quinta-feira, 25 de abril de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

Bahia lidera cadastro de projetos para leilão de energia A-4

O presidente da UPB, Eures Ribeiro, falou da impressão deixada por Bolsonaro. “Toda marcha sempre é anunciado algum benefício para os municípios e o discurso do presidente foi muito vago
09/04/2019 às 05:41
MIUDINHAS GLOBAIS:

    1. A Bahia saiu na frente no número de empreendimentos cadastrados para o leilão de energia A-4, que está previamente agendado para 28 de junho. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) cadastrou 1.581 empreendimentos, somando 51.204 MW, em 20 estados, sendo 456 projetos que somam 14 GW da Bahia. O Rio Grande do Norte veio em seguida, com 10.518 MW em 305 empreendimentos e o Piauí ficou com a terceira colocação, com 8.782 MW em 258 projetos.

   2. “Somos líder nacional na comercialização de parques tanto eólicos quanto fotovoltaicos nos leilões realizados pela EPE e os números provam que o Governo baiano tem trabalhado muito para manter ambiente de negócios do Estado atrativo. 

   3. A expectativa com este novo leilão é que a Bahia continue a atuar no mercado de renováveis e traga mais desenvolvimento e renda para o povo baiano”, afirma o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão.

   4. A fonte fotovoltaica foi a que cadastrou o maior número de projetos totalizando 751 empreendimentos com 26.253 MW. O crescimento foi de 31% em relação ao último cadastramento (A-4 2018), no qual foram cadastrados 620 projetos com 20 GW.

   5. A fonte Eólica, que foi a segunda com maior cadastro, teve 23.110 MW também em 751 projetos. Foram cadastradas ainda quatro UHEs, que somam 164 MW, já as PCHs reuniram 44 projetos em 606 MW e as CGHs somaram 32 MW em 12 empreendimentos. As  térmicas a biomassa somaram 1.039 MW em 19 projetos.

   6. O estado da Bahia lidera os projetos cadastrados tanto em solar (193), quanto em eólica (260), além de ter cadastrado dois projetos em biomassa e um em PCH. Seguindo a tendência nacional, a fonte fotovoltaica cadastrou em 2019 mais projetos que os anos anteriores, 2018 (177) e 2017 (162).
                                                                   *****
   7. A honra de Maria Quitéria permanece viva no imaginário dos baianos e na Câmara de Salvador. A afirmativa foi confirmada na manhã desta terça-feira (4), na Casa, durante a sessão solene de outorga da Comenda Maria Quitéria a Juscélia Figueiredo, mais conhecida por Celiah Zaiin. A vereadora Cátia Rodrigues (PHS) propôs a homenagem ocorrida no Plenário Cosme de Farias.

   8. Ao apresentar a homenageada, a vereadora Cátia Rodrigues destacou dados biográficos de Celiah Zaiin, que nasceu em Feira de Santana e é madrinha da Rota Turística Caminhos do Sertão. Falou ainda da sua formação em Música, na Universidade Federal da Bahia, e afirmou que ela “representa a figura histórica do 2 de Julho ao participar de atividades culturais por toda a Bahia”.

   9. Ainda em seu discurso, Cátia Rodrigues afirmou que Celiah Zaiin narra com autoridade a história de Maria Quitéria e mostra “a grandeza da mulher”. A vereadora estendeu a homenagem “a todas as mulheres guerreiras”.

   10. Até a próxima sexta-feira (12), a Escola do Legislativo Péricles Gusmão Régis, da Câmara Municipal de Salvador, realiza um curso de capacitação sobre o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC). Iniciado na segunda-feira (8), o curso ocorre na Faculdade de Economia da Ufba (Universidade Federal da Bahia). Devido a lotação do espaço, as inscrições foram encerradas, no entanto, novas turmas serão abertas para atender a demanda.

   11. Diretora da Escola do Legislativo, a vereadora Marta Rodrigues (PT) explica que o curso tem como objetivo capacitar gestores e membros da sociedade civil para atuar com conhecimento sobre o Marco.

   12. Criado para estabelecer o regime jurídico de parcerias envolvendo, ou não, transferências de recursos financeiros entre a administração pública e as organizações da sociedade civil, o Marco é fruto de uma discussão que ocorre desde o início dos anos 90 e instrumento importante para a execução de projetos.

   13.Aguardada com muita expectativa pelos prefeitos que participam a XXII edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, a fala do Presidente Jair Bolsonaro, na abertura do evento nesta terça-feira (9), não agradou os gestores. 

