segunda-feira, 26 de agosto de 2019
Shows

Espetáculo de dança “Tombé” será apresentado gratuitamente em Itacaré

Dias 10 e 11 de maio
ED Camargo , Itacaré | 08/05/2019 às 09:58
Espetáculo de dança “Tombé” será apresentado gratuitamente em Itacaré
Foto: divulgação

Itacaré vai receber nos dias 10 e 11 de maio um dos maiores espetáculo de dança da Bahia. Depois de passar por palcos de Salvador, Feira de Santana e Santo Amaro, o espetáculo de humor e dança “Tombé”, dirigido por Jorge Alencar, encerra turnê pela Bahia neste mês de maio, com apresentações gratuitas em Jacobina, Itacaré e Vitória da Conquista. No dia 10 de maio acontecerá a apresentação “delivery” do espetáculo com oficina no Centro Educacional de Itacaré, às 15 horas, para os alunos do CEI. E no dia 11, às 19 horas, “Tombé” será apresentado no Centro Cultural Porto de Trás (Ladeira da Paz, s/n, Porto de Trás), aberta ao público em geral.

Com mais de 15 anos de atividade, a peça se assume como um ‘stand up dance comedy’, aproximando o público do mundo da criação artística, especialmente pessoas que nunca tiveram contato com as artes contemporâneas, com comicidade e senso crítico. Com elenco formado por Eduardo Gomes, Fábio Osório Monteiro, Neto Machado, Rúbia Romani e o próprio diretor Jorge Alencar, “Tombé” é uma obra interessada em refletir sobre estratégias de convivência em grupo, sobre as semelhanças e diferenças entre a arte e outras áreas profissionais. 

Em uma companhia de dança ficcional, estão: o diretor/coreógrafo, o dançarino, a bailarina, o ator e o técnico – são figuras arquetípicas de diversos ambientes de trabalho com seus chefes e funcionários, com suas hierarquias e embates de poder. Assim, a peça se constrói com diversos vocabulários corporais (do balé à capoeira), teorias cabeludas, textões de Facebook, citações de obras de autores variados. 

O espetáculo se renova constantemente para atualizar o jeito com que as pessoas se relacionam e produzem discursos nos variados campos profissionais, na internet, na universidade, na TV, entre outros espaços. Esta circulação comemorativa na Bahia foi contemplada pelo Edital Setorial de Dança, tendo apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.