segunda-feira, 16 de setembro de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

7 DE SETEMBRO: Bolsonaro elogia Forças Armadas como o que temos melhor

Presidente Bolsonaro comemorou o primeiro 7 de Setembro no mandato
07/09/2019 às 11:32
MIUDINHAS GLOBAIS:

1. O presidente Jair Bolsonaro participou do primeiro desfile cívico-militar de 7 de setembro desde que assumiu a Presidência da República. Acompanhado pela família, ministros e convidados, ele celebrou os 197 anos da Proclamação da Independência. “Hoje é uma data magna, uma data ímpar em nosso país. A data que nós nos tornamos independentes”, afirmou.

2. Por volta de 9 horas da manhã, o presidente chegou à tribuna no Rolls Royce presidencial e foi recebido pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo, pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, pelo presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira, e pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

3. Assim que se posicionou, as honras militares foram prestadas e os hinos Nacional e da Independência foram executados pelo 1º Regimento de Cavalaria de Guardas Dragões da Independência e interpretados pelos alunos do Colégio Militar de Brasília. Em seguida, o comandante Militar do Planalto, general Sérgio da Costa Negraes, recebeu autorização para dar início ao Desfile Cívico. 

4. Durante duas horas de cerimônia, cerca de 3 mil militares das Força Armadas desfilaram na Esplanada dos Ministérios, além de 1100 estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal. Compuseram ainda a parada os efetivos das Forças Auxiliares, entre eles, a Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança Pública, além da Polícia Militar, SAMU e Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. 

5. “As Forças Armadas representam o que a gente tem de melhor na nossa sociedade em termos de preservação de valores, de proteção da constituição, da liberdade”, defendeu o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

6. Pracinhas da Força Expedicionária Brasileira, que lutaram ao lado dos Aliados na 2ª Guerra Mundial, e militares brasileiros que já participaram de Forças de Paz das Nações Unidas também desfilaram. Além de atletas das Forças Armadas, como o 3° sargento da Marinha, Altobeli Santos da Silva, ouro nos 3 mil metros com obstáculos nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru neste ano. 

7. Altobeli conduziu o Fogo Simbólico, que marcou a abertura do desfile e representa o ardor patriótico do povo brasileiro.
No meio da cerimônia, Jair Bolsonaro quebrou o protocolo, desceu da tribuna acompanhado de alguns ministros e andou pela Esplanada, de onde saudou o público. Ele também regeu a banda dos Dragões da Independência. 

8. Na sequência, houve a demonstração da Pirâmide Humana do Batalhão de Polícia do Exército, um dos pontos altos do evento, seguido pelo desfile motorizado, pelas tropas hipomóveis e pela Bateria Caiena. Entre as apresentações, o público pode conhecer a aeronave KC-390, entregue esta semana em Anápolis. Ao final da cerimônia, a Esquadrilha da Fumaça fez sua tradicional demonstração.

9. Segundo o Comando do Exército, que ficou responsável pelos dados na Esplanada dos Ministérios, o público no desfile de 7 de Setembro deste ano variou entre 25 mil a 30 mil pessoas. Já a segurança no local, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, envolveu 1200 policiais militares, 55 agentes do Detran e 190 homens do Corpo de Bombeiros.
                                                          *******
10. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (Secult) lança os Editais Setoriais de Cultura 2019. Com objetivo de fomentar a Cultura na Bahia através das diversas modalidades, estão abertas, entre os dias 09 de setembro e 08 de outubro, as inscrições para 19 Editais Setoriais. Informações no site www.cultura.ba.gov.br

11. As chamadas públicas contemplam as seguintes áreas: Apoio a Grupos e Coletivos Culturais; Apoio à Publicação de Livros por Editoras Baianas; Apoio às Bibliotecas Comunitárias; Artes Visuais; Circo; Culturas Identitárias; Culturas Populares (Capoeira, Versão Simplificada e Versão Padrão); Dança; Economia Criativa; Incentivo à leitura - Formação de Leitores e Mediadores; Literatura; Museus; Música; 

12. Patrimônio Cultural - Arquitetura e Urbanismo; Restauração, Digitalização e Promoção de Acervos Privados de Interesse Público; Teatro e Territórios Culturais. A execução é por meio das unidades vinculadas da Secult (Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural), das superintendências de Promoção Cultural e de Desenvolvimento Territorial da Cultura, e também do Centro de Culturas Populares e Identitárias.

