quarta-feira, 14 de abril de 2021
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

COVID BRASIL:39.797 MORTES; 775.184 INFECTADOS; BA 32.685; ÓBITOS 975

Salvador atinge a marca de 746 mortas pela Covid
10/06/2020 às 18:55
  MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. (BRASIL): O Brasil teve 1.300 novas mortes registradas em razão do novo coronavírus nas últimas 24 horas, aponta levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. Com isso, são 39.797 óbitos pela Covid-19 no país até esta quarta-feira (10). Veja os dados, consolidados às 20h:

39.797 mortes ; eram 38.497 até as 20h de terça-feira (9), uma diferença de 1.300 óbitos
775.184 casos confirmados; eram 742.084 até a noite de terça

  Os dados foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.


   2. (BAHIA): A Bahia registra 32.685 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,14% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 14.228 pessoas recuperadas, 975 óbitos e 17.482 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

   3. Os casos confirmados ocorreram em 346 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (57,19%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ipiaú (8.523,53), Itajuípe (8.296,33), Uruçuca (7.407,77), Urandi (6.423,34) e Salvador (6.319,22).

  4. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 48.707 casos descartados e 89.334 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (10).

   5. Na Bahia, 4.715 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

   6. Na Bahia, dos 1.990 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.192 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 839 leitos exclusivos para o coronavírus, 601 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 72%.

   7. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

   8. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 975 mortes pelo novo coronavírus. Conforme perfil detalhado abaixo, os óbitos não ocorreram nas últimas 24 horas.

938º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular. Foi internado dia 03/06 e veio a óbito na mesma data, em unidade da rede pública, em Salvador;

939º óbito – homem, 46 anos, residente em Feira de Santana, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 02/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

940º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 04/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

941º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades. Foi Internada dia 24/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

942º óbito – mulher, 50 anos, residente em Brumado, portadora de diabetes, data de admissão informada, veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Brumado;

943º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, veio a óbito dia 03/06, em domicílio, em Salvador;

944º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, obesidade e neoplasias, foi internada dia 21/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

945º óbito – homem, 54 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

946º óbito – homem, 61 anos, residente em Jequié, portador de diabetes, foi internado dia 01/05 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

947º óbito – mulher, 94 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e demências, incluindo Alzheimer, data de admissão não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

948º óbito – mulher, 82 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio óbito dia 14/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

949º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, em comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

950º óbito – mulher, 93 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

951º óbito – homem, 36 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

952º óbito – mulher, 96 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

953º óbito – homem, 76 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

954º óbito – mulher, 48 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internada dia 28/05 e veio a óbito na mesma data, em unidade da rede pública, em Salvador;

955º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, data de admissão não informada, veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

956º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

957º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de demência, incluindo Alzheimer, data de admissão não informada, veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

958º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 25/05, em domicílio, em Salvador;

959º óbito – homem, 44 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

960º óbito – homem, 56 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

961º óbito – homem, 46 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

962º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e demências incluindo Alzheimer, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em domicílio;

963º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

964º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 28/05, em domicílio.

965º óbito – homem, 62 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 01/06, veio a óbito no mesmo dia (01/06), em unidade da rede pública;

966º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e doença renal crônica. Internado dia 30/05, veio a óbito dia 01/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

967º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 27/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

968º óbito – mulher, 35 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença renal crônica. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

969º óbitos – mulher, 73 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades.  Veio a óbito dia 26/05, em seu domicílio, em Salvador;

970º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informação acerca da data da internação, veio a óbito dia 22/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

971º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

972º óbito – homem, 90 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Veio a óbito dia 26/05, em seu domicílio, em Salvador;

973º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito 04/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

974º óbito – mulher, 74 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

975º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 24/05, em hospital da rede pública, em Salvador.
                                                          ****

  9. O corpo profissional do Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos está sendo testado para o novo coronavírus. A testagem é uma iniciativa do Governo do Estado e Secretaria da Saúde da Bahia e permite, de forma rápida, a possível detecção de casos da doença.

   10. A técnica de enfermagem Núbia Argolo realizou o teste. Ela acredita que a medida é imprescindível para conter o avanço da Covid-19. “É muito importante fazer para prevenir, para que se alguém estiver contaminado, não dissemine para os outros colaboradores. Também é rapidinho e indolor”, contou.

  11. Todas as medidas implementadas na unidade durante o período de pandemia são definidas por profissionais especializados, com base nas recomendações dos principais órgãos e autoridades de saúde.

  12. Através do Comitê de Enfrentamento a Covid-19, o Hospital da Mulher vem realizando, diariamente, atualizações científicas e aperfeiçoamento das equipes em condutas que envolvem o manuseio de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), protocolos de desinfecção de ambientes e equipamentos, além do desenvolvimento do projeto ‘Cuidando de quem Cuida: Razões para Acreditar’, cujo focos são o bem-estar e saúde mental do colaborador.

   13. O deputado federal João Roma comemorou nesta quarta-feira (10) a entrega da obra de recuperação de 88,6 quilômetros de pista recuperada da BR-349, na Bahia. Com investimento de R$ 8 milhões, a intervenção foi executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e beneficia os municípios de Bom Jesus da Lapa, Serra do Ramalho, Santa Maria da Vitória e São Félix do Coribe, na região Oeste do estado.

   14. “Esta é uma obra fundamental para a Bahia, especialmente para a região Oeste, e nós buscamos dialogar junto ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para que ela fosse executada e entregue com celeridade. 

   15. A obra vai melhorar o acesso a estas cidades e a segurança desta importante rodovia que corta o nosso estado. A recuperação viária contou com recursos de emenda da bancada baiana na Câmara dos Deputados”, diz Roma.

  16. Os pacientes atendidos pelo Centro de Diabetes e Obesidade (CDO) do Planserv têm demonstrado satisfação com o teleatendimento, desde que a unidade adotou esse tipo de assistência por conta do distanciamento social imposto pela pandemia.

  17. O centro, que tem sede no bairro da Boca do Rio, em Salvador, conta com um público de 650 beneficiários, sendo que a maioria integra o grupo de risco para o novo Coronavírus. O teleatendimento do CDO é realizado pelo telefone (71) 3347-6699.

   18. “A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) orientou que consultas, exames ou cirurgias que não se enquadrem em casos de urgência e emergências fossem adiadas. Neste sentido, entendemos a necessidade de assistir os beneficiários do CDO, os quais possuem doenças crônicas, para que os mesmos não venham ter piora do quadro”, explica a coordenadora de Saúde do Planserv, Sâmea Barreto.

   19. A teleorientação do CDO teve início no final de abril. A proposta é evitar que o beneficiário evite circular pelas ruas e se dirigir a unidades de saúde se não houver necessidade, dando preferência a se aconselhar e ser monitorado com seu médico e nutricionista de referência por telefone.

   20. “Sou paciente do CDO há mais de 10 anos e fiquei bastante ansiosa quando ocorreu a determinação da quarentena, porque me preocupava não poder ir às consultas mensais”, declara a beneficiária Maria Angélica de Souza. Ela, que vem sendo orientada através da teleorientação, afirma que o serviço tem se mostrado muito satisfatório, com hora marcada e um contato humanizado. “Pra mim, está sendo perfeito, com respeito às marcações de horário, muita gentileza por parte dos médicos e de toda a equipe de saúde”, afirma.