quinta-feira, 17 de outubro de 2019
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

CRISE DA VENEZUELA: 26 mortos até agora. 16 países apoiam gov GUAIDÓ

O presidente chavista Nicolás Maduro está encurralado e já admite um acordo de paz internacional segundo proposta do México e do Uruguai
24/01/2019 às 19:20
MIUDINHAS GLOBAIS: 

   1. Em discurso perante a OEA, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, foi ainda mais longe e pediu às forças de segurança venezuelanas que cuidassem de Guaidó, cujo paradeiro é desconhecido, já que quarta-feira ele se proclamou o governante legítimo da Venezuela.

   2. "Pedimos às forças de segurança venezuelanas que garantam a integridade física e a segurança do presidente interino Guaidó", disse Pompeo, que fez seu discurso na galeria central da sala em que o Conselho Permanente da OEA realizou seu discurso. reunião.

   3. Pompeo mais uma vez alertou o presidente Nicolás Maduro sobre qualquer decisão de "usar a violência e reprimir uma transição pacífica".

   4. O Ministro das Relações Exteriores também anunciou que os EUA "Ele está pronto" para fornecer mais de 20 milhões em assistência humanitária ao "povo" na Venezuela e considerou que "é tempo" para a OEA a agir antes de um "regime moralmente falido" e reconhecer Guaidó como presidente. Nicolás Maduro já admite um acordo de paz proposta encaminhada pelo México e Uruguai.

   5. A este respeito, Pompeo solicitou uma reunião regional dos ministros das Relações Exteriores dos países do continente para tomar uma decisão sobre a Venezuela.

   6. Quando Pompeo terminou de falar, o ativista Medea Benjamin, o grupo anti-guerra "Code Pink", levantou-se e segurou uma bandeira com o slogan "OEA não vai endossar um golpe de Estado na Venezuela", gritando slogans contra a política, a razão de Washington pelo qual ela foi expulsa do quarto.

   7. Em um tom menos severo do que o usado pelos EUA, outros quinze países pediram em comunicado que garantissem a segurança de Guaidó e dos deputados da oposição na Assembléia Nacional.
Nicolás Maduro disse nesta quinta-feira (24) que está de acordo com a proposta dos governos do México e do Uruguai de iniciar um "diálogo das partes" que leve a um "acordo de paz nacional".

   8. "Os governos do México e do Uruguai propuseram que se crie uma iniciativa internacional para promover um diálogo das partes na Venezuela para buscar uma negociação, para buscar um acordo de paz nacional. Aos governos do México e do Uruguai, digo publicamente: estou de acordo com uma iniciativa diplomática para o diálogo nacional na Venezuela. Estou pronto para o diálogo, para o entendimento, para a negociação, para o acordo", discursou.

   9. O venezuelano Observatory ONG de Conflito Social (SVCO) informou quinta-feira que subiu para 26 o total de mortes ocorridas em meio a protestos anti-governamentais das últimas horas.

   10. "Até às 14h00 (18h00 GMT), 26 pessoas foram confirmadas mortas em protestos, este saldo só inclui vítimas com identificação confirmada", diz uma mensagem da ONG divulgada na rede social Twitter.

   11. Uma fonte de SVCO disse à Agência Efe que nos últimos três noites foram registrados 180 eventos, principalmente em áreas muito pobres do país e alguns dos quais têm provocado violentos acontecimentos, mas até agora as autoridades confirmar qualquer balanço de danos ou vítimas.

   12. Do total de óbitos, dois ocorreram no estado do Amazonas, cinco em Bolívar (sul) sete Caracas, três em Português, três em Barinas, Tachira três, um em Yaracuy (oeste) e dois em Monagas (nordeste).

   13. Por sua vez, a ONG Fórum Penal, que lidera a defesa dos considerados presos políticos no país, indicou que o número total de prisões registradas entre segunda e quarta-feira foi de 328 em todo o país.

   14 Os protestos no centro de Caracas, sede do governo da Venezuela, intensificou-se segunda-feira quando dezenas de membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) se rebelou contra o presidente Nicolas Maduro, e pediu o apoio público do bairro de Negócios , antes de ser entregue e capturado.
                                                                             ******

   15. O traficante de drogas Fabrício dos Santos Oliveira, mais conhecido como 'Fau', um dos autores de um roubo contra o Terreiro Ilê Axé Osijé Olodumare foi capturado na tarde de quarta-feira (23). O criminoso foi localizado em Barra de Pojuca, município de Camaçari.