13. “O investimento em lançar novos editais setoriais é um compromisso em que a Secretaria de Cultura do Estado reconhece nos fazedores de cultura, em todo o estado, o protagonismo desta política pública”, ressalta a secretária estadual da Cultura, Arany Santana.

14. Prefeitura do Rio obteve neste sábado decisão judicial que a autoriza a fiscalizar a Bienal do Livro e apreender livros que tenham conteúdo considerado impróprio para crianças e adolescentes e não estejam devidamente lacrados e com alerta aos responsáveis.

15. A decisão, emitida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJ-RJ), desembargador Claudio de Mello Tavares, suspende a eficácia de liminar pedida pelos organizadores da Bienal e concedida na sexta-feira (6) por outro desembargador, Helio Ribeiro Pereira Nunes, da 5ª Câmara Cível. O magistrado da primeira instância tinha proibido a prefeitura de fazer busca e apreensão de obras em função de seu conteúdo, além de proibir que o poder público cassasse a licença de funcionamento da Bienal.

16. O secretário municipal de Saúde de Itacaré, Ricardo Lins, participou nesta sexta-feira, em Salvador, de uma reunião com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, e mais representantes de outros nove municípios baianos para articular estratégia de atingir pelo menos 95% de cobertura vacinal contra o sarampo, sobretudo, nas cidades turísticas e entroncamentos rodoviários, 

17. O objetivo é criar um bloqueio vacinal e reduzir a chance da população baiana ser infectada, visto que todos os quatro casos de sarampo na Bahia são importados, sendo três de São Paulo e um da Espanha. 
18. Ricardo Lins explicou que, por orientação do prefeito Antônio de Anízio, a Prefeitura de Itacaré vem realizando diversas ações de combate ao sarampo, com campanhas de vacinação, palestras e orientações para os moradores e turistas, mas é preciso discutir e articular essas ações em conjunto com os demais municípios turísticos da Bahia, por esse motivo há a necessidade de se tratar as estratégias coletivas. Ele destacou que Itacaré recebe anualmente turistas de todo o mundo, principalmente no período de verão, daí a importância dessas estratégias de prevenção e combate ao sarampo. 

19. Dos 2.753 casos confirmados de sarampo no Brasil até 31 de agosto, 98,3% (2.708) estão concentrados no estado de São Paulo. Assim, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) alerta que todos os baianos com viagem marcada para o estado de São Paulo sejam vacinados contra o sarampo. A iniciativa foca naqueles viajantes que nunca foram imunizados ou que tenham esquema vacinal incompleto, principalmente crianças.

20. Durante o primeiro semestre de 2019, a Bahia registrou um aumento de 13,39% no número de transplantes realizados, na comparação com o mesmo período do ano passado. Para conscientizar a população sobre o gesto, a Secretaria da Saúde (Sesab) vai promover uma série de ações em todo o estado durante o Setembro Verde, campanha que marca o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, celebrado no próximo dia 27. 

21. Nesta sexta-feira (6), em Salvador, um estande ofereceu serviços de saúde e informações sobre doação de órgãos na Estação Rodoviária, no Terminal de São Joaquim do Sistema Ferry Boat e no Terminal Turístico Náutico.

22. "Oferecemos aferição de pressão e glicemia, controle de peso e orientação para prevenção de doenças crônicas, reforçando a necessidade da doação de órgãos. É importante que as famílias saibam que, no momento certo, a decisão é do familiar. 

23. Quem quer ser doador precisa avisar à família e conversar sobre o assunto. Não precisa mais deixar nada por escrito, nem fazer constar no documento de identidade. Basta ter um diálogo", explicou a coordenadora da Central de Transplantes, América Carolina.

24. Os serviços de saúde atraíram as pessoas que passaram pela Estação Rodoviária, como o auxiliar de serviços gerais Genivaldo Queiroz, que aprovou a iniciativa. "Tinha ouvido falar por alto [sobre a doação de órgãos], mas é muito importante. É uma forma de demonstrar amor com o nosso semelhante", afirmou.