segunda-feira, 25 de maio de 2020
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

COVID BRASIL: 21.048 MORTES, 326.448 INFECTADOS; BA 12.577, ÓBITOS 399

Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 40.644 exames do tipo RT-PC
22/05/2020 às 13:02
   MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (22) o mais recente balanço de casos e mortes causadas pelo novo coronavírus: 21.048 mortes, eram 20.047 na quinta-feira (21); Foram 1.001 registros de morte incluídos no balanço em 24 horas, sendo que 293 óbitos ocorreram nos últimos 3 dias; 330.890 casos confirmados

   2. Com esta atualização, o Brasil ultrapassou a Rússia (326.448) em número de casos confirmados e passa a ocupar a segunda posição no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (1.598.631), segundo o levantamento da Universidade Johns Hopkins.

   3. (BAHIA): A Bahia registra 12.577 casos confirmados de Covid-19, o que representa 15,71% do total de casos notificados no estado e 399 óbitos. Cumpre ressaltar que, desde o dia 19 de maio, 1.472 casos confirmados aguardam validação dos municípios.

  4. Considerando o número de 12.557 casos confirmados, 3.679 recuperados e 399 óbitos, 8.479 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 1.852 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

   5. Os casos confirmados ocorreram em 234 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (64,21%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca(3.752,62), Itabuna (3.311,09), Ipiaú (2.855,71), Ilhéus (2.630,49) e Salvador (2.478,11).

   6. O boletim epidemiológico registra 33.084 casos descartados e 79.916 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais, até as 17h desta sexta-feira (22).

  7. Na Bahia, dos 1.464 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 783 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 53%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 596 leitos exclusivos para o coronavírus, 392 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 65,8%. 

   8. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

  9. O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 40.644 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 22 de maio de 2020. Atualmente, 4.490 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

   10. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 399 mortes pelo novo coronavírus. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17 horas desta sexta-feira (22). Ressalta-se que os óbitos não necessariamente ocorreram nas últimas 24 horas.

377º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado 07/05 e veio a óbito dia 15/05, em hospital da rede particular em Salvador.

378º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 12/05 e veio a óbito dia 18/05, em hospital público em Salvador.

379º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de doença cardíaca crônica, foi internado dia 123/05, veio a óbito dia 16/05, em hospital público em Salvador.

380º óbito – homem, 54 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 16/05, veio a óbito dia 20/05, em hospital da rede particular em Salvador.

381º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 20/05, em hospital da rede particular, em Salvador.

382º óbito – homem, 63 anos, residente em Itabuna, sem comorbidades, veio a óbito dia 15/05, em sua residência.

383º óbito – homem, 58 anos, residente em Itabuna, tendo doença respiratória crônica descompensada e doença cardíaca também crônica. Internado dia 06/05, em hospital filantrópico em Itabuna, veio a óbito dia 10/05.

384º óbito – mulher, 72 anos, residente em Itabuna, diabética, foi internada dia 07/05, em hospital público em Itabuna, veio a óbito dia 14/05.

385º óbito – homem, 88 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades, foi internado dia 24/04, em hospital filantrópico em Itabuna, vindo a óbito dia 14/05.

386º óbito – homem, 77 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades, veio a óbito em sua residência, no dia 15/05.

387º óbito – mulher, 59 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades, internada10/05, veio a óbito dia 17/05, em hospital filantrópico em Itabuna.

388º óbito – homem, 63 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades, sem data de internação, veio a óbito dia 19/05, em hospital filantrópico em Itabuna.

389º óbito – homem, 36 anos, residente em Itabuna, portador de doença renal crônica e de mieloma múltiplo, veio a óbito dia 30/04, em sua residência.

390º óbito – mulher, 64 anos, residente em Itabuna, sem informações acerca de comorbidades, foi internada dia 10/05 e veio a óbito dia 16/05, em hospital filantrópico em Itabuna.

391º óbito – homem, 73 anos, residente em Itajuípe, sem informações acerca de comorbidades, foi internado dia 06/05, vindo a óbito dia 08/05, em hospital filantrópico em Itabuna.

392º óbito – homem, 52 anos, residente em Salvador, sem informações acerca de comorbidades, foi internado dia 29/04, vindo a óbito dia 02/05, em hospital público em Salvador.

