segunda-feira, 14 de outubro de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

ATHLÉTICO DO PARANÁ: UM BOM MODELO PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA

A Seleção Brasileira poderia se inspirar (e copiar) o futebol prática pelo "Furacão" do Paraná
19/09/2019 às 12:52
MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Supõe-se que o técnico Tite, da Seleção Brasileira, assistiu ao jogo Internacional 1x2 Athlético do Paraná, no Beira Rio, ontem, à noite, que deu o título de campeão brasileiro ao "Furacão" pela Copa do Brasil, mais democrático do que o Campeonato Brasileiro. 

   2. O time do Athlético comandado pelo técnico Tiago Nunes apresentou um futebol coletivo, solidário, bem posicionado em campo e venceu merecidamente o temido Inter, ainda mais jogando em Porto Alegre. Não é missão fácil diante de um supercampeão.

   3. Inserimos a Seleção Brasileira no contexto porque o Brasil tem apresentado desde a copa da Rússia um futebol burocrático, ainda dependente de um craque, de uma jogada individual, e a CBF poderia se inspirar no "Furacão" e praticar um esporte dessa natureza, sem 'grandes' craques, mas, todos jogando integrados, coletivamente. 

   4. Taticamente perfeito o time do Paraná subindo e descendo velozmente, agressivo em busca do gol e com um preparo físico invejável. Até o 'velho' Nikão, que passou pelo Bahia, lépido, clássico, colocando com seus passes companheiros na cara do gol.

   5. O que vemos na Seleção Brasileira é um joguinho calculado, milimétrico, toques pra lá e pra cá sem essa articulação que vimos no Athlético e uma dificuldade imensa de se fazer um gol. 

   6. O primeiro gol do Athlético foi um primor, uma aula de esporte coletivo. No segundo gol, independente do drible desconcertante dado por Cirino em dois atletas do Inter, quando isso está em andamento o laterial Rony sobe como uma flecha para se posicionar na pequena área do Inter e fazer o gol. Uma percepção tática de treinamento, a velocidade na jogada, isso aos 45 minutos do segundo tempo.

   7. Quando o Brasil levou 1x0 do Parú, no seu último jogo, se a partida tivesse mais tempo não teria acontecido nada. Ficaria o mesmo 1x0. Foram 90 minutos de jogo burocrático a espera de uma jogada idividual de um dos "craques" como se o futebol ainda fosse praticado dessa maneira. 

   8. O time do Athlético não tem "craques' na acepção da palavra. Muitos atletas são da base, turma jovem, disposta à luta. Alguns deles, hoje, poderiam jogar na seleção e seria até bom que fossem convocados, pelo menos para dar um sopro de renovação na "canarinho'.
                                                           ***** 
   9. Após publicação no Diário Oficial do Estado do último 14, os novos membros do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia do Estado (Concitec) tomam posse na próxima quarta-feira (25), às 14h, no Espaço Lazareto, na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb). 

   10. A equipe estará encarregada, a partir desta data, de dialogar com as demandas relacionadas à CT&I nos diversos segmentos da sociedade. Nesta nova gestão, o foco será atualizar a política estadual de ciência e tecnologia e desenvolver linhas estratégicas para fomentar o setor.

   11. Diretamente ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Conselho tem como finalidade manter uma aproximação com os diferentes setores que compõem o ecossistema. Os novos 18 membros vão compor, nos próximos dois anos, o quadro de titulares, sendo substituídos, caso necessário, por seus respectivos suplentes. O governador Rui Costa preside o Conselho, sendo a vice-presidente a secretária Adélia Pinhe.

   12. O lançamento da 9ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) aconteceu na tarde desta quinta-feira (19), no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, com a presença do governador Rui Costa.

   13.  A Flica acontece entre os dias 24 e 27 de outubro na histórica cidade do Recôncavo Baiano. O evento tem patrocínio do Governo do Estado com realização da iContent e Cali. Além destes, recebe apoio institucional da Rede Bahia e da prefeitura de Cachoeira. Durante o ato de lançamento, o governador Rui Costa pontuou a relevância e contribuição do evento para o cenário cultural baiano.

   14. “A Flica é uma ‘semente do bem’, que fez com que nascessem várias festas literárias na Bahia. E é um sucesso, que vem dessa vez inovando, com uma linguagem que dialoga com a juventude. Eu espero que esta edição possa, mais uma vez, incentivar a participação dos nossos jovens da rede estadual”, afirmou o governador Rui Costa.

