação da unidade – e pelos pacientes que foram presenteados uma com flores e o outro, torcedor do Bahia, com uma camisa do time de coração.

   11. O hospital de campanha da Arena Fonte Nova foi inaugurado no dia 05 de junho pelo Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretária de Saúde da Bahia (Sesab). A capacidade total é de 240 leitos, sendo 140 clínicos e 100 de UTI, liberados de forma progressiva. Vale ressaltar que o atendimento na unidade será feito exclusivamente por meio da regulação da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

   12. A Caixa Econômica Federal libera nesta segunda-feira (15) os saques do auxílio emergencial a todos os que já receberam o depósito na poupança social digital . Antes separadas por mês de nascimento dos beneficiários, as retiradas agora são para todos até, pelo menos, a oficialização do início da terceira parcela aos que não são inscritos no Bolsa Família - que podem sacar a partir de quarta (17) , seguindo o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

   13. Depositada a todos os beneficiários do auxílio que não tiveram os R$ 600 (ou R$ 1.200, no caso de mães solteiras) aprovados com atraso até o último sábado (13), a segunda parcela tem agora o saque liberado a todos que já receberam o dinheiro na conta.

   14. Originalmente, o auxílio emergencial previa o pagamento de três parcelas de R$ 600 a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados que não recebem seguro-desemprego , integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda, mas o governo já confirmou que vai ampliar o número de parcelas . Em vez de três, a tendência é que sejam cinco, mas que a quarta e a quinta parcelas sejam menores, de R$ 300 cada. O governo ainda não oficializou a ampliação com redução do valor.

   15. A terceira parcela, ainda de R$ 600, é liberada primeiro para os integrantes do Bolsa Família , na quarta (17). Os primeiros a poderem sacar são os que têm NIS final 1.

   16. Na prática, serão três calendários da terceira parcela, assim como ocorreu com a segunda: um destinado ao pagamento do auxílio para os beneficiários do Bolsa Família, outro com as datas do crédito em conta digital para os informais e o último, com a autorização do saque dos recursos em espécie ou transferência para outras contas na Caixa ou em outros bancos, de acordo com o mês de aniversário. Neste caso, o cronograma deve se estender até julho.

   17. (FEIRA): A Operação Viva a Vida deste fim de semana, no Tomba, Jardim Cruzeiro e Brasília, só disponibilizará testes rápidos em pessoas que estiverem com alteração de temperatura. Além disso, só serão feitos em sistema drive thru, ou seja, com os pacientes em veículos.

   18. “A testagem rápida só deve ser feita em pessoas que já apresentem algum sintoma e a alteração de temperatura é um deles. Os demais serão checados na hora, nas barreiras nos bairros. E faremos em sistema drive thru para evitar aglomerações”, explica a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas.

  19. No fim de semana passado, a testagem rápida nas barreiras ocasionou longas filas nas barreiras, o que é desaconselhável nesse momento de pandemia, pois favorece a transmissão do vírus.

  20. A Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) identificou 82 crianças e adolescentes em condição de trabalho infantil desde o início da pandemia de Covid-19, em 14 de março, até 5 de junho último. Também foram flagradas 116 crianças e 52 adolescentes vivenciando algum tipo de violação de direito.

 21. Os dados são do Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas), que realiza abordagens diariamente, mesmo nesse período de enfrentamento ao novo coronavírus. Os casos foram encaminhados para os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e Conselhos Tutelares.

   22. Na última sexta-feira (12), data em que foi celebrado o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, será promovida uma live, às 15h, com a temática “Trabalho infantil e assistência social”, no Instagram @sempresalvador. A iniciativa pretende esclarecer melhor a população sobre o tema.

   23. “Nós trabalhamos com ações de conscientização, através das equipes do serviço especializado de abordagem, a fim de evitar todo e qualquer tipo de violação de direitos, em especial o trabalho infantil e violência sexual contra crianças e adolescentes. A garantia dos diretos das nossas crianças é fundamental no trabalho desenvolvido pela Sempre”, afirmou a titular da pasta, Juliana Portela.