ter?a-feira, 26 de mar?o de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

BANDEIRA BRANCA: Rui e Neto repetem gesto do Bonfim e Momo é de paz

O governo aproveitou o Momo e publicou em caráter extraordinário, no Diário Oficial da União de sexta-feira (01), a Medida Provisória que retira o direito dos sindicatos de descontarem em folha a adesão dos contribuintes.
03/03/2019 às 11:48
MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. Desde que o Carnaval foi instituido oficialmente, em 1884, que os gestores públicos municipais usam uma frase chavão que já completou mais de um século: "Este foi o melhor Carnaval de todos os tempos". Só lembrando mais recentemente gestores como Mário Kértesz, Fernando José, Lidice da Mata, Antonio Imbassahy, João Henrique e agora ACM Neto repetiram a mesma frase com pequenas variações, mas, sempre nesse tom. A população já entendeu que essa é uma peça de marketing e releva.

   2. O Carnaval de Salvador tem rito próprio ainda que o governo do Estado e Prefeitura Municipal organizem e apoiem. Mas quem decidiu a última guinada, a camarotização, e isso está a completar 30 anos nesse atual modelo, foi a iniciativa privada. E atinge todas as camadas da população, pois, se não sabem, existem os camarotes afros.

   3. Há, em curso, um novo movimento - o Momo Pipoca - ainda sem uma garantia de que poderá ser sucesso mais adiante porque quem banca o pipoca, no fundo-no fundo, são os 'pipoqueiros'. Ou seja, os foliões, na medida em que os trios e artistas são pagos com verbas do governo do estado (dos nossos impostos) e da iniciativa privada beneficiada pela PMS na exploração de bebibas. No momento em que compra uma 'piriguete' você tá ajudando a pagar o pipoca. Se compra um sabonete no supermercado o ICMS ajuda a pagar o pipoca.

   4. No momento em que entrar um gestor que não queira bancar isso, desmantela. Os artistas, aliás, descobriram esse filão e difundem o pipoca como uma coisa salutar (e é mesmo, pois, evita cordeiros) desde que recebam cahcês. E pelo divulgado são cachês astronômicos, alguns na casa de R$500 mil. Uma sopa no mel. 

   5. Neste 2019, o momo de Salvador ficou sem seu melhor agitador cultural, Carlinhos Brown, que se deslocou para São Paulo. Ivete Sangalo retornou, mas, não com a força que já teve. Diria que o Baiana System é, hoje, o grande agitador, no bom sentido. E Igor Kannario, goste-se dele ou não, o rei da favela. O Psi com seu leão foi bem, mas, nem tanto. E Bell Marques com seus 40 anos de Carnaval é o feijão com arroz sensacional, sempre.

   6. Outra novidade no momo deste 2019 foi a bandeira da paz acenada pelas autoridades máximas do estado e o município, Rui Costa e ACM Neto. Rui chegou a levantar o braço de Neto na entrega da chaves ao rei Momo. São adversários políticos, mas, desta feita entenderam que acima deles está a população. Que, penhoradamente, agradece o gesto da paz. Que as disputas políticas fiquem reservadas ao momento das campanhas eleitorais.

   7. E como os leitores são esquecidos lembro que esse gesto de paz aconteceu pela primeira vez, de público, no adro da Basilica de Nossa Senhora da Conceição, na saída do cortejo da Lavagem do Bonfim, em janeiro deste ano (Vide foto)
                                                                            *****
    8. A Operação Lei Seca de Carnaval, desenvolvida pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em parceria com a Polícia Militar, registrou até a madrugada deste domingo (3), 29 condutores dirigindo alcoolizados em Salvador. Vinte e seis motoristas se recusaram a soprar o bafômetro. As blitzes abordaram 1.325 pessoas e 641 veículos, com 239 autuações.

   9. “O trabalho conjunto com a PM permite que a gente tenha duas frentes de atuação: retirar das vias condutores e veículos irregulares e combater a criminalidade”, ressaltou o coordenador de Fiscalização do Detran, capitão Márcio Santos.

