quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
Colunistas / Miudinhas
Tasso Franco

RUI AVISA QUE NÃO SUPLEMENTARÁ DEFICITS ORÇAMENTÁRIOS DA ALBA

Prefeitos reunidos em Brasília, em coro, pediram para que Michel Temer continue no poder. Vitor Pedro I.
19/11/2018 às 08:41
MIUDINHAS GLOBAIS:

   1. O governador Rui Costa (PT) afirmou hoje, após retorno de uma viagem a Europa e Israel, que não vai liberar suplementação para Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça da Bahia (TJ) neste final de ano. Segundo o deputado Targino Machado, DEM, em pronunciamento na ALBA, o deficit na Casa Legislativa atinge R$50 milhões. O presidente Angelo Coronel que também está no exterior e chega hoje, ainda não falou qual o tamanho do rombo.

   2. O aviso de Rui ocorre após o relatório do Tesouro Nacional que coloca a Bahia entre os 14 estados que descumpriram a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no ano passado ao ultrapassar o limite de gastos com pessoal, incluindo os aponsetados. A legislação determina limite de 60%, mas, na Bahia, o índice foi de 60,95%.

   3. “Eu não tenho recurso para suplementar. Já avisei aos Poderes. A situação é dramática. Espero que cada poder dê sua contribuição. Cada um e cada gestor de cada poder tem que fazer o seu papel. Não teremos condição de fazer suplementação. Por ser o último ano, tenho que cumprir uma série de índices. As contas que já estavam difíceis, ficaram ainda mais”.

  4. Outra preocupação do governador é quanto aos gastos com a Previdência estadual, que, segundo dados divulgados na semana passada pela SECOM o déficit atinge R$ 4,08 bilhões. De acordo com SAEB, o número de aposentadorias concedidas tem crescido anualmente. Enquanto em 2015 foram 3.745 casos, em 2016 o total ficou em 6.044 e, em 2017, fechou em 6.739. O Estado tem 45.7 mil professsores aposentados e 25 mil na ativa. 

   5. Rui diz que nos últimos quatro anos houve um avanço recorde no número de entradas para aposentadoria e atribuiu isso ao anúncio da Reforma Previdenciária que tramita em Brasília. “Mais de 22 mil servidores entraram com pedido de aposentadoria nos últimos quatro anos. Isso é um número recorde”, aponta.

   6. Tradicionalmente, o Executivo sempre suplemento a verba orçamentária da Assembleia e num dos anos de Marcelo Nilo o deficit chegou a R$40 milhões. Se desta feita o governador não suplementar vai ser um problemão para o novo presidente da Casa. Angelo Coronel foi eleito senador e deixará a ALBA em 2019.

   7. Na sucessão fala-se em vários nomes mas nada ainda definido. O PT deseja a presidência com Rosemberg Pinto, o deputado mais votado desta legenda. O PP trabalha o nome de Nelson Leal. E no PSD de OPtto Alencar fala-se no nome de Adolfo Menezes. 
                                                                           *****
   8. Um dos mais tradicionais equipamentos de turismo em Salvador, o Othon Palace Hotel fechou as portas neste domingo, 18, não só na capital baiana, como também em Belo Horizonte (MG). O encerramento das atividades significa o fim de uma história de mais de quatro décadas e a demissão de 240 funcionários, de acordo com A Tarde.

   9. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis de Salvador (Sindihotéis), Almir Pereira, os funcionários vão assinar o aviso prévio nesta terça, 20. Já as homologações serão realizadas entre os dias 26 e 29 deste mês.

    10. "A empresa manifestou interesse em fazer as homologações, pagando todos os direitos dos trabalhadores. O ideal era que não fechasse as portas, mas ele está cumprindo o que deve", afirma.

   11. Almir Pereira acredita que outro empreendimento deve assumir a gestão do prédio em breve. "O Othon tem um diferencial, passou por reforma recentemente e a ocupação chegou a 100% nos últimos feriados. É uma estrutura boa, com um centro de convenções que tem capacidade para três mil pessoas, que, durante os grandes eventos, também se hospedam nas proximidades".

    12. O sindicalista ressalta que o surgimento de novos empreendimentos do ramo hoteleiro na cpital baiana, principalmente a partir da Copa do Mundo de 2014, acirrou a concorrência e obrigou alguns hotéis a baixarem o valor das diárias.

   13. A empresa Hotéis Othon reafirmou, ainda em nota, que "o seu compromisso com a continuidade das operações hoteleiras da rede no Rio de Janeiro e em outras cidades: São Paulo, Araraquara, São Carlos, Matão, Fortaleza, Natal, Recife e Macaé".

   14. O turismo da Bahia está mambembe, sem CCB e sem um profissionalismo adequado.

   15. ntegrantes da plateia do encontro de prefeitos promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) puxaram gritos de "fica, Temer", despertando um sorriso do presidente Michel Temer, que participa do evento, na tarde desta segunda-feira, 19.

   16. Os "pedidos" tiveram breve duração e ocorreram enquanto o presidente da CNM, Glademir Aroldi, fazia elogios à atual gestão em relação à atenção dedicada aos municípios. "Nunca o movimento municipalista foi tão bem tratado pelo Palácio do Planalto", afirmou Aroldi. Segundo ele, Temer foi o primeiro presidente da República a visitar a sede da entidade, em Brasília.

  17. Temer participa ao lado de ministros e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do encontro "Avanços da Pauta Municipalista" promovido pela CNM.

   18. Temer virou dom Pedro I. 

   19. Ex-membro do conselho administrativo da Petrobras, o economista Roberto Castello Branco deve voltar à empresa como presidente no ano que vem, por indicação do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

   20. Crítico à intervenção do Estado na economica, Castello Branco é defensor da privatização não só da Petrobras, mas de outras empresas estatais.

   21. Com a presença de mais de 100 prefeitos baianos nesta segunda-feira (19), em Brasília, na última Mobilização Municipalista de 2018, o presidente Michel Temer assinou medida para possibilitar entrada de novos médicos no Programa Mais Médicos. Primeiro a medida vai contemplar os médicos brasileiros e, em um segundo, momento os estrangeiros, incluindo cubanos.

   22. “A medida garante que a população mais longínqua não fique descoberta e assegura atuação dos médicos nos locais mais necessitados. Esse foi principal motivo para que eu levantasse esse pauta durante a reunião com os ministros ”, disse o vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que também é presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro.

   23. O edital abrirá vagas para os médicos brasileiros nos próximos oito dias. O Programa Mais Médicos possibilita a interiorização da atenção básica e a fixação de profissionais em locais onde há carência e até falta de médicos.