   15. A cerimônia de lançamento reuniu o coordenador geral da Flica, Emmanuel Mirdad, a curadora da festa, Kátia Borges, e a grande homenageada deste ano, a escritora soteropolitana Gláucia Lemos, que comemora 40 anos de lançamento do seu primeiro livro publicado.

   16. A Parada do Orgulho LGBT da Bahia chega à maioridade e, para dar mais conforto ao público que participará de sua 18ª edição, a Prefeitura montou um esquema especial de serviços. Marcado para este domingo (22), às 14h, no Dique do Tororó, o evento homenageará os 40 anos do Grupo Gay da Bahia (GGB) e os 50 anos de Stonewall.

   17.  Além disso, a festa fará um resgate dos antigos carnavais, levantando a bandeira da luta contra homofobia. Além disso, contará com um pranchão de destaque para o GGB, e apresentações de minitrios com fanfarras.

   18. No dia do evento, a Secretaria Municipal da Saúde montará um stand para impressão da 2ª via do cartão SUS com a opção da inclusão do nome social, sem precisar de mudança do registro civil. O espaço funcionará no estacionamento em frente à Arena Fonte Nova (próximo aos restaurantes A Porteira e Cantina Cheiro de Pizza), das 8h às 17h. Para ter acesso ao serviço, os interessados devem apresentar um documento oficial com foto e o número do antigo cartão SUS.

   19. Além disso, também serão ofertados testes rápidos gratuitos para detecção de HIV/Aids, sífilis e hepatites em até 30 minutos, além da distribuição de preservativos e lubrificantes sexuais. Os pacientes que apresentarem sorologia positiva serão acolhidos por assistentes sociais e encaminhados para uma das unidades de referência da rede municipal, onde receberão todo o suporte necessário para o tratamento integral, inclusive com a dispensação dos medicamentos retrovirais.

   20. A Universidade Corporativa do Serviço Público da Secretaria da Administração (UCS/Saeb) acaba de lançar quatro novas turmas para a Oficina de Introdução para a Meditação. As aulas estão previstas para o mês de outubro. 

  21. As inscrições para a primeira turma podem ser feitas a partir de terça-feira (24), no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br). O período de inscrições das turmas subsequentes será divulgado no Portal, de acordo com o cronograma (confira abaixo).

  22. Podem participar servidores estaduais ativos do Poder Executivo baiano, que irão aprender como gerenciar suas emoções e o estresse diário por meio da meditação. As atividades acontecerão na sala de aulas da UCS/Saeb, situada no subsolo do Prédio da Vice Governadoria, 3ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia.

   23. A primeira turma será realizada no dia 11 de outubro, no turno matutino; a segunda acontecerá no dia 16, no turno vespertino. Já a terceira turma de outubro será realizada no dia 21, no período da manhã e a quarta turma, no dia 29, durante a tarde. Vale ressaltar que é preciso usar roupas leves durante a aula, para melhor mobilidade e uso de colchonete, além de meias, bem como trazer sua própria garrafa de água.

   24. Além da experiência de meditação, serão abordados temas relacionados à atividade, como consciência corporal, alimentação e respiração, de forma que o participante perceba a meditação como uma prática diária de autocuidado e bem estar. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 3115-1553 / 1558 ou pelo e-mail formacao.servidor@saeb.ba.gov.br.

   25. Após a notícia da desocupação do Edifício Torre Pituba, onde funciona a sede administrativa da Petrobras na Bahia, a deputada estadual Neusa Cadore (PT), disse que a medida é uma perseguição do governo Bolsonaro que trará prejuízos à população.  

   26. “Com certeza trará mais desemprego e prejuízos aos baianos, pois serão transferidos cerca de 1.500 trabalhadores diretos e já estão sendo demitidos terceirizados. Isso pode gerar 2 mil demissões”, denuncia a deputada que preside a Comissão de Direitos Humanos.

   27. Neusa disse também que considera um absurdo o plano de desinvestimento da empresa. Ela criticou a colocação à venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e de vários campos de petróleo e gás, localizados em diversas cidades do Estado, além do processo de fechamento da fábrica de fertilizantes nitrogenados (Fafen), em Camaçari.