   10. Dos 110 veículos removidos, 47 já foram liberados pelo departamento, que montou um regime especial de atendimento para facilitar a vida do folião. Para retirar o carro ou a moto, basta se dirigir à Central de Trânsito do Detran, na Avenida Adhemar de Barros, em Ondina, ou aos pátios de estacionamento, na Avenida Barros Reis e Mussurunga. O pagamento das taxas pode ser feito com cartão de crédito.

   11.O governo aproveitou o Carnaval e publicou em caráter extraordinário, no Diário Oficial da União de sexta-feira (01), a Medida Provisória Nº 873/2019, que retira o direito dos sindicatos de descontarem em folha a adesão dos contribuintes. A medida passa a ter vigência imediata.

   12. A MP 873/2019 vai de encontro ao artigo 8º da Constituição da República, quando estabelece que o meio de cobrança do valor da mensalidade referente a filiação sindical será feita por boleto ou meio eletrônico correspondente, criando assim gastos para os sindicatos que terão que contratar bancos para prestarem estes serviços.

    13. Para o deputado estadual baiano Jacó (PT), trata-se de mais "um absurdo" do governo encabeçado pelo presidente Jair Messias Bolsonaro e sua equipe econômica, e que tem um objetivo claro: desestabilizar os sindicatos e centrais enquanto tramita a proposta de Reforma da Previdência.

   14. A União Geral dos Trabalhadores (UGT) publicou uma nota de repúdio à MP. "A Medida Provisória 873, publicada no escurinho do Carnaval, altera as regras da constituição sindical e é inconstitucional porque fere o artigo número 8 da Constituição Federal ao promover interferência na organização sindical brasileira", diz o presidente, Ricardo Patah.

   15. O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Salvador - CEREST Salvador vem atuando no carnaval com a fiscalização da atividade dos cordeiros, bem como com orientação aos trabalhadores informais (catadores de material reciclável e vendedores ambulantes), no enfrentamento do trabalho infantil, além da investigação epidemiológica de acidentes de trabalho.

   16. Até às 06 horas deste domingo (03), 17 blocos foram inspecionados e mais de 8, 5 mil cordeiros foram atendidos pelo órgão. Desse total, 09 blocos foram notificados por oferecer irregularmente água e alimentação para os trabalhadores, além da ausência de equipamentos de proteção individual para os trabalhadores (sapato fechado, luvas, protetor solar e protetor auricular).

   17. Durante os três primeiros dias de folia nos circuitos Dodô e Osmar, foram encontradas 05 crianças e adolescente em situação de trabalho infantil, nas atividades de ambulante e catador de material reciclável, além de uma gestante. Os menores foram encaminhados para os Espaços de Convivência da Prefeitura, que acolhe crianças e adolescentes filhos dos vendedores ambulantes trabalhadores do carnaval – o bloco com a gestante foi notificado e orientado a retirá-la das atividades.

   18. Na manhã deste domingo (3), quarto dia oficial de carnaval, o governador Rui Costa reuniu a imprensa para uma entrevista coletiva no Campo Grande. Rui apresentou um balanço parcial das ações do governo na festa, que este ano conta com investimento de R$ 90 milhões. 

    19. “Tem sido um carnaval extraordinário, as ruas estão cheias, o carnaval tem mais gente nas ruas em todas as cidades do que tivemos no ano passado. Mesmo em cidades que não estão fazendo carnaval estamos recebendo muitos turistas, com hoteis lotados e vôos extras chegando tanto em Salvador quanto litoral Sul”, afirmou o governador.

    20. O prefeito ACM Neto passou a tarde acompanhando os desfiles dos blocos sem cordas que desfilaram hoje (03) no Circuito Osmar, Campo Grande. Ele ficou no Camarote Oficial, na Passarela Nelson Maleiro, ao lado do vice-prefeito Bruno Reis, secretários e dirigentes municipais, além de vereadores, familiares, políticos e outros convidados. 

    21.Entre os convidados, estiveram presentes no camarote a Rainha do Carnaval, a estudante de Direito Jessie de Oliveira de Almeida. As Princesas Leila Figueiroa Santiago, professora de Educação Física e natural de São Sebastião do Passé, e Iasmin Oliveira Carneiro, modelo e esteticista de Valente. Outo que marcou presença foi o humorista e influenciador Carlinhos Maia.