sexta-feira, 05 de junho de 2020
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

TRIMESTRE DO ANO TEM NORDESTE EM 3º LUGAR NO MERCADO DE FUSÕES e

Embasa esclarece que a interpretação dos dados divulgados em matéria jornalística não informa que os níveis detectados nas amostras dos municípios citados estão bem abaixo do valor máximo permitido
19/04/2019 às 14:46
MIUDINHAS GLOBAIS:

1. O Nordeste ocupa a 3º posição no mercado de fusões e aquisições no país. É o que aponta o último relatório da PwC Brasil sobre o número de transações realizadas no país esse ano até o mês de março. Nesse período, a região registrou 9% do total de negócios efetivados, sendo 6% das operações no último mês.

2. Entre os destaques, a Netshow.Me, startup que desenvolve plataforma de transmissão de vídeos ao vivo, realizou a aquisição da SignUp, startup do Rio Grande do Norte de soluções para gerenciamento e monetização de conteúdos online, sem valores anunciados; e a TNS, empresa norte-americana que atua com soluções em comunicação de dados M2M, realizou a aquisição da paraibana Link Solutions, do mesmo setor, sem valores anunciados.

3. Em todo o país, foram 174 transações no acumulado desse ano até março, volume 14% superior ao mesmo período em 2018, quando foram registradas 153. Somente em março foram anunciados 54 negócios, representando uma redução de 4% quando comparado ao mesmo mês no ano passado (56).

 4. A Região Sudeste foi a que mais se destacou no acumulado de 2019 até março, apresentando 61% das transações (107) em todo o Brasil, embora também teve uma queda de 4% em comparação com o ano anterior. Em março, o Sudeste contabilizou 33 operações, uma diminuição de 18% em relação a março de 2018 (40).

 5. Os segmentos que possuem a preferência dos investimentos são Tecnologia da Informação, Serviços Auxiliares e Serviços Públicos. O mercado de TI apresentou 32% do total transacionado até março, com 56 negócios efetuados, o que significa um aumento de 51% em relação ao mesmo período de 2018, quando registrou 37 transações. 

6. Em relação à origem do capital envolvido, os investidores nacionais estão à frente dos estrangeiros, com 72% de participação no mercado de fusões e aquisições no período acumulado de 2019. Com 46 transações realizadas, os investidores estrangeiros recuaram 16% quando comparados ao mesmo período de 2018 (55). Estados Unidos, Japão e Portugal foram responsáveis por 55% do total de transações envolvendo capital estrangeiro.
                                                                                               ******
7. Uma rica agenda de ações solidárias acontece toda semana em Salvador e região Metropolitana. São dezenas de grupos que promovem ações de assistência, desde os menos favorecidos, até projetos de sustentabilidade. Profissionais, de várias áreas de atuação, dedicam algumas horas para estas causas.

 8. O grupo "Bem Me Quer" faz Caravana Jurídica; o grupo "Operação Gota dágua" faz o Forró do Vovó no a Abrigo São Gabriel; o Grupo "Salvador 1 kg de Esperança" leva cestas básicas ao Assentamento em Massaranduba.  Estes são exemplos da lista disponibilizada pela internet: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1IeqLZ70Wh37GlnKM3zUx7-kFpHgQg_-LHrT1tfBxXaU/edit?usp=sharing

 9. Com o intuito de fortalecer esses grupos, a “99por1 - Orgulho de Ser Solidário”, uma associação sem fins financeiros, políticos e religiosos que se propõe defender o menos favorecido, além desta lista, elaborou um ciclo de workshops, com base nas necessidades elencadas por vários desses grupos.

 10. Neste mês, o tema será "Como gerir um grupo de voluntários" - o workshop, visa facilitar a troca de experiências e levantar sugestões de atuação na gestão de cada grupo de voluntários.

Entender a diversidade de voluntários, planejar as ações, como gerir o tempo e gamificação para aumentar o engajamento, são exemplos do que será abordado.