393º óbito – mulher, 52 anos, residente em Itapé, sem informações acerca de comorbidades, foi internada dia 21/04, vindo a óbito dia 03/05, em hospital público em Ilhéus.

394º óbito – mulher, 61 anos, residente em Maraú, cardiopata, diabética, portadora de hipertensão arterial e doença pulmonar obstrutiva crônica. Foi internada dia 01/05, vindo a óbito de 14/05, em hospital público de Ilhéus.

395º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 15/04, vindo a óbito dia 18/05, em hospital público em salvador

396º óbito – mulher, 38 anos, residente em Salvador, portadora de obesidade, foi internada dia 05/05, veio a óbito dia 20/05, em hospital público em Salvador.

397º óbito – mulher 51 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internada dia 20/05 e faleceu dia 20/05, em hospital público em Salvador.

398º óbito – homem, residente em Jequié, portador de asma e obesidade, veio a óbito dia 20/05, em hospital público em Jequié.

399º óbito – mulher,47 anos, residente em Jequié, portadora de doença renal crônica, veio a óbito dia 19/05, em hospital da rede pública em Jequié.

   11. Quanto ao sexo dos casos confirmados, 43,52% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 23,33% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 e mais (1.345,15/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.277,18/1.000.000 habitantes).

  12. Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

                                                        *****
  13. O Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (Lacen-BA) recebeu 43.837 solicitações de exames para detecção do coronavírus (Covid-19) no período de 1° de março a 21 de maio. Até às 15 horas de ontem (21), 39.949 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro na detecção do genoma viral, já haviam obtido resultado, o que representa 91,13% do total de amostras, restando apenas 3.888 exames em análise. 

   14. Os números colocam a Bahia em segundo lugar no ranking nacional de testagens moleculares, ficando atrás apenas de São Paulo. No Brasil, até a data de ontem, foram analisados 423.438 exames de 585.307 solicitados.

   15. O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, destaca que foram investidos mais de R$ 2 milhões na ampliação e aquisição de equipamentos para o Lacen-BA. “Inauguramos um novo prédio anexo que concentrou todos os procedimentos de biologia molecular no mesmo lugar e não ficamos esperando chegarem os insumos do Ministério da Saúde para realizar os exames. Compramos com recursos próprios, contratamos pessoal para trabalhar 24 horas por dia, sete dias por semana”, afirma o secretário

  16. A diretora-geral do Lacen-BA, Arabela Leal, destaca que os bons números são resultado do investimento do Governo do Estado na unidade, bem como na descentralização dos exames. “Além do investimento na sede, que fica localizada em Salvador, laboratórios públicos nas cidades de Porto Seguro, Paulo Afonso, Jequié, Vitória da Conquista e Barreiras, contribuem ampliando o número de testagens diárias”, explica.

   17. Arabela Leal ressalta ainda que os resultados serão ainda melhores dentro de algumas semanas. “O que diferencia a Bahia de outros estados é a automatização dos testes. Nós já recebemos equipamentos automatizados e a capacidade do Lacen-BA ainda será ampliada. Estamos aguardando a chegada de mais três equipamentos e dobraremos a capacidade atual de 1.000 exames por dia para 2.000 análises”, comemora a diretora.

   18. Para reforçar o combate ao novo coronavírus na Bahia, o deputado estadual Osni Cardoso solicitou ao Governo do Estado, por meio de indicação à Assembleia Legialativa (ALBA), capacitação e equipamentos para que o município de Serrinha se torne base regional para a realização de testes para a COVID-19.

   19. Segundo Osni, a sugestão tem como finalidade que mais um município baiano seja beneficiado com a ação de descentralização dos testes, um reforço para conter a disseminação da pandemia na Bahia. Como exemplo desta importante iniciativa, o parlamentar cita Porto Seguro e Guanambi, cidades que já estão sendo equipadas para os exames e os técnicos recebendo a devida capacitação.

   20. "Como os resultados dos exames serão mais rápidos, consequentemente as medidas poderão ser mais ágeis com os pacientes que tenham o diagnóstico positivo para a doença”, justificou Osni, acrescentando que Serrinha já conta com uma unidade do Lacen (Laboratório Central do Estado) no município e que a base regional para a realização de testes da Covid-19 “iria beneficiar toda a Região do Sisal e territórios vizinhos, além de salvar milhares de vidas”.