   14. A delegação baiana em Brasília, com mais de 280 prefeitos, aguardava uma sinalização positiva do governo federal às pautas, como a correção dos repasses de programas federais e projetos novos em benefício dos municípios, mas isso não ocorreu.

   15. O presidente da UPB, Eures Ribeiro, falou da impressão deixada por Bolsonaro. “Toda marcha sempre é anunciado algum benefício para os municípios e o discurso do presidente foi muito vago, vazio, com promessas futuras, mas nada de concreto. 

   16. Automaticamente, frustra a perspectiva de haver investimento desse novo governo direcionado aos municípios. É impressão minha e dos meus colegas que conversei aqui em Brasília”, ressaltou Ribeiro que é prefeito de Bom Jesus da Lapa e também vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que organiza o evento.

   17. Chuvas no Rio de Janeiro deixam saldo de dez mortos até agora.

   18. A coqueluche é uma doença transmissível que afeta o sistema respiratório dos indivíduos. O principal público atingido com a doença são os bebês e, por conta da fragilidade deles, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta quanto à importância do acompanhamento pré-natal das gestantes em uma unidade básica de saúde. 

   19. De acordo com a subcoordenadora de Imunização de Salvador, Doiane Lemos, gestantes devem tomar a vacina DPTa a partir da vigésima semana de gravidez, a fim de obter proteção contra a coqueluche. 

   20. A gestora explicou que quando a mulher se vacina o bebê também é protegido através da passagem de anticorpos pela placenta. Este recurso garante que, ao nascer, a criança esteja protegida até completar dois meses de vida, período em que estará apta a receber a vacina DPT. 

   21. Os sintomas da coqueluche podem variar de acordo com o estágio da doença, que normalmente ocorre em três fases. Na fase mais grave pode haver desidratação, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e morte, segundo informações do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos, núcleo ligado a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). 

   22. A Comissão de Finanças, Orçamento, Controle e Fiscalização da Assembleia Legislativa da Bahia aprovou na sessão desta terça (9) mais um relatório de autoria do deputado Zé Raimundo, agora sobre a prestação de conta do Tribunal de Contas do Estado, relativa ao exercício de 2014. 

   23. Assim como fez ao analisar a movimentação financeira do TCM DE 2013, aprovado na semana passada, o parlamentar apresentou um parecer cuidadosamente elaborado, como ele próprio frisa, para o qual realizou estudo dos relatórios apresentados pelo órgão autônomo, vinculado ao Poder Legislativo, criado com o intuito de auxiliá-lo no exercício do controle externo da administração pública. A aprovação se deu por unanimidade.

   24. A capital baiana vai receber o espetáculo "A Paixão de Salvador", promovido pela Arquidiocese em parceria com a Prefeitura e que vai acontecer neste sábado (13) e domingo (14), na Praça Municipal. A programação será lançada nesta quarta-feira (10), em coletiva de imprensa às 11h, no Palácio Thomé de Souza, com as presenças do prefeito ACM Neto e arcebispo Dom Murilo Krieger, entre outras autoridades. 

   25. O espetáculo vai narrar a vida, a morte e renascimento de Jesus Cristo, naquela que é conhecida como "a mais bela história de amor". 

   26. Com o tema: “O taxista antenado e conectado”, vai acontecer, no próximo sábado, dia 13 de abril, o III Encontro dos Taxistas, promovido pela Associação Metropolitana dos Taxistas (AMT), a maior e mais antiga entidade representativa dos taxistas no estado. O evento terá início às 9 h na Faculdade Cayru, localizada na Rua do Salete, nº 50.

   27. O objetivo do evento é buscar informações e ao mesmo tempo elaborar propostas e ideias para vencer a crise e fortalecer o setor, e traz à tona, entre outros temas, o debate sobre a informatização deste segmento de trabalho. Promete ser um momento de debate e esclarecimentos, oportunizando os taxistas a buscar informações, tirar dúvidas e refletir sobre a importância da unidade da categoria.

   28. A AMT vem recebendo apoio e agradecimentos pela iniciativa, que é um dos maiores eventos realizados pela categoria dos taxistas. A profissão dos taxistas é importante em qualquer cidade. Setores ligados a esta profissão dependem de certa forma da nossa sobrevivência, pois ela ajuda a girar a economia e criar empregos. Concessionárias, postos de combustíveis, lojas de pneus e de manutenção do veículo, entre outros. Muitos desses setores acompanham a nossa luta, confirmando a importância da nossa categoria”, aponta Valdeílson Miguel, presidente da AMT.