segunda-feira, 23 de setembro de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

BOLSONARO DIZ QUE DORIA ENCHE O SACO E ESTÁ MORTO POLITICAMENTE

Agora, os dois ao invés de trabalharem pelo país, estão as turras na área política fora de época
01/09/2019 às 10:35
  MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado, 31, que um de seus potenciais adversários na corrida eleitoral em 2022, o atual governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não representa uma ameaça. "Do

   2. Segundo o presidente, o governador tem "enchido o saco" e, por isso, ele tem respondido à altura. Bolsonaro afirmou ainda que Doria era "peixe" do PT e que começou a dizer que sua "bandeira não era vermelha" somente após a eleição de Dilma Rousseff, em 2010.

  3. Bolsonaro participou de um churrasco no quartel-general do Exército, em Brasília. Pouco depois de entrar, o presidente mandou os seguranças convidarem um grupo de jornalistas e motoristas de veículos de comunicação que o esperavam na porta para participar do evento. 

   4. Ele conversou por cerca de uma hora e meia com os jornalistas. A conversa não pôde ser gravada e todos foram orientados a deixar os celulares do lado de fora.

   5. A troca de farpas entre Doria e Bolsonaro se intensificou nos últimos dias após o BNDES divulgar uma lista de pessoas que se beneficiaram de taxas de juros mais baixas para empréstimos para comprar jatinhos. A linha de crédito foi lançada em 2009. Doria, que na época era empresário, está na lista dos que recorreram ao banco de fomento.

   6. Nesta quinta-feira (29), em sua live semanal no Facebook, Bolsonaro afirmou que Doria "estava mamando" em governos do PT, referindo-se à compra de aviões com financiamento do BNDES. A declaração foi rebatida pelo governador, que, em evento em Berlim, nesta sexta-feira, 30, negou ter qualquer relação com os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma.

   7. O presidente, no entanto, demonstrou preocupação com os efeitos que a situação das contas públicas sobre suas chances de reeleição. Segundo Bolsonaro, o arrocho orçamentário pode "comprometer 2022". Ele disse, no entanto, não estar preocupado com isso.

   8. "Não pode ficar obcecado. É igual quando o rapaz está atrás da menina, se ficar obcecado ela não dá bola, é só esnobar que ela vem atrás."

   9. O governo anunciou nesta sexta uma proposta de Orçamento para 2020 com apenas R$ 89,161 bilhões destinados às chamadas despesas discricionárias, que incluem investimentos e os gastos para manter a máquina pública em funcionamento. É o menor valor dos últimos dez anos. Os investimentos foram estimados em apenas R$ 19,36 bilhões, queda de quase 30% em relação à proposta de 2019.

  10. Além do quadro de dificuldades para 2020, a proposta orçamentária ainda prevê uma sucessão de déficits até 2022, um indicativo de que o governo seguirá gastando mais do que arrecada e elevando sua dívida pública.

  11. A equipe econômica já alertou que os valores são insuficientes para garantir o pleno funcionamento do governo no ano que vem e que buscará medidas para conter o avanço das outras despesas e, assim, abrir espaço no Orçamento.

   12. O teto de gastos limita o avanço das despesas à inflação do ano anterior, mas nem todas estão sob o controle do governo. Benefícios previdenciários e salários têm crescido num ritmo acima da inflação, o que obriga a área econômica a cortar de outras áreas para fazer caber tudo no teto.
                                                                 ******
  13. A Comissão Especial da Promoção da Igualdade, em parceria com a Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, ambas da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), realizarão na próxima terça-feira (3), uma audiência pública que terá como tema “Intolerância Religiosa”. O evento acontecerá às 10h, na Sala Jadiel Matos, localizada na Alba, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

   14. Para a presidente da Comissão Especial da Promoção da Igualdade, deputada estadual Fátima Nunes (PT), esse debate é muito importante, buscando sempre o respeito à liberdade religiosa. “Vivemos em um país laico, onde a nossa Constituição Federal assegura o livre exercício dos cultos religiosos e garante a proteção aos locais de culto e a suas liturgias. É inadmissível que os templos religiosos sejam atacados. Iremos debater esse tema, juntamente com representantes religiosos, buscando meios para que esses atos de violência não aconteçam”, declarou a parlamentar.

   15. O Governo do Estado, por meio das secretarias da Administração (Saeb), da Educação e da Casa Civil, publicou, neste sábado (31), no Diário Oficial, a Lei 14.122, que estabelece o quadro de cargo de provimento permanente do magistério público das quatro universidades estaduais da Bahia. Com isso, serão concedidas 900 promoções da carreira, conforme acordo feito com a categoria.  

   16. Com a Lei, os professores universitários terão um ganho de até 22,75% sobre os vencimentos. Serão promovidos os docentes em todos os níveis da carreira: assistentes, auxiliares, adjuntos, titulares e plenos do quadro do magistério da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Isso vai gerar um impacto financeiro estimado em R$ 12,7 milhões este ano e R$ 16,9 milhões em 2020.

   17. De acordo com a Lei, a Uneb terá um total de 398 vagas abertas para promoção de docentes. Serão 139 vagas para a promoção do cargo de professor auxiliar para assistente e outras 139 vagas de assistente para adjunto. Também terá 83 vagas para promoção do cargo de adjunto para titular, além de 37 de professor titular para pleno.

   18. No Dia Nacional do Voluntariado, celebrado nesta quarta-feira (28), o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou um decreto que estimula a participação de servidores públicos nesse tipo de atividade. Doar tempo para transformar a vida de quem precisa é o princípio do trabalho voluntário.

   19. O decreto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, durante cerimônia no Palácio do Planalto, traz a possibilidade de que os servidores públicos federais tirem licença de capacitação para realizar cursos conjugados com a atividade voluntária.

   20. Além disso, o Ministério da Economia traz uma instrução normativa que inclui as horas de atividade voluntária como critério de desempate em concursos públicos. No Ministério da Educação há a iniciativa para que essa atividade seja computada como crédito complementar nas instituições de ensino federais e estaduais.

   21. A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Seção Bahia (ABIH-Bahia), em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), realiza mais uma edição da Road Show no Uruguai e na Argentina, de 02 a 06 de setembro, para promover o destino Salvador e recuperar o fluxo de turistas na capital baiana. 

   22. O evento tem como objetivo capacitar aproximadamente 350 agentes de viagem e os principais operadores, para reposicionar Salvador nas prateleiras do turismo e exibir as novidades em infraestrutura, mobilidade, lazer, parque hoteleiro de Salvador e apresentar as ações mais relevantes que estão sendo desenvolvidas pela ABIH-BA.

   23. O projeto faz parte do conjunto de ações da ABIH-BA para recuperar o fluxo de turistas na capital baiana e tem apresentado resultados, em 2017 a capital baiana apresentou um aumento no fluxo de turistas de 10,25% em relação a 2016 e em 2018 teve um incremento de 4,94% em relação a 2017.