   16. No dia 12 de janeiro deste ano, Fau e outros comparsas entraram no Terreiro, localizado também em Barra de Pojuca, e roubaram pertences dos responsáveis e adeptos da religião de matriz africana.

   17. Guarnições do 12° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Camaçari) e da 59ª CIPM (Vila de Abrantes) encontraram o criminoso, após ele procurar atendimento médico no Hospital Geral de Camaçari.Fau possuía mandado de prisão em aberto e vinha sendo procurado desde o roubo.

   18. Ele foi apresentado na 33ª Delegacia Territorial (DT/Monte Gordo) e reconhecido por vítimas. A polícia continua em busca dos outros integrantes do bando.

   20. A Associação dos Condomínios do Cidade Jardim - ACCJ, com o apoio dos moradores do bairro, promove neste sábado, dia 26, às 9h, na Rua Leonor Calmon, uma manifestação intitulada “Abraço à praça” em alusão a construção de uma praça pública prometida pela Prefeitura Municipal de Salvador e que até o momento não saiu do papel.  

   21. Além de reivindicar pelo direito ao espaço de convivência, os residentes pedem que as autoridades públicas devolvam a área e desfaça a permuta com a Villas Construtora Ltda, do Grupo Andrade Galvão, para a construção de uma via exclusiva que atenderá o futuro empreendimento, nomeado “Reserva do Cidade Jardim”. 

   22. “A matrícula do imóvel está registrado endereço no bairro de Brotas/Candeal. O único objetivo da construtora com a construção da via exclusiva é valorizar o m² do empreendimento”, pontua Síntia Borges, presidente da ACCJ. De acordo com a Associação, esta é a última área verde do bairro, que já está totalmente urbanizado no concreto vertical. 

   23. Os moradores ainda chamam a atenção para o problema de mobilidade urbana que este novo empreendimento poderá causar na região, uma vez que o mesmo será formado por 12 torres residenciais de 20 andares, além de um edifício comercial e outro escolar.

   24. “Queremos que o prefeito se sensibilize com a situação, anule as licenças liberadas, devolva a área comunal e playground à uma praça pública para a comunidade, para a qual já existe projeto e verba aprovados”, ressalta Borges.  

   25. Um novo binário visando melhorar o fluxo de veículos na região central da cidade e outras intervenções que devem acontecer até fevereiro foram apresentadas a imprensa, na manhã desta terça-feira, 23, pelo superintendente municipal de Trânsito, Maurício Carvalho. O encontro aconteceu na Sala de Imprensa Arnold Silva, no Centro de Atendimento ao Feirense (Ceaf). 

   26. A primeira intervenção será tornar a Rua Equador no bairro Kalilândia mão única, sentido à Getúlio Vargas, com o intuito de diminuir os constantes conflitos e alto índice de acidentes ocorridos entre as ruas Estados Unidos e a Equador.

   27.  No cruzamento da rua Estados Unidos haverá uma coluna com semáforo intermitente (sinal amarelo) alertando para a preferência que será de quem está na Rua Equador. A ação dará uma nova opção ao condutor para se dirigir para a Getúlio Vargas vindo do bairro Kalilândia. Serão implantadas 16 placas, sinalização horizontal com marcação de área de conflito, além da fiscalização e orientação intensiva na região.

   28. “É um grito de alerta em relação à natureza”, disse a artista plástica Marina Andrade sobre a exposição “Protesto”, montada por ela em parceria com o artista Vilson Souza. A mostra está em cartaz no foyer do Centro de Cultura da Câmara de Salvador até o dia 31 de janeiro. As telas surrealistas retratam a “sede e a fome” que a natureza sente com o desequilíbrio ecológico provocado pelo desmatamento no meio ambiente, como explica a artista.

   29. A mostra é composta por 20 quadros na técnica óleo sobre tela, dez de cada artista. As imagens possibilitam ao visitante um manancial de leituras, como descreve o texto de apresentação da mostra. “As mulheres-árvore de Vilson estão, de certa forma, entranhadas no universo lúdico e, por vezes, marítimo de Marina”, diz o texto.