 11. O workshop acontecerá na próxima quinta-feira, dia 25/4, das 18:30 as 21:30, na UNIFACS Campus Tancredo Neves, sito na Av. Tancredo Neves, 2131 - Caminho das Árvore – Salvador/ BA. Um evento sem custo para o participante, organizado pela 99por1 e apoiado pela UNIFACS, LAB Social, CEI e Viva Voluntariado.
Inscrições- Zapp: 71 99138-9466

12. De 27 de abril a 5 de maio de 2019, aproximadamente 40 médicos e técnicos voluntários do Grupo Fleury, que inclui a marca de medicina diagnóstica soteropolitana Diagnoson a+, realizarão de forma gratuita aproximadamente 5 mil atendimentos médicos na cidade de Poções, sudoeste da Bahia, a 450 km de Salvador. 

13. O mutirão de saúde é realizado anualmente pela ONG Voluntários do Sertão e contempla exames de análises clínicas, mamografia, ultrassom, eletrocardiograma e endoscopia. Pelo menos nove outras cidades próximas a Poções serão beneficiadas: Mirante, Bom Jesus da Serra, Caetanos, Manoel Vitorino, Boa Nova, Planalto, Nova Canaã, Iguaí e Ibicuí.

 14. Para participar dos atendimentos, que acontecem em diferentes pontos do município, os interessados devem levar documento de identidade e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). A ONG Voluntários do Sertão, com sede em Ribeirão Preto (SP), promove o voluntariado no sertão nordestino há 19 anos, levando saúde, assistência social e segurança alimentar e nutricional a populações menos assistidas.

 15. Durante os dias de evento também estão previstas ações do Conecta Saúde, programa de prevenção à Aids do Grupo Fleury que sensibiliza adolescentes para questões ligadas à sexualidade, doenças sexualmente transmissíveis e gravidez não planejada. A expectativa é que 400 jovens sejam alcançados.

 16. “Esta é a quinta vez que participamos, com muito orgulho, do Voluntários do Sertão, levando prevenção, informação e atenção a populações mais vulneráveis. Estimulamos o voluntariado para fomentar qualidade de vida e promoção à saúde”, destaca Daniel Périgo, gerente sênior de Sustentabilidade do Grupo Fleury. 

17. Sobre investigação conjunta da ONG Repórter Brasil e da organização suíça Public Eye sobre presença de agrotóxicos na água distribuída no Brasil a partir de resultados de análises registrados entre 2014 e 2017 no Sisagua (Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano), a Embasa esclarece que a interpretação dos dados divulgados em matéria jornalística não informa que os níveis detectados nas amostras dos municípios citados estão bem abaixo do valor máximo permitido (VMP) pelo Ministério da Saúde.

18. Vale ressaltar que, no período considerado na investigação (2014-2017), os equipamentos e procedimentos utilizados nas análises da Embasa indicavam com precisão a presença quase nula, ou em concentração inferior ao VMP, de 23 das 27 substâncias de agrotóxicos monitoradas nas análises. Para as outras quatro substâncias, o nível de precisão era mais baixo.

19.  Em 2018, porém, laboratórios de terceiros foram contratados para verificar com mais precisão a presença dessas quatro substâncias e os resultados, já disponíveis no Sisagua, atestam que a água distribuída pela empresa está em conformidade com a Portaria de Consolidação nº5 de 2017, norma que determina os parâmetros de potabilidade da água no Brasil.

20. Sem considerar essa informação, a ONG Repórter Brasil e a Public Eye afirmam que a água de alguns municípios baianos está com presença de agrotóxicos acima do nível permitido. No entanto, a partir de 2018, foi possível comprovar que todas as 27 substâncias estavam em total conformidade com o exigido pelo Ministério da Saúde.

21. Para acompanhar os aperfeiçoamentos ocorridos, nos últimos anos, no método de controle da qualidade da água, a Embasa tem investido na aquisição de equipamentos de alta precisão para fornecer informações com alto grau de confiabilidade e, assim, contribuir para o fortalecimento da rede de segurança da água para consumo humano existente no país.