ter?a-feira, 19 de novembro de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

Pesquisa CNT/MDA mostra interferência dos filhos de Bolsonaro no GOV

O presidente tem três herdeiros com protagonismo político: Flávio (senador), Eduardo (deputado federal) e Carlos (vereador no Rio de Janeiro), o mais estridente dos três.
26/02/2019 às 19:28
MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. A maioria da população brasileira acha que familiares do presidente não devem interferir nas decisões do mandatário – e também acredita que os filhos de Jair Bolsonaro interferem.

   2. Eles andam interferindo nas decisões do pai de acordo com 56,8% dos entrevistados na pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta terça (26). Para 75,1%, eles não deveriam interferir.

   3. Os filhos de Jair Bolsonaro estão interferindo nas decisões do pai na Presidência da República?
Sim: 56,8%; Não: 29,3%; Não sabe/não respondeu: 13,9%. 

   4. Independentemente de serem ou não políticos, familiares devem influenciar um presidente da República em suas decisões de governo?
Sim: 17,3%; Não: 75,1%; Não sabe/não respondeu: 7,6%

   5. A pesquisa foi bancada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e executada pela MDA. Foram entrevistadas 2.002 pessoas nas cinco regiões do Brasil. Os dados foram colhidos de 21 a 23 de fevereiro.

   6. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. Isso significa que o número de pessoas que acredita que familiares devem interferir nas decisões do presidente, por exemplo, pode ter uma variação em relação ao número informado.

   7. Se 17,3% dos entrevistados dão a mesma resposta a uma pergunta em uma pesquisa com 2,2 pontos percentuais de margem de erro, significa que o percentual real quando considerada toda a população está entre 15,1% e 19,5%.

   8. A mesma lógica deve ser aplicada para todos os percentuais informados. Também deve-se considerar que a opinião pública é volátil.

   9. Os dados indicam o humor da população nos dias em que as informações foram colhidas. Conforme o tempo passa os números vão ficando menos precisos.
                                                                     ******
   10. As representações dos segmentos institucionais, produtivos, sociais e econômicos do território Bacia do Rio Grande elegeram, nesta terça-feira (26), no município de Barreiras, as áreas prioritárias para a execução das políticas públicas do Governo do Estado na região. 

   11. As escutas territoriais, que consistem no diálogo de técnicos da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan) com atores sociais, estão sendo realizadas nos 27 territórios da Bahia com objetivo de subsidiar a elaboração do plano de médio prazo do Governo do Estado com vigência de quatro anos, o Plano Plurianual 2020-2023.

   12. O Gerente Regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no Oeste da Bahia, Emerson Cardoso, vê a iniciativa como o fomento de políticas públicas descentralizadas. 

   13. “A partir do momento em que estão reunidos o setor produtivo, a sociedade, os empresários de um modo geral, a agricultura, seja ela de escala empresarial ou familiar, e as instituições que apoiam e fomentam essas iniciativas, a gente está podendo fazer uma grande orquestração do que existe aqui no nosso território para que possamos potencializar as nossas vocações. Então essa escuta sensível que o Governo do Estado nos proporciona é fundamental para que possamos direcionar políticas públicas mais assertivas que têm a ver com as nossas peculiaridades e a nossa realidade local”, explica.

   14. As representações dos segmentos institucionais, produtivos, sociais e econômicos do território Bacia do Rio Grande elegeram, nesta terça-feira (26), no município de Barreiras, as áreas prioritárias para a execução das políticas públicas do Governo do Estado na região. 

   15. As escutas territoriais, que consistem no diálogo de técnicos da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan) com atores sociais, estão sendo realizadas nos 27 territórios da Bahia com objetivo de subsidiar a elaboração do plano de médio prazo do Governo do Estado com vigência de quatro anos, o Plano Plurianual 2020-2023.

   16. Os idosos atendidos pelo Lar Franciscano e Abrigo do Salvador ganharão um baile de carnaval proporcionado pela Polícia Militar, respectivamente nos dias 28 de fevereiro e 1º de março, às 14h. Policiais militares do Grupo de Teatro e da Banda de Música Maestro Wanderley da PMBA irão fazer uma festa carnavalesca para alegrar os atendidos pelas duas instituições filantrópicas.

   17. Intitulado “Baile dos Bons Tempos: PM e Comunidade na Corrente do Bem", o evento terá uma esquete interativa do teatro da PMBA e muitas marchinhas carnavalescas antigas como: Colombina, Ô Jardineira, Taí, entre outras. 

    18. A festa, que será repleta de confete, serpentina e máscaras carnavalescas, pretende fazer o carnaval de, aproximadamente, 300 idosos atendidos pelas duas instituições.

   19. O vereador Marcos Mendes (PSOL) sugeriu ao Executivo Estadual, por meio do Projeto de Indicação nº 68/19, a criação da “Semana da Cidadania LGBTQI+”, que deverá acontecer uma semana antes da Parada Gay de Salvador. 

   20. A ação deseja promover atividades culturais e socioeducativas desenvolvidas em parceria com a comunidade LGBTQI+ visando o diálogo, a visibilidade e a conscientização da sociedade civil sobre as diversidades sexuais e as identidades de gênero.

   21. A proposta citou a “extrema vulnerabilidade social que a população trans e travesti do Brasil sofre devido a negligência das políticas públicas, bem como a violência, transfobia, exclusão e marginalização às quais estão inseridas, o que provoca o abandono dos estudos, empurrando essa população para trabalhos precários, impróprios e mal remunerados, ou para a prostituição”.

   22. Foi realizada nesta terça-feira (26) uma vistoria conjunta da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), Defesa Civil (Codesal) e Conselho Federal de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea) no Shopping Paralela, após a queda de um pedaço de gesso do teto, na segunda-feira (25). Durante a ação, foi constatado que não há risco de colapso na estrutura do shopping.

    23. O centro de compras também enviou à Codesal laudo técnico informando que não se constatou instabilidade na estrutura que possa colocar em risco o público que frequenta o local. O laudo será avaliado por um corpo técnico da Codesal.

   24. Em relação à ondulação do piso do estacionamento G2, o Shopping Paralela informou oficialmente à Sedur que vai dar início à determinação de efetuar as devidas correções, conforme solicitação feita pelos órgãos da Prefeitura, sob pena de interdição da área em caso de descumprimento.

   25. O vereador Alex Mine (DEM) solicitou durante visita do ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, à Salvador uma audiência para tratar sobre assuntos de interesse do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) na capital baiana.

   26. “O SAMU é uma plataforma de assistência à saúde muito importante para a população. A forma que solicitamos o socorro, bem como o primeiro atendimento que uma vítima recebe pode determinar se ela vai ou não sobreviver. Solicitei esse encontro para que, com mais calma, a gente possa discutir ideias e projetos que ajudarão a otimizar o serviço no município”, explicou o parlamentar.

   27. Antes de assumir uma vaga na Câmara, Mine gerenciava uma equipe de urgência e emergência na Secretaria Municipal da Saúde (SMS), onde frequentemente promove cursos e treinamentos de primeiros socorros. Além disso, ele também é enfermeiro e atuou como socorrista no SAMU integrando o grupo Anjos do Asfalto, especialista em resgates no